Unidade Curricular:Código:
Gramática da Comunicação VI (Cultura e Ciência)774GRC6
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaCiências da Comunicação6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
Aplicação de princípios teóricos à identificação crítica da cultura e do seu significado civilizacional. Capacitar o estudante para manusear, seleccionar e organizar textos e problemas de natureza cultural e científica. Capacitar o estudante com vocabulário e meios intelectuais que lhe permitam produzir um discurso cultural fundamentado, coerente e atento à actualidade.
Em síntese, trata-se de orientar o estudante, para que ele possa adoptar uma a atitude reflexiva e esclarecida perante instituições, textos e realidades pertinentes no âmbito da Cultura e da Ciência. Desta forma procura-se que estudante domine dimensões da Cultura e da Ciência veiculadas pelos media com o objectivo de valorizar desempenhos profissionais nas áreas da comunicação.
Conteúdos Programáticos:
1. As diferentes concepções de Cultura
2. Cultura, memória e história
3. Os fenómenos de massificação cultural
4. Cultura e sociedade: criadores, consumidores e instituições
5. A Cidade como figura cultural
6. Políticas culturais públicas
7. A heterogeneidade das práticas culturais
8. Palavras, imagens e sons com significado canónico
9. Tendências e dissidências na Cultura contemporânea
10. A Comunicação como projecto científico
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos articulam a percepção da diversidade problemática da Cultura e da Ciência com a necessidade de compreensão do papel civilizacional destas duas manifestações da criatividade e do saber.
Considerando que, na realidade contemporânea, a presença social da Cultura e da Ciência se manifesta através de contextos institucionais e mediáticos, os conteúdos aqui definidos visam dotar o estudante de uma gramática e de consequentes conhecimentos, que lhe permitam elaborar uma visão autónoma e crítica da pluralidade do mundo.
Ao fornecerem o enquadramento teórico-prático que permite compreender e justificar o valor da Cultura e a pertinência da Ciência, sobretudo na sua vertente social e humana, os conteúdos aqui apresentados tornam possível ao estudante manipular textos e discursos indissociáveis de uma anatomia do real, aqui entendida como símbolo de uma exigência de atenção e capacidade de observação requeridas em desempenhos profissionais na área da comunicação
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Lições e orientação tutorial
Testes, trabalhos e exposições orais
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias adoptadas contemplam aulas teóricas e práticas dedicadas ao estudo de textos teóricos e à aprendizagem de um vocabulário especializado, base indispensável, para a elaboração de uma “enciclopédia pessoal”, aqui também entendia como instrumento de trabalho essencial nas áreas da comunicação. Por outro lado a metodologia adoptada tem a preocupação de possibilitar ao aluno a sistematização da sua experiência pessoal, incentivando-o a alcançar o sentido dos discursos e das práticas culturais e científicas. As metodologias privilegiam ainda o tratamento de conteúdos mediáticos, a sua leitura/visualização e interpretação com o objectivo de fomentar no estudante o hábito do manuseamento dos media de acordo com uma gramática da comunicação que, devido ao seu enfoque cultural e científico, estimule e conhecimento individual e a curiosidade. A relação entre a metodologia e os objectivos remete para a procura de uma coerência entre o trabalho profissional na comunicação e a capacidade de argumentação culturalmente legitimada.
Bibliografia:
Antologia de textos a distribuir nas aulas
Bauman, Zygmunt, Confiança e Medo na Cidade, Relógio D ´Água, Lisboa, 2006
Certau, Michel A invenção do Cotidiano (1990), Editora Vozes,
Petrópolis, S. Paulo,1998
Ferin, I. Comunicação e culturas do quotidiano, Quimera, Lisboa, 2002
Rancière, Jacques O Espectador Emancipado, Orfeu Negro, Lisboa, 2010
Schwanitz, Dietrich, Cultura (seis volumes), D. Quixote/Expresso, Lisboa, 2015
Docente (* Responsável):
Eduardo Paz Barroso (epb@ufp.edu.pt)