Unidade Curricular:Código:
Qualidade Ambiental de Edifícios828QAE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoEngenharia Civil4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Fornecer conhecimentos a nível técnico e legal para a aplicação de tecnologias e procedimentos no conforto das edificações, nomeadamente:
- Qualidade do ar interior e necessidades de ventilação;
- Condições de conforto acústico - sons aéreos e sons de percussão; tratamento de salas para boa audição do som;
- Condições de conforto higrotérmico aproveitando o mais possível as tecnologias passivas, beneficiando assim a economia e o ambiente do País
No final, o aluno deve possuir competências específicas na integração destes conhecimentos e da sua aplicação na gestão da qualidade ambiental de espaços interiores.
As competências transversais adicionais que serão trabalhadas serão:
• Trabalho autónomo e em equipa;
• Capacidade de Organização e de Planeamento;
• Capacidade para tomar decisões;
• Capacidade de auto-aprendizagem;
• Capacidade de aplicação de conhecimentos;
• Capacidade de adaptação a situações novas;
• Capacidade de Comunicação Oral e Escrita.
Conteúdos Programáticos:
Introdução: características dos poluentes; impacte na saúde e bem-estar; factores que afectam a qualidade do ar interior; A poluição no ambiente interior: Poluentes e principiais Fontes emissoras; Efeitos na Saúde; Gestão da qualidade do ar interior; O RECS: objectivos e principais obrigações regulamentares.
Parâmetros e conceitos acústicos básicos; acústica ambiental; ruído aéreo em acústica de interiores; ruído de percussão em acústica de interiores; acústica arquitetural; ruído na comunidade: normas e regulamentos. Condições térmicas do ambiente para ocupação humana; arquitetura bioclimática; energias renováveis em edifícios; materiais de isolamento térmico; comportamento térmico em regime permanente; pontes térmicas; condensações; regulamentos, certificação energética de edifícios.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos estão em coerência com os objetivos formulados para a unidade curricular dado que os tópicos incluídos no programa cobrem os principais aspetos do estudo introduzindo os principais conceitos da Qualidade Ambiental de Edifícios e apresentando a legislação em vigor sobre esta matéria.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino-aprendizagem é expositiva, interrogativa e demonstrativa durante as aulas teórico-práticas e nas sessões de orientação do estudo. Recorre-se ao estudo orientado de casos, de modo a permitir interpretar e aplicar corretamente os conhecimentos teóricos adquiridos a situações reais. São propostos trabalhos de pesquisa orientada sobre os temas abordados. Quando aplicável, são organizados seminários temáticos com oradores externos.
A avaliação desta unidade curricular realiza-se de forma contínua durante as aulas teórico-práticas, através da realização de trabalhos práticos/exercícios propostos para elaboração individual e/ou em grupo, e dos trabalhos de pesquisa realizados.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino-aprendizagem desta unidade curricular foram programadas de forma a potenciar uma visão global das questões da Qualidade Ambiental de Edifícios, bem como da legislação aplicável. As metodologias de ensino estão em coerência com os objetivos da unidade curricular dado que a metodologia expositiva associada à análise de situações concretas e ao desenvolvimento de trabalhos sobre aspetos parcelares, permitem a compreensão dos desafios que se colocam aos futuros profissionais.
Bibliografia:
#Maroni, M., Seifert, B., Lindvall, T. IAQ; A Comprehensive Reference Book. Amsterdam, Elsevier, 1995.
#WHO IAQ pub.:
- WHO handbook on indoor radon: a public health perspective. 2009.
- WHO guidelines for IAQ: selected pollutants. 2010.
- WHO guidelines for IAQ: dampness and mould. 2009.
#NP1037-1,2002; Ventilação e evacuação dos produtos de combustão dos locais com aparelhos a gás. Parte 1: Edifícios de habitação. Ventilação natural; IPQ, 2002.
#Legislação-Acústica de Edifícios
-DL 96/2008, de 9 de Junho– Novo Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios
-DL 9/2007, de 17 de Janeiro– RGR com a Declaração de Retificação 18/2007, de 16 de Março e alterações constantes do Decreto-lei 278/2007, de 1 de Agosto.
#Legislação – Térmica de Edifícios:
-DL 118/2013 de 20 de agosto e respetivas alterações;
-Lei 58/2013, de 20 de Agosto: Aprova os requisitos de acesso e de exercício da atividade de PQ para a CE e de TIM de edif. e sist..
Docente (* Responsável):
Miguel Ferreira (miguelf@ufp.edu.pt)
Nelson Azevedo Barros (nelson@ufp.edu.pt)