Unidade Curricular:Código:
Especialidades Médicas I841EMD1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3Ciclo IntegradoMedicina Dentária4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Pretende dar-se aos alunos as ferramentas que os irão ajudar na aquisição dos diagnósticos que se virão a realizar
com o decurso da sua aprendizagem e da aplicação prática.
A ginástica mental para atingirem os ditos diagnósticos começa com a mobilidade do conhecimento que a
disciplina de Especialidades Médicas lhes irá fornecer e, será com estas bases que se iniciarão à semiologia e à propedeutica e
terapeuticas médicas e cirúrgicas, subsequentemente
Conteúdos Programáticos:
ntrevista clínica
Patologia do aparelho respiratório
Patologia do aparelho digestivo
Patologia do aparelho genito-urinário
Patologia do Sistema hemolinfopoiético
Patologia do Sistema endócrino
Patologia do Sistema Nervoso
Patologia do Sistema Articular
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A aula teórica-prática tem a duração de 2 horas por semana; juntamente com a Orientação Tutorial (7,5h)+ Outras
(7,5h) irá permitir o estudo de diversas patologias, nomeadamente do aparelho respiratório, do aparelho digestivo,
do aparelho genito-urinário, do Sistema hemolinfopoiético, do Sistema endócrino, do Sistema Nervoso e do
Sistema Articular.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Nas sessões TP, os alunos debaterão com o docente a abrangência de cada sintomatologia e dos sinais
correspondentes a cada aparelho e sistema, distribuindo-se entre si em grupos de 3 alunos e colhendo as histórias de cada um dos membros do grupo, com elucidação de todas as eventuais sinais e sintomas. Farão um interrogatório exaustivo e apresentarão uma história bem articulada e bem estruturada .
A meio do período e no fim do mesmo haverá um momento de avaliação escrito sobre a matéria até aí debatida, sendo o 2ª teste sobre a matéria debatida na segunda parte do semestre.
A média da disciplina é a média aritmética das duas avaliações escritas e em cada uma delas terá o aluno que atingir a avaliação mínima de dez valores. A nota final corresponderá na avaliação teórica a 70% e na avaliação contínua dos seminários e orientação tutorial a 30%. A disciplina proporciona 4 ECTS.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Nesta unidade, a componente teórica (TP; 30h) pretende ensinar a abordagem do doente na sua globalidade; assim sendo, pretende-se fornecer aos alunos as bases para uma correcta avaliação dos doentes, podendo assim prever as possibilidades de êxito do tratamento a ser instituído e prevenir a interferência de doenças pré-existentes com o tratamento a efectuar; irão predominar os métodos demonstrativo e participativo, bem como o treino de avaliação de exemplos de casos clínicos. Na componente de Orientação Tutorial (OT: 7,5 h) serão desenvolvidas actividades que visam o uso e pesquisa de bibliografia científica. As restantes 7,5 horas (O) consistem em sessões que visam proporcionar aos alunos a identificação e uso correto de recursos didáticos com aplicabilidade prática nesta unidade curricular.
Bibliografia:
[1] Carneiro AV. Técnicas Médicas Essenciais. Lidel 1999
[2] Carneiro AH, Nunes F, Lopes G, Santos LA, Campello G. Manual de Suporte Básico de Vida. Edição do Conselho
Português de Ressuscitação, 2004.
[3] Harrison. Medicina Interna – McGrawHill.
[4] CLINE,B. ( ). Emergências Médicas- Compêndio. McGraw Hill, Lisboa.
[5] SCHWARTZ (1989). Princípios de Cirurgia .Mc Graw Hill, Lisboa, 7ª edição. Grupo Editorial, New Jersey
[6] GRABB, W.C. ( ). Plastic Surgery. Salvat editores
[7] MASSON (1998). Dicionário Médico. Salvat editores
[8] Fisiopatologia , Fundamentos e Aplicações – Anabela Mota Pinto ; Lidel
Docente (* Responsável):
Maria Dolores Gonzalez (mdmg@ufp.edu.pt)