Unidade Curricular:Código:
Cuidados de Enfermagem ao Adulto e Idoso - Ensino Clínico1077CEAI
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaEnfermagem30 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês390
Objectivos de Aprendizagem:
•Mobilizar e integrar os conhecimentos, aptidões e competências desenvolvidas nas unidades curriculares áreas científicas do plano de estudo, até ao momento para a aplicação do processo de enfermagem nos contextos clínicos onde desenvolve o ensino clínico;
•Desenvolver competências no âmbito das intervenções autónomas e interdependentes do exercício profissional de enfermagem ao adulto e idoso com patologia médica e cirúrgica, inserida no seu contexto sócio familiar;
•Demonstrar capacidade e competências para a prestação de cuidados de enfermagem ao adulto e idoso com patologia médica e cirúrgica, inserida no seu contexto sócio familiar, utilizando uma metodologia científica e fundamentando a sua tomada de decisão.
•Integrar e interligar os conhecimentos das outras unidades curriculares, para a conceção e planeamento de cuidados de enfermagem ao adulto e idoso com patologia médica e cirúrgica.
Conteúdos Programáticos:
O Ensino Clínico de Enfermagem na Saúde do Adulto e Idoso assenta na articulação de um conjunto de saberes a mobilizar e aplicar pelo estudante de forma integrada durante o período de ensino clínico, com particular ênfase na abordagem dos processos de saúde/doença na área relevantes para a prática de enfermagem de enfermagem médica e cirúrgica.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos desta UC aplicam-se de forma integrada às situações vividas em contexto do ensino clínico. Permitem ao estudante o desenvolvimento de conhecimentos, aptidões e competências humanas, técnicas e científicas, no âmbito da prestação de cuidados de enfermagem a pessoas com problemas de saúde do foro médico e cirúrgico e respetiva família, inserida numa unidade de saúde. Pretende-se desenvolver ao longo do ensino clinico o pensamento crítico sobre a autonomia e o processo de decisão nos cuidados de enfermagem, através da incorporação da visão holística do adulto e do idoso
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A UC desenvolve-se em horas de seminário e em ensino clinico. Cabe aos diferentes elementos deste processo proporcionar experiências relevantes que permitam a transferência dos conhecimentos teóricos para o contexto prático. O desenvolvimento do ensino clínico decorre em momentos de presença nas unidades de prestação de cuidados, sob a orientação de um auxiliar pedagógico e supervisionados por um professor, para o desenvolvimento de competências no domínio cognitivo, técnico-instrumental e sócio relacional, a pessoas com problemas de saúde do foro médico e cirúrgico e respetiva família. O carater gradual do desenvolvimento das competências é espelhado nas diferentes grelhas de avaliação do plano de estudos. A avaliação contínua baseia-se avaliação da prática clínica, segundo modelo instituído (70%), na realização de um trabalho individual (30% ), com ênfase na análise crítica e reflexiva das situações da prática de cuidados e do seu desempenho, potenciada nos seminários
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino preconizadas para a UC visam o desenvolvimento de conhecimentos, aptidões e competências, que determinam os objetivos de aprendizagem, considerando a orientação das atividades em contexto clínico, o incentivo à pesquisa, significado e síntese de informação, promoção de uma atitude reflexiva e valorização dos processos interpessoais, interligados com as experiências vividas no âmbito do EC. A participação ativa do estudante é decisiva, para a prossecução dos resultados da aprendizagem estabelecidos. O estudante é implicado no processo de avaliação e reflexão ao longo do seu percurso de aprendizagem, partilhado com o supervisor e auxiliar pedagógico, o que permite ao estudante refletir sobre o desenvolvimento da aprendizagem. Pretende-se através da dinamização de sessões individuais/grupo, discussão de casos clínicos, orientação de pesquisa e elaboração de trabalhos, promover a análise, partilha e reflexão sobre a prática de cuidados ou atividades que diligenciem a aprendizagem no âmbito do foco específico do adulto e idoso com patologia médica e cirúrgica
Bibliografia:
•Paúl, C., & Ribeiro, O. (2012). Manual de Gerontologia. Lisboa: Lidel.
•Pereira, H.R. (2013). Subitamente cuidadores informais: dando vozes(es) às experiências vividas. Loures: Lusociência.
•Sequeira, C. (2018). Cuidar de idosos com dependência física e mental. Lisboa: Lidel, 2ªed.
•Verissimo, M. (2014) Geriatria fundamental, saber e praticar. Lisboa: Lidel.
•Bezerra, A. (2016). Oncologia para Enfermagem. Bookpartners Brasil Editora.
•Internacional Council of Nurses (2016). Classificação Internacional para a Prática da Enfermagem (CIPE®) Versão 2015.
•Janice Hinkle et al (2015).Brunner & Suddarth: Manual de Enfermagem Médico-Cirúrgica. (13ª Ed). Guanabara Koogan;