Unidade Curricular:Código:
Enfermagem do Trabalho1076EFTR
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1Pós-GraduaçãoEnfermagem do Trabalho7 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês91
Objectivos de Aprendizagem:
•Debater os fundamentos da Enfermagem do Trabalho e seu enquadramento legal;
•Contextualizar o acidente de trabalho (AT) e doença profissional (DP), fatores de risco, causa e consequências;
•Conceber programas informativos, educativos e formativos para a Segurança e Higiene do Trabalho;
•Identificar os principais fatores de risco associados ao ambiente de trabalho e definir estratégias de promoção de ambientes de trabalho saudáveis e seguros;
Competências:
•Conhece e aplica a legislação, políticas e procedimentos de gestão em Enfermagem do Trabalho;
•Identifica necessidades dos trabalhadores em matéria de SST;
•Avalia os principais fatores de risco associados ao ambiente de trabalho e define estratégias de promoção de ambientes de trabalho saudáveis e seguros;
•Cria mecanismos formais que permitam avaliar a efetividade das estratégias, planos e processos da gestão do risco.
•Domina os mecanismos de notificação, comunicação e análise em SST,
Conteúdos Programáticos:
•Fundamentos da Enfermagem do Trabalho
•Áreas de intervenção e competências em Enfermagem do Trabalho
•O enfermeiro na Equipa de Saúde e Segurança do Trabalho (SST/SO)
•Consulta de Enfermagem do Trabalho
•Diagnóstico de Enfermagem e planeamento de cuidados de saúde
•Registos de Enfermagem do Trabalho
•Vigilância da saúde dos trabalhadores
•Promoção e proteção da saúde: ações e estratégias
•Vacinação dos trabalhadores
•Informação e formação dos trabalhadores em matéria de SST/SO, adequada ao posto de trabalho
•Comunicação e educação em saúde
•Literacia e empoderamento em saúde
•Doenças profissionais
•Acidentes trabalho
•Saúde ambiental no local de trabalho
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos desta UC refletem uma abordagem situada no âmbito do desenvolvimento de competências para o exercício da prática de enfermagem do trabalho. Baseiam-se no desenvolvimento de diferentes temáticas integradas, com enfase na vigilância da saúde dos trabalhadores, no diagnóstico, planeamento e execução de intervenções para promover a saúde dos trabalhadores, bem como ambientes de trabalho saudáveis e seguros.
Atenta-se que os conteúdos programáticos se encontram em conformidade com os objetivos da unidade curricular, permitindo ao Enfermeiro do Trabalho a aplicação das competências avançadas e diferenciadas para o exercício da prática, respeitando os valores e princípios éticos, legais e deontológicos na garantia de um compromisso social com a saúde, segurança e bem-estar do trabalhador, tendo em conta as condições de trabalho, a qualidade, segurança do local de trabalho.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Recurso à metodologia expositiva, demonstrativa e participativa, valorizando o envolvimento do estudante no processo ensino/aprendizagem.
Os estudantes irão elaborar um estudo de caso numa empresa, faseado por diferentes UCs, que constituem o Plano de Estudos, tendo por base as etapas da Gestão de Risco. A avaliação contínua será constituída por elaboração, apresentação e discussão de um trabalho de Grupo, com ponderação de 100%, evidenciando a Metodologia de avaliação de riscos profissionais, com enfase na promoção da saúde e de ambientes salutogénicos.
A assiduidade é obrigatória às UCs do ensino teórico, teórico prático em pelo menos 50% da carga horária e a 80% da Prática Laboratorial, para ter acesso à avaliação contínua, de acordo com o Regulamento da UFP.
Exame: os alunos que não obtiverem a aprovação em avaliação contínua, poderão fazer o exame constituído por 1 frequência escrita, com a ponderação de 100%.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino são orientadas em coerência e articulação com os objetivos de aprendizagem definidos. No seu conjunto configuram uma estratégia essencialmente interativa centrada no estudante, com aposta num trabalho que estimule a reflexão e valorize os processos de natureza cognitiva e interpessoal, devidamente orientado e enquadrado nas sessões letivas teóricas, teóricas/práticas e de práticas laboratoriais da unidade curricular. Com a implementação das metodologias consideradas, é pressuposto que o estudante se envolva ativamente na sua evolução e delineie esforços na busca de informação atualizada, que suporte os trabalhos a realizar e fomente os resultados de aprendizagem pretendidos.
Bibliografia:
•Cabral, Fernando - Segurança e Saúde do Trabalho-Manual de Prevenção de Riscos Profissionais. Editora Verlag-Dashofer, Lisboa, 2011
•Portugal. Diário da república. (2009). Lei n.º 102/2009. D.R. I Série. 176 (2009-09-10) 6167-6192
•Portugal. Direção Geral de Saúde. Programa Nacional de Saúde Ocupacional (PNSOC) – extensão 2018/2020. Disponível em: https: //www. dgs. Pt
•Bonnie Rogers. (2001). Enfermagem do Trabalho - Conceitos e prática. 2ªed., Lisboa.
•Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS). Manual de Segurança e Saúde no Trabalho DGR/2018.
•OMS (2014). O Enfermeiro do trabalho na Gestão em Saúde Ocupacional Trabalho. 2ª ed. Lisboa: Edições Sílabo,. 730p. ISBN 978-972-618-618-2.
•Portugal. Direção Geral de Saúde - Autorização transitória para o exercício de Enfermagem do Trabalho. Lisboa: Direção Geral da Saúde, 2019