Unidade Curricular:Código:
Coordenação Geral de Projetos828CGPR
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2MestradoEngenharia Civil6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
A disciplina de Coordenação Geral de Projetos envolve o conhecimento específico das necessidades para as várias especialidades que compõem o estudo e projeto de execução de edifícios, com vista à resolução dos problemas de compatibilidade através da coordenação dos diversos projetos. Os objetivos a atingir passam pela compreensão do conceito BIM e pela demonstração de capacidades na execução e coordenação de especialidades através da utilização de uma ferramenta comercial com potencialidades BIM.
Conteúdos Programáticos:
1. Conceitos BIM
1.1. Explanação dos principais usos, intervenientes e fases de envolvimento. Software para corporização do conceito BIM.
1.2. O processo colaborativo em BIM. Casos de estudo e tendências. Conceitos de “BIM Execution Plan”, “Level of development” e “Level of detail” em modelos BIM.
1.3. Industry Foundation Classes (IFC) BIM: Exchange Requirement Models (ERM), Information Delivery Manual (IDM) e Model view definition (MVD).
2. Projeto de Estabilidade.
2.1. Definição do tipo de estrutura, compatibilização com a arquitetura, análise e dimensionamento dos vários elementos estruturais (fundações e superestrutura).
3. Projeto de Redes de Águas.
3.1. Projeto de Redes de Abastecimento de Água.
3.2. Projeto de Redes Prediais de Drenagem de Águas Residuais Domésticas.
3.3. Projeto de Redes Prediais de Drenagem de Águas Residuais Pluviais.
3.4. Definição da rede e materiais a aplicar, compatibilização com a arquitetura e dimensionamento dos seus vários órgãos.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos apresentados em cobrem as áreas de conhecimento essenciais e coerentes para o atingir dos objetivos de aprendizagem formulados dado que os tópicos incluídos no programa como o conceito BIM e a sua aplicação a casos de estudo.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Metodologia expositiva, descritiva e demonstrativa recorrendo à resolução de um caso de estudo, individual para cada aluno.
1 - Avaliação contínua
Baseia-se no modelo da avaliação contínua, numa vertente teórico-prática, com uma única componente de avaliação, consistindo na realização de um trabalho de aplicação e desenvolvimento, figurando uma situação real de projeto, com apresentação e defesa final, em cada área específica da unidade curricular.
A nota final da unidade curricular resulta da média ponderada das duas áreas de projeto considerando, respetivamente, as seguintes percentagens: (i) Projeto de Estabilidade (50%); (ii) Projeto de Redes de Águas (50%).
2 - Exame de Recurso / Época Especial:
Não há lugar à possibilidade de exames, como forma de avaliação pontual, dada a impossibilidade efetiva de levar a efeito um trabalho desta natureza no tempo corrente de um exame normal.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias propostas estão em coerência com os objetivos formulados para a unidade curricular dado que apostam no desenvolvimento do estudo orientado, de modo que o aluno seja capaz de desenvolver tarefas de forma autónoma. Procura-se estabelecer um paralelismo entre a teoria e a prática aplicada a problemas reais que habilite o aluno a resolver problemas de conceção correntes na construção civil.
Bibliografia:
[1] EN 1990 Eurocódigo: Bases para o projecto de estruturas
[2] Eurocódigo 1 - Acções em estruturas (Parte 1-1: Acções gerais: Pesos volúmicos, pesos próprios, sobrecargas em edifícios)
[3] Eurocódigo 1 - Acções em estruturas (Parte 1-4: Acções gerais: Acções do Vento)
[4] EN 1998-1: Eurocódigo 8 – Projecto de estruturas para resistência aos sismos
[5] Mecânica das Estruturas – Apontamentos: Análise Sísmica de Estruturas, Leonel Ramos, 2013
[6] Projecto de estruturas de edifícios urbanos, UFP, João Guerra, 2010.
[7] Decreto Regulamentar n.º 23/95, de 23 de Agosto de 1995, “Regulamento Geral dos Sistemas Públicos e Prediais de distribuição de Água e de Drenagem de Águas Residuais”.
Docente (* Responsável):
Leonel Ramos (leonel@ufp.edu.pt)
Malafaya Baptista (mmb@ufp.edu.pt)