Unidade Curricular:Código:
Psicologia da Aprendizagem e Dimensão Social935PADS
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoCiências da Educação: Educação Especial (Domínio Cognitivo e Motor)8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês104
Objectivos de Aprendizagem:
1- Analisar o desenvolvimento humano como processo de reorganização interna, à luz das novas perspectivas em Psicologia Cognitiva e Social
2- Caracterizar as principais perturbações do desenvolvimento e da aprendizagem, apontando linhas de intervenção
3- Analisar a importância da intervenção educativa na criança deficiente
4- Compreender a complexidade das situações educativas do ponto de vista curricular e sócio cultural e como contextos de desenvolvimento.
5- Compreender o fenómeno da diversidade social e cultural e suas implicações nos processos educativos.
6- Consciencializar-se de que a educação é um processo relacional complexo, que ultrapassa a relação educador/aluno e não se esgota nos actos formais da educação.
7- Conhecer e avaliar criticamente padrões diferenciados de interacção entre indivíduos e grupos em contextos educativos.
8- Compreender o sistema educativo, aos seus diferentes níveis, numa perspectiva organizativo-funcional sistémica.
Conteúdos Programáticos:
I – PERSPECTIVA HISTÓRICA DA PSICOLOGIA EVOLUTIVA
II – A EXPLICAÇÂO DO DESENVOLVIMENTO COMO PROCESSO DE REORGANIZAÇÂO INTERNA
III – A VINCULAÇÃO
IV – PERTURBAÇÕES DO COMPORTAMENTO
V- CONCEITOS DE EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E SOCIEDADE. EDUCAÇÃO, FAMÍLIAS E COMUNIDADE.
VI- A ESCOLA COMO ORGANIZAÇÃO SOCIAL.
VII- ACTIVIDADE EDUCATIVA (MODALIDADES, FUNÇÕES E PAPÉIS).
VIII- RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM CONTEXTOS EDUCATIVOS.
IX- RELAÇÃO EDUCATIVA E DIVERSIDADE.
X- COMPREENDER O FENÓMENO DA DIVERSIDADE SOCIAL E CULTURAL E SUA INFLUÊNCIA NOS PROCESSOS EDUCATIVOS.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os objetivos 1, 2, e 3, alicerçados nos conteúdos I;II;III e IV, permitirão o conhecimento e a articulação dos conceitos relativos à abordagem do desenvolvimento cognitivo enquadrando os estudos que se podem reunir sob a designação da Psicologia do Desenvolvimento e da Educação e que procuram operacionalizar o modo como os factores sócio-culturais intervêm e influenciam o desenvolvimento. Com os objetivos 4, 5, 6,e 7, alicerçados nos conteúdos V;VI;VII,VII ; IX e X, será demonstrada a importância que a Escola assume tendo por base um papel mais abrangente na promoção do desenvolvimento e na formação global das crianças sem exceção, não incidindo apenas no seu desenvolvimento cognitivo, mas também no seu desenvolvimento social e emocional: as escolas serão melhor sucedidas na sua missão educacional se envidarem esforços para integrar a aprendizagem social e emocional na experiência educativa dos alunos, contribuindo para o sucesso atual e futuro na vida pessoal e profissional.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A avaliação dos alunos servirá para aferir a eficácia das metodologias de ensino desenvolvidas .
As aulas teórico-práticas basear-se-ão na exposição e discussão dos conteúdos do programa e na resolução de casos práticos. Dar-se-á ênfase à promoção de diálogo em que todos participem, através da sua própria experiência e saber. Serão feitos trabalhos a pares nas horas de trabalho e que serão depois submetidos à análise e discussão pelos alunos da turma.
A avaliação de conhecimentos consistirá na realização de 1 trabalho individual escrito (a); na elaboração de 1 trabalho de grupo com análise e discussão em grupo (b). O resultado final (RF) será obtido através da fórmula: RF = 60% (a) + 40% (b).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
O desenvolvimento das aulas decorrerá integrando as metodologias de ensino com os objetivos fundamentais da UC. O fornecimento de informação e de conhecimentos científicos e técnicos previstos nos objetivos será desenvolvido no início de cada assunto a abordar, nas aulas teórico-práticas, onde será estabelecida a relação com o conhecimento prévio dos alunos. Nestas sessões pretender-se-á desenvolver as competências dos alunos e sensibilizá-los para a importância dos temas abordados no contexto real atual, contribuindo-se para um melhor enquadramento e também maior facilidade na perceção dos objetivos que se pretendem alcançar. Será estimulado um processo de diálogo em que todos participem, através da sua própria experiência e saber levando à partilha do conhecimento, dúvidas e questões, de modo a beneficiar uma aprendizagem motivadora e significativa onde conhecimentos adquiridos, podem ser aplicados em diferentes contextos e variáveis. O trabalho prático de grupo exigido aos alunos terá um importante contributo para a realização dos objetivos definidos para a UC, proporcionando a compreensão e a aplicação das temáticas em estudo, assim como a partilha de conhecimentos entre os elementos do grupo. A avaliação dos alunos servirá para aferir a eficácia das metodologias de ensino desenvolvidas.
Bibliografia:
Abrantes, P. & Sebastião, J. (2012). Portões que se abrem e que se fecham. Processos de inclusão e de segregação nas escolas públicas portuguesas. Em Dornelas et a.l (org.), Portugal Invisível. Lisboa: Ed. Mundos Sociais, 75-93.
Barroso, J. (2005). Politicas Educativas e Organização Escolar. Lisboa: Livraria Aberta;
Bronfenbrenner, U. (1995). Developmental ecology through space and time. Em: P. Moen., G. H. Dubet, F. (2003), "A escola e a exclusão", Cadernos de Pesquisa (119), pp. 29-45.
Torres, L. & Palhares, J. A. (2009). Estilos de Liderança e Escola Democrática, Actas do Encontro Sociedade e Educação. Lisboa: Universidade do Minho em: https://repositorium.sdum.uminho.pt
van de Pol, J., Volman, M. & Beishuizen, J. (2010) Scaffolding in teacher-student interaction: A decade of research. Educational Psychology Review, 22, 271-296.
Vygotsky, L. S. (1998). Pensamento e Linguagem. (2ª ed.). São Paulo: Martins Fontes.
Docente (* Responsável):
Joaquim Ramalho (ramalho@ufp.edu.pt)
Luísa Saavedra (mmartins@ufp.edu.pt)