Unidade Curricular:Código:
Toxicologia e Análises Toxicológicas II843TAT2
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3Ciclo IntegradoCiências Farmacêuticas6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
O objetivo desta disciplina é o estudo dos efeitos e mecanismos de toxicidade de fármacos e outros agentes tóxicos. Pretende-se que o aluno seja capaz de apreender a utilidade das análises laboratoriais em Toxicologia e de integrar e aplicar, na sua futura atividade profissional, os conhecimentos adquiridos nesta disciplina. Os alunos irão conhecer a resposta tóxica a nível subcelular, celular, tecidular e do órgão, os efeitos da toxicidade que se observa em órgãos e sistemas específicos, e os fenómenos tóxicos associados a grupos específicos de agentes químicos.
Conteúdos Programáticos:
Agentes tóxicos. I. Solventes e gases: Benzeno, Diclorometano, Clorofórmio, Tetracloreto de carbono, Metanol, Etanol, Monóxido de carbono, Cianetos. II. Pesticidas: Insecticidas Organoclorados, Organofosforados, Carbamatos e Piretróides. Herbicidas. Fungicidas. Rodenticidas. III. Metais: Mercúrio, Chumbo, Arsénio, Alumínio, Cobre, Ferro. IV. Fármacos: Benzodiazepinas, Barbitúricos, Antidepressivos, Opioides, Anfetaminas, Salicilatos e Paracetamol. Monitorização de fármacos em Toxicologia clínica (TDM). V. Drogas de abuso. Toxicologia Forense. Teratogénese. Toxicidade genética. Carcinogénese química. Avaliação da toxicidade dos compostos: ensaios de toxicidade. Normas da OCDE e da CEE na execução dos ensaios segundo as Boas Práticas de Laboratório. Toxicidade aguda. Toxicidade sub-aguda e crónica. Ensaios de mutagenicidade. Ensaios de fertilidade e de reprodução, teratogenicidade e carcinogenicidade.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A coerência entre os conteúdos programáticos e os objetivos da unidade curricular traduz-se pela aquisição segmentada e orientada dos diversos conceitos e áreas específicas de aplicação da Toxicologia, fomentando o desenvolvimento do espírito crítico e a capacidade de aplicação dos conhecimentos adquiridos na resolução de questões no âmbito da Toxicologia. A solicitação de atividades de cariz prático ajuda ao cumprimento dos objetivos estabelecidos.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Forma de execução pedagógica: (i) exposição e debate dos conceitos teóricos relevantes em sala de aula; (ii) discussão e reflexão sobre questões pertinentes relacionadas com a matéria exposta em sala de aula; (iii) orientação do estudo autónomo dos alunos por consulta da bibliografia recomendada; e (iv) apresentação e discussão de estudos de caso que reforçam a aprendizagem teórica.
Avaliação contínua que consiste na realização de dois testes escritos e de um seminário facultativo na componente teórica e de dois testes escritos e desempenho do aluno no laboratório na componente laboratorial.
Nota final = 60% Nota componente teórica + 40% Nota componente prática-laboratorial
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino são concordantes com os objetivos da unidade curricular na medida em que procuram dotar os alunos de conhecimentos fundamentais em Toxicologia no que respeita ao seu âmbito, objetivos e metodologias adequadas à análise de potenciais tóxicos. Com a resolução de casos práticos pretende-se que o aluno desenvolva o espírito crítico e reflexivo e adquira competências que permitam a atualização e o progresso no domínio científico e sua aplicação prática. Além da bibliografia essencial em anexo, cada tópico será acompanhado por leituras específicas que serão debatidas nas aulas de modo a estimular a compreensão da problemática e formação de um espírito crítico.
Bibliografia:
Casarett & Doull´s Essentials of Toxicology, Klaassen C.D. (Ed.). 3rd Edition (Lange), 2015.
Toxicologia Fundamental. Dinis-Oliveira R.J., Carvalho F.D., Bastos M.L. (Eds). Lidel, 2018.
Medical Toxicology. Dart R. (Ed.), 3rd Edition, Lippincott Williams & Wilkins, Philadelphia, USA, 2004.
Goldfrank´s Toxicologic Emergencies. Nelson L.S. et al. (Eds), 11th Edition. McGraw-Hill, USA, 2019.
Toxicologia Forense. Dinis-Oliveira R.J., Carvalho F.D., Bastos M.L. (Eds). Pactor, 2015.
Clarke's Analytical Forensic Toxicology, Cooper G. and Negrusz A. (Eds.), 2nd Edition, Pharmaceutical Press, 2003.
Artigos científicos (originais e de revisão) selecionados sobre os temas tratados.
Geir Bjørklund et al. Arsenic intoxication: general aspects and chelating agents. Archives of Toxicology 2020;94(6):1879-1897.