Unidade Curricular:Código:
Odontopediatria II841OPD2
Ano:Nível:Curso:Créditos:
4Ciclo IntegradoMedicina Dentária4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Os alunos deverão adquirir um conhecimento teórico sólido de temas avançados de Odontopediatria. Com base nos conhecimentos teóricos previamente adquiridos, os alunos deverão incorporar novos conhecimentos relativos a temas relacionados com patologias não tão frequentes.
Serão realizados atos clínicos básicos em pacientes infantis, com supervisão docente.
No final do semestre os alunos deverão estar aptos a realizar, de forma independente, os tratamentos básicos em dentição temporária e permanente jovem, assim como ter presentes os conhecimentos teóricos que permitam a realização de tratamentos mais complexos no futuro.
Conteúdos Programáticos:
Prevenção da endocardite bacteriana.
Emergências médicas em odontopediatria.
Anomalias do desenvolvimento dentário.
Hipomineralização incisivo-molar.
Problemas orais em crianças.
Patologia associada à erupção dentária.
Classificação de traumatismos dentários.
Lesões traumáticas em dentição decídua.
Lesões traumáticas em dentição permanente jovem.
Problemas periodontais em crianças e adolescentes.
A articulação temporo-mandibular no paciente infantil.
Medicina dentária em pacientes medicamente comprometidos.
Dentisteria minimamente invasiva.
Diagnóstico do abuso infantil em odontopediatria.
Saúde Oral pré e pós natal.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os temas avançados de Odontopediatria são aqueles que permitem aos alunos o diagnóstico de situações não fisiológicas (anomalias do desenvolvimento dentário, problemas orais e patologia associada à erupção dentária), o conhecimento teórico subjacente a procedimentos em situações urgentes (emergências médicas e lesões traumáticas em ambas as dentições) e outras patologias (associadas à erupção dentária, da articulação temporo-mandibular, problemas orais, periodontais e pacientes medicamente comprometidos).
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A unidade curricular estará dividida nas componentes Teórica (16h) Prática Laboratorial (54h). Na componente Teórica serão abordados temas avançados, com recurso a apresentações teóricas. A componente Prática Laboratorial consiste no atendimento clínico de crianças para realização de diagnóstico, fundamentado nos conhecimentos teóricos, e realização de um plano de tratamento. Serão realizados tratamentos básicos, com supervisão docente. A avaliação será efectuada nas componentes Teórica e Prática Laboratorial, com um peso de 50% cada componente. Na componente Teórica será realizada uma prova escrita do final do semestre. A avaliação na componente Prática Laboratorial será contínua e a nota final calculada através da média obtida nas consultas efectuadas. A aprovação desta unidade curricular atribui 4 ECTS, sendo obrigatória a nota mínima de 10 valores em cada uma das componentes avaliadas.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As várias componentes permitirão o aprofundamento dos conhecimentos teóricos dos temas abordados nas aulas da componente Teórica. Na componente Prática Laboratorial o aluno poderá aplicar os conhecimentos adquiridos na componente Teórica para a realização do diagnóstico e estabelecer um plano de tratamento nos pacientes que serão atendidos clinicamente. Os atos clínicos anteriormente praticados em clínica simulada poderão agora ser efectuados em pacientes reais, com supervisão docente. A avaliação contínua permite que o aluno tenha conhecimento da progressão das suas aptidões e competências na componente Prática Laboratorial, tendo como base o conhecimento teórico adquirido. Nas componentes Orientação Tutorial e Outra serão desenvolvidas actividades que permitam aos alunos exercitar a exposição oral e escrita, aprofundar a capacidades de análise, síntese e sistematização de conhecimentos, para desenvolvimento do espírito crítico e reflexivo.
Bibliografia:
Barbería, E. (2014). Atlas de Odontología infantil para Pediatras y Odontólogos. Madrid. (2ª edição). Ripano.
Barbería, E. (1997). Lesiones traumáticas en odontopediatría – Dientes temporales y permanentes jóvenes. Barcelona. Masson.
Barbería E. et alli. (1995). Odontopediatría. Barcelona. Masson.
Boj, JR. e Ferreira, LP. (2010). Atlas de Odontopediatria. Madrid. Ripano.
Boj, JR. et alli. (2004). Odontopediatría. Barcelona. Masson.
Laskaris, G. (2000). Color Atlas of Oral Diseases in Children and Adolescents. New York. Thieme e Stuttgart.
McDonald, RE. e Avery, DR. (1995). Odontopediatria. Rio de Janeiro. (6ªedição). Guanabara Koogan.
Millet, D. e Welbury, R. (2000). Orthodontics and Paediatric Dentistry. Churchill Livingstone.
Kramer, PF., Feldens, CA. e Romano, AR. (1997). Promoção de Saúde Bucal em Odontopediatria- diagnóstico, prevenção e tratamento da cárie oclusal. São Paulo. Ed. Artes Médicas.
Pereira, A. et alli. (2001). Cáries Precoces da Infância. Medisa.