Unidade Curricular:Código:
Fisioterapia em Patologias Específicas1025FPE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaFisioterapia5 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês65
Objectivos de Aprendizagem:
Dotar os alunos de conhecimentos e capacidade de compreensão e análise crítica da intervenção do fisioterapeuta em diferentes populações com condições específicas.
O aluno no final deverá ser capaz de avaliar, identificar e executar os diferentes métodos/ técnicas/abordagens de fisioterapia e aplicá-las nos contextos e casos clínicos de populações com condições específicas. O aluno deverá conhecer as indicações e contra-indicações de cada método/técnica/abordagem e formular um raciocínio clínico adequado que lhes permitam avaliar e tratar os pacientes com condições específicas.
Conteúdos Programáticos:
I. Intervenção do Fisioterapeuta na Saúde da mulher. II. Fisioterapia do Pavimento Pélvico. III Reabilitação vestibular. IV Cuidados de Saúde Primários e Saúde Mental.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
O aprofundamento de conceitos teórico-práticos abordados possibilita ao aluno compreender a fundamentação científica que baseia a intervenção terapêutica em populações com condições específicas.
Versão em Inglês
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A nota final será calculada tendo em conta que cada temática (4 no total) vale 25% da nota final.
Compreende aulas expositivas e/ou em formato de discussão dos temas propostos. A avaliação compreende quatro provas escritas (25%+25%+25%+25%) onde são avaliados os pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam a : I. Intervenção do Fisioterapeuta na Saúde da mulher. II. Fisioterapia do Pavimento Pélvico. III Reabilitação vestibular. IV Cuidados de Saúde Primários e Saúde Mental.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
O formato expositivo e/ou em discussão de temas permite a aquisição/aprofundamento, por parte do aluno, dos pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam: I. Intervenção do Fisioterapeuta na Saúde da mulher. II. Fisioterapia do Pavimento Pélvico. III Reabilitação vestibular. IV Cuidados de Saúde Primários e Saúde Mental. O formato de discussão de temas sobre os pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam as diferentes intervenções permite ainda desenvolver nos alunos a capacidade de análise crítica sobre as melhores práticas em populações com condições específicas.
Bibliografia:
1. Abrams, P., Andersson, K. E., Birder, L., Brubaker, L., Cardozo, L., & Chapple, C. (2010). Fourth International Consultation on Incontinence Recommendations of the International Scientific Committee: Evaluation and treatment of urinary incontinence, pelvic organ prolapse, and fecal incontinence. Neurourology Urodynamics, 29(1), 213-240.
2. Baracho, E. (2012). Fisioterapia aplicada à saúde da mulher. Editora Guanabara-Koogan
3. Bo, K. (2007). Evidence-based physical therapy for the pelvic floor: bridging science and clinical practice: Elsevier Health Sciences.
4. Herdman, S. (2000). Vestibular Rehabilitation. Contemporary perspectives in rehabilitation, USA.
5. Plano de Desenvolvimento da RNCCI 2016-2019: https://www.sns.gov.pt/wp-content/uploads/2016/02/Plano-de-desenvolvimento-da-RNCCI-2016-2019
6. WHO (2018). WHO recommendations: intrapartum care for a positive childbirth experience. Geneva: World Health Organization; 2018. Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO.