Unidade Curricular:Código:
Promoção da Saúde e Bem-Estar na Criança e Adolescente1095PSBE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1CTSPApoio a Crianças e Adolescentes com Necessidades Especiais4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
1. Compreender o desenvolvimento da criança e adolescente como um processo dinâmico e contextual.
2. Refletir criticamente acerca do desenvolvimento da criança e adolescente em diferentes contextos, aplicando o modelo ecológico do desenvolvimento humano.
3. Explicar o desenvolvimento normal da criança e adolescente, identificando os marcos de desenvolvimento mais relevantes.
4. Descrever e aplicar atividades para a promoção do desenvolvimento e bem-estar da criança e adolescente.
5. Identificar e analisar os principais desafios em cada etapa do desenvolvimento da criança e adolescente, e eleger medidas preventivas e terapêuticas.
6. Refletir sobre a importância do trabalho de prevenção com crianças, adolescentes, famílias e outros atores sociais. Identificar estratégias de prevenção face aos principais problemas de saúde.
Conteúdos Programáticos:
1. A Criança e o Jovem- Evolução histórica da Saúde Infantil
Direitos da criança, do jovem e do adolescente
Desenvolvimento da criança e adolescente: psicopatologia do desenvolvimento
Abordagem ecológica do desenvolvimento.
2. Promoção da Saúde infantil
1.1. Parentalidade consciente e ligação pais/criança
1.2. Desenvolvimento Infantil e Juvenil: Primeira infância: características e marcos do desenvolvimento; Idade pré-escolar: características e marcos do desenvolvimento; Idade escolar: características e marcos do desenvolvimento; Adolescência: características e marcos do desenvolvimento
1.3. Crianças com necessidades especiais.
1.4. Promoção da segurança da criança e do adolescente
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Pretende-se que os conteúdos desenvolvidos ao longo da UC, habilitem os estudantes com conhecimentos teórico-práticos, em matéria Promoção da Saúde e Bem-Estar da Criança e Adolescente, contribuindo para a aquisição de competências que permitam aos futuros técnicos superiores qualificados desempenharem funções diversas na área do apoio a crianças e adolescentes com necessidades especiais, bem como implementar estratégias e providenciar experiências que aumentem a intensidade de intervenção e a participação nas atividades do quotidiano e consequentemente a qualidade de vida da criança/jovem e sua família.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A unidade curricular desenvolver-se-á tendo por base a pesquisa bibliográfica, análise, discussão e reflexão critica conjunta sobre as diversas temáticas abordadas, elaboração e discussão de trabalhos de grupo orientado.
Os estudantes farão grupos no máximo de três elementos. A avaliação contínua será constituída pela média dos diversos trabalhos realizados em Grupo, apresentação e discussão, com ponderação de 50% e realizaçao de frequencia escrita com ponderação de 50%.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
De forma a dar resposta aos objetivos formulados, as metodologias a utilizar nesta UC, irão privilegiar metodologias interativas, envolvendo os estudantes no processo de ensino aprendizagem, centradas na reflexão e análise das diferentes temáticas, da apresentação das mesmas, visando formar técnicos superiores, capazes de, em equipa multidisciplinar e mediante supervisão, avaliar necessidades, planear a intervenção, mobilizar recursos adequados, e intervir junto da criança/adolescente e família.
Bibliografia:
1. Hockenberry, M; Wilson, D (2014). Wong: Enfermagem da Criança e do Adolescente.Loures. Lusodidata.2. Direção Geral da Saúde. Norma 010/2013 Programa Nacional de saúde Infantil e Juvenil, 2013.
3. Direção Geral da Saúde. Maus Tratos em Crianças e Jovens. Guia Prático de Abordagem, Diagnóstico e Intervenção. Lisboa: DGS, 2011.
4. Ordem dos Enfermeiros – OE – (2011). Guias orientadores de Boa Prática em Enfermagem em Saúde Infantil e Pediátrica. III Volume. “Cadernos da OE”. Número 3, Série 1. abril.
5. Ordem dos Enfermeiros- OE - (2011). Guias orientadores de Boa Prática em Enfermagem em Saúde Infantil e Pediátrica. II Volume. “Cadernos da OE”. Número 3, Série 1. outubro.
6. Ordem dos Enfermeiros. (2010). Guias orientadores de Boa Prática em Enfermagem em Saúde Infantil e Pediátrica. “Cadernos da OE”. Número 3, Série 1. Volume. Novembro.
Docente (* Responsável):
Susana Gregório (susanag@ufp.edu.pt)