Unidade Curricular:Código:
Avaliação do Estado Nutricional I845AEN1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaCiências da Nutrição4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
De acordo com os descritores de Dublin e as competências A a H do perfil de competências do nutricionista (Ordem dos Nutricionistas, 2016), pretende-se que o aluno:
- adquira conhecimentos e ferramentas úteis para a avaliação nutricional de populações saudáveis, de forma a mostrar que compreende a interacção entre alimentação e saúde;
- adquira conhecimentos que permitam a aquisição de competências em avaliação do estado nutricional, que para além de residirem no domínio dos conceitos e das técnicas, implicam o rigor e a conduta pessoal inerentes às medições biológicas em indivíduos;
- realize a avaliação do estado nutricional de forma válida e fiável.
- desenvolva um espírito crítico.
Conteúdos Programáticos:
1. Antropometria:
a. Uso e interpretação de indicadores antropométricos: normalidade vs. desvios à normalidade, O seu significado biológico e associação com A saúde;
b. Utilidade, vantagens e limitações da antropometria na avaliação do estado nutricional;
c. Indicadores antropométricos em subgrupos da população: adultos, crianças (nomeadamente curvas de crescimento) e grávidas.
2. Avaliação da composição corporal - modelo dos dois, três e quatro compartimentos:
a. Antropometria;
b. Outros métodos de mediação da composição corporal: DEXA, bioimpedância, etc.;
c. Utilidade, vantagens e limitações dos diferentes modelos e métodos.
3. Avaliação bioquímica
a. Indicadores bioquímicos do estado nutricional;
b. Indicadores para a determinação de deficiências nutricionais em micronutrientes.
4. Avaliação clínica em indivíduos saudáveis
5. Trabalho multidisciplinar e interacção com outros profissionais
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A UC tem uma carga horária semanal correspondente a uma aula teórica e uma aula de prática-laboratorial (PL).
Nas aulas teóricas serão tratados todos os aspectos que constituem os conteúdos programáticos, que serão retomados posteriormente nas aulas práticas.
As aulas práticas terão essencialmente características de seminário e de prática em forma de grupo, onde serão retomados, analisados com mais pormenor e discutidos com os alunos, os aspectos que foram objecto de informação nas aulas teóricas.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A componente teórica tem por base a exposição das matérias. Os estudantes serão convidados a contribuir. Com atividades “hands-on” e intenso trabalho laboratorial será efetuado treino de manipulação do equipamento, de reconhecimento de sinais e de sintomas de alterações do estado nutricional e de opção pelas metodologias mais apropriadas. Os conteúdos serão alvo de avaliação contínua quer na componente teórica, quer na componente prática. A avaliação da componente teórica (80% da nota final) será realizada através de duas frequências escritas, a realizar durante o semestre em datas a acordar com os alunos. A avaliação da PL será contínua, através de manuseamento de instrumentos de avaliação da composição corporal em situações de grupo, e terá o contributo de 20% da nota final da UC.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As aulas PL reforçarão e permitirão complementar os conteúdos programáticos leccionados nas sessões teóricas, através de situações práticas na forma de trabalho de grupo de 3 alunos. Os conteúdos serão alvo de avaliação contínua quer na componente teórica, quer na componente prática.
Bibliografia:
- Lee R, Nieman DC (2013). Nutritional assessment. MacGrow Hill, New York. ISBN: 978-007-132636-0.
- Stewart AD et al. (2011). International standards for anthropometric assessment. The International Society for the Advancement of Kinanthropometry. Lower Hutt, New Zealand. ISBN: 0-620-36207-3.
- Silva MRG. 2015. Avaliação nutricional e composição corporal – 3ª edição. Edições Universidade Fernando Pessoa. Porto.
- Artigos científicos facultados nas aulas.