Unidade Curricular:Código:
Ergonomia997ERGO
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaGestão da Qualidade, Ambiente e Segurança4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Esta unidade curricular visa fornecer um quadro conceptual, interdisciplinar e global que visa o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e competências no domínio da ergonomia do trabalho, em contexto organizacional.
Aptidões/Competências a desenvolver:
(i) Saber analisar e integrar conjunto de conhecimentos teórico-práticos relativos à ergonomia;
(ii) Saber organizar, planear e aplicar de métodos e técnicas de análise ergonómica do trabalho;
(iii) Desenvolver a capacidade de intervenção ergonómica nos sistemas de trabalho.
Conteúdos Programáticos:
Ergonomia: origens e desenvolvimento: Evolução histórica da ergonomia; O projeto da ergonomia: conceito, objetivos e metodologia. Análise ergonómica do trabalho. Atividade do Homem no trabalho. Atividade de trabalho: variações, regulações e compromissos. A ergonomia: um método para compreender o trabalho; Princípios centrais das metodologias ergonómicas; Intervenção ergonómica e análise do trabalho; Métodos e técnicas. Ergonomia e organização do trabalho. Contributos da ergonomia na gestão e organização do trabalho. Do diagnóstico à intervenção: análise e reflexão.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Unidade 1 - Os conteúdos programáticos privilegiam as matérias teóricas específicas dos fundamentos da ergonomia permitindo compreender e integrar conceitos, modelos e perspetivas;
Unidade 2, 3 - Os conteúdos programáticos privilegiam as matérias teóricas e práticas específicas da análise ergonómica do trabalho permitindo integrar conhecimentos, capacidades e competências de forma a conceber, operacionalizar e avaliar as intervenções ergonómicas, através de uma actuação técnica e ética.
Unidade 4 - Os conteúdos programáticos privilegiam a aplicação prática dos conceitos e processos, permitindo saber articular e integrar as preocupações da ergonomia com os instrumentos da gestão de qualidade e manifestar autonomia e conduta responsável na prática profissional.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino incluirá exposição teórica, pesquisa, leitura e discussão de bibliografia específica bem como debates temáticos e reflexões críticas. A avaliação será contínua, baseando-se na realização da uma prova escrita de avaliação, na execução de um trabalho prático, na apresentação e discussão oral desse trabalho, assim como na execução de tarefas teórico-práticas em sala de aula.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Unidade 1- Exposição teórica de conteúdos caracterizadores do quadro de análise da ergonomia; Apresentação e manuseamento de bibliografia fundamental; Debate individual e em grupo das distintas problemáticas que constituem os pilares do projecto da ergonomia; Unidade 2, 3- Exposição prática de conteúdos caracterizadores das matérias teóricas e práticas específicas da área de actuação da ergonomia; Apresentação e discussão de casos práticos de avaliação e intervenção nos sistemas de trabalho; Debate individual e em grupo de casos práticos. Unidade 4 – Reflexão teórico-prática de conteúdos para caracterização de diferentes ferramentas de articulação com a gestão da qualidade; Apresentação casos reais; Análise individual e discussão em grupo das análises respectivas para cada caso; mostrar autonomia e conduta responsável na prática profissional.
Bibliografia:
Arezes, P. et al (2017). Occupational Safety and Hygiene. London: Taylor & Francis Group
Caetano, A. & Vala, J. (2002). Gestão de Recursos Humanos: Contextos, Processos e Técnicas. Lisboa: Editora RH.
Castillo, J. & Villena, J. (2005). Ergonomia: conceitos e métodos. Lisboa: Dinalivro.
Daniellou, F. (2004). A ergonomia em busca dos seus princípios: debates epistemológicos. São Paulo: Edgard Bl?cher.
Falzon, P. (2007). Ergonomia. São Paulo: Edgard Blücher
Guérin, F., Laville, A., Daniellou, F., Duraffoug, J., & Kerguelen, A. (2001). Compreender o trabalho para transformá-lo: a prática da ergonomia. São Paulo: Edgard Bl?cher.
Grandjean, E. (2004). Manual de Ergonomia: Adaptando o trabalho ao homem. Porto Alegre: Bookman.
Montmollin, M. (1995). A Ergonomia. Lisboa: Instituto Piaget
Peretti, J.M. (2001). Recursos Humanos. Lisboa: Edições Sílabo.
Rio, R. & Pires, L. (2001). Ergonomia : fundamentos da prática ergonómica. São Paulo : LTr
Docente (* Responsável):
Carla Barros (cbarros@ufp.edu.pt)