Unidade Curricular:Código:
Nutrição Hospitalar e Suporte Nutricional845NHSN
Ano:Nível:Curso:Créditos:
4LicenciaturaCiências da Nutrição4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
A unidade curricular de Nutrição Hospitalar e Suporte Nutricional tem como objetivo a
aquisição de competências que são exigidas ao nutricionista clínico.
As competências são: • Conhecer os princípios da alimentação/nutrição hospitalar • Conhecer o manual de dietas - ambiente hospitalar • Saber rastrear e avaliar nutricionalmente o doente hospitalizado • Conhecer os tipos de suporte nutricional – nutrição entérica e parentérica • Saber instituir suporte nutricional
Conteúdos Programáticos:
TEÓRICA
1. INTRODUÇÃO À NUTRIÇÃO HOSPITALAR – UM MODELO DE GESTÃO HOSPITALAR
- Funções de um Serviço de Nutrição e Alimentação
- Alimentação colectiva
- Nutrição clínica
- O nutricionista clínico numa equipa multidisciplinar
2. ALIMENTAÇÃO - AMBIENTE HOSPITALAR
- Classificação das dietas hospitalares
- Apresentação - modelo de Manual de Dietas
3. NUTRIÇÃO CLÍNICA
- Rastreio nutricional
- Avaliação nutricional
- Cálculo das necessidades E/P
- Plano de cuidados nutricionais – Nutrição entérica e Nutrição parentérica
- Monitorização clínica e analítica
- Dados laboratoriais
- Registo no Processo clínico
4. ABORDAGEM NUTRICIONAL – APRESENTAÇÃO DE NORMAS DE ORIENTAÇÃO CLÍNICA
- Doente cirúrgico, oncológico, crítico e paliativo
PRÁTICA
• Cálculo das necessidades energéticas e proteicas
• Resolução de casos clínicos.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos estabelecidos encontram-se em sintonia com os objectivos da Unidade Curricular, uma vez que abordam os conceitos fundamentais para o exercício de funções de um nutricionista na área da nutrição clínica: desde os princípios de funcionamento de um serviço de alimentação e nutrição hospitalar até à avaliação do estado nutricional, identificação do risco nutricional e da desnutrição e à instituição do suporte nutricional.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A avaliação realizada com base em 2 testes da Componente teórica e 2 testes da prática.
A classificação final terá a ponderação das componentes teórica e prática de 60% e 40%, respectivamente. Mas a classificação final da teórica e a da prática terão que ser superiores a 9,4. É condição para a aprovação do aluno ter frequentado pelo menos 50% das aulas da componente teórica e 80% da componente prática. A aprovação na UC é obtida para uma classificação final superior a 9,4.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
1. Método expositivo (aulas teóricas) – destinadas a organizar de forma hierárquica as noções respeitantes a cada tema e a fomentar um espírito crítico em nutrição clínica. 2. Método demonstrativo e interrogativo (aulas práticas) – destinadas a consolidar os conhecimentos já adquiridos, através de uma participação ativa do aluno na discussão e apresentação de casos clínicos. Pretende-se assim que o aluno, na posse do caso clínico a discutir na aula seguinte, o prepare convenientemente, propondo uma resolução para o mesmo, ou seja, defina o que, no seu entender possa ser a terapêutica nutricional a instituir na situação clínica apresentada. Nas aulas práticas serão apresentados/discutidos artigos científicos, pretendendo-se que impere o método ativo e interrogativo, no sentido de desenvolver o espírito crítico.
Bibliografia:
1. COTRAN RS, ROBBINS SL. Pathologic basis of disease – 8th edition Saunders - 2010
2. CECIL – Tratado de Medicina Interna – Elsevier – 23ª edição – 2009
3. HARRISON – Medicina Interna – McGraw-Hill – 17ª edição - 2009
4. Mahan L. kathleen; Krause.s food, nutrition, & diet therapy. ISBN: 0-7216-9784-4
5. Shils Maurice E. 340; Modern nutrition in health and disease. ISBN: 0-8121-1485-X
6. ASPEN e ESPEN guidelines.

Observação: Sempre que o docente considere pertinente serão igualmente discutidos artigos científicos com particular relevância para o programa da unidade curricular, passando assim os mesmos a constituir também bibliografia aconselhada.