Unidade Curricular:Código:
Química Geral827QGER
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaEngenharia Civil7 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês91
Objectivos de Aprendizagem:
O objectivo da unidade curricular Química Geral é o de assegurar aos alunos uma boa preparação de base de Química Geral que lhes permita abordar disciplinas ligadas à Engenharia Civil, procurando sempre desenvolver nos alunos o espírito crítico e de análise de problemas numa óptica de PBL (Problem-Based Learning) e familiarizar os alunos com as regras de segurança e o trabalho em laboratório, com a interpretação e execução dos protocolos dos trabalhos práticos.
Conteúdos Programáticos:
1. Conceitos básicos de química
1.1. Matéria, estados da Matéria.
1.2. Átomos, moléculas, iões.
1.3. A tabela periódica.
1.4. N.º de Advogadro e Massa Molar
1.5. Fórmulas químicas
1.6. Introdução à nomenclatura dos compostos inorgânicos.
2. Estados gasoso e líquido
2.1. Equação dos gases perfeitos.
2.2. Soluções líquidas. Concentração. Diluição.
3. Reacções químicas
3.1. Cálculos estequiométricos.
3.2. Noção de equilíbrio químico. Constante de equilíbrio. Princípio da Le Chatelier.
3.3. Ácidos e bases.
3.4. Reacções de precipitação. Produto de solubilidade.
3.4.1. Análise Gravimétrica e volumétrica.
3.5. Reações de oxidação-redução.
3.6. Eletroquímica.
4. Química dos materiais de construção.
4.1. Tipos de materiais.
4.1.1. Relação estrutura química – propriedades.
4.2. Introdução à química do cimento.
4.3. Corrosão de materiais metálicos.
4.3.1. Factores de risco, detecção e prevenção.
4.5. Tintas e vernizes.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os primeiros três capítulos têm por objectivo fornecer ao futuro engenheiro conceitos fundamentais sobre a estrutura e transformação da matéria de forma que ele adquira uma visão microscópica da matéria, perceba de que forma essa estrutura microscópica se reflecte nas propriedades macroscópicas, e compreenda também como a matéria se transforma via reacções químicas (nomeadamente reacções em meios aquosos) e como essas reacções podem ser utilizadas para produzir produtos de interesse e em análise química.
No capítulo 4 é abordada a química dos materiais de construção, nomeadamente a composição, propriedades químicas e corrosão, conhecimentos essenciais para uma boa prática na engenharia civil.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino-aprendizagem é expositiva, interrogativa e demonstrativa, durante as aulas teórico-práticas e sessões de orientação do estudo, e prática, durante as aulas práticas laboratoriais. São propostos problemas, exercícios e trabalhos experimentais, quer para resolução em grupo quer individualmente, em sala de aula e em horas de estudo. O ensino da UC é complementado com períodos de atendimento aos alunos fora da sala de aula.
AVALIAÇÃO:
Avaliação contínua compreendendo uma componente TP e uma PL.
Componente TP (80% da nota final):
São fatores intervenientes na classificação desta componente os seguintes elementos:
• Testes escritos de avaliação individual;
• Trabalhos/projetos propostos para resolução extra-aulas.
Componente PL(20%):
• assiduidade (5%);
• prova de avaliação individual (50%);
• fichas (30%);
• relatório (15%).
A classificação final da UC é calculada:
80% componente TP + 20% componente PL
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As aulas expositivas destinam-se a transmitir conhecimentos complexos que a área da química comporta e a orientar o estudo do discente. A resolução de problemas e o trabalho em laboratório permitem ao discente fazer uma auto-avaliação dos conhecimentos teóricos adquiridos e a aplicação desses conhecimentos procurando desenvolver nos alunos o espírito crítico e de análise de problemas numa ótica de PBL (Problem-Based Learning).
Bibliografia:
[1] Chang, R., Goldsby, K. Chemistry. McGraw-Hill. 11th Edition. 2012.
[2] Breck, W. E., Brown, R. J. C. and McCowan, J. D., Chemistry for Sciences and Engineering. McGraw-Hill Ryerson. 2ª Edição. 1983.
[3] Brady, J. E., Russell, J. W., Holum, J. R., Chemistry: The Study of Matter and Its Changes - John Wiley and Sons. 3rd Edition. 2000.
[4] Callister, W. D., Ciência e Engenharia de Materiais: Uma Introdução. Livros Téc. e Cient. Editora, 7ª edição, 2009.
[5] Newell, J. A., Essentials of Modern Materials Science and Engineering, Wiley, 2009.
[6] Smith, W. F., Princípios de Ciência e Engenharia dos Materiais. Mc Graw-Hill. 2000.
[7] Pacheco Torgal, F., Jalali, S., A Sustentabilidade dos Materiais de Construção. Tec-Minho. 2010.
[8] Pombeiro A. J. L. O., Técnicas e Operações Unitárias em Química Laboratorial. Fundação Calouste Gulbenkian. 1991.
Docente (* Responsável):
Álvaro Monteiro (aamont@ufp.edu.pt)
Sérgio Barreira (barreira@ufp.edu.pt)