Unidade Curricular:Código:
Projecto III145PJ03
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2Ciclo IntegradoArquitectura e Urbanismo10 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês130
Objectivos de Aprendizagem:
- Analisar as diferentes componentes do habitat na vertente da habitação multifamiliar como em propostas de edificação unifamiliar.
- Produzir um diagnóstico das principais funções vitais dos edifícios de habitação;
- Dominar as tipologias de habitação e maneja-las com destreza para desenvolver espaços equilibrados e bem articulados.
- Saber fundamentar teoricamente as conclusões alcançadas; conseguir comunicar, com clareza, os resultados por via oral, escrita e gráfica.
- Apresentar projetos que reflitam a investigação realizada, mas também os conhecimentos e competências acumuladas ao longo do semestre; distinguir a função programática, a inserção urbanística, e os elementos tipo-morfologicos presentes na arquitetura.
- Domínio das diferentes fases do projeto; controlo dos aspetos formais/linguísticos das propostas arquitetónicas; interação do domínio plástico e material do projeto com as premissas teóricas investigadas.
Conteúdos Programáticos:
1. Programa, metodologia e recolha de informação.
- Elementos conformadores: topografia, vias e percursos.
- Programa e distribuição funcional.
- Dimensão da área de intervenção e do espaço programático.
- Relações tipo-morfológicas preexistentes e opções de continuidade/rutura.
- Fundamentação teórica do projeto.
2. Configurações e significados: pesquisa espacial e modos de habitar
- Modelos e referências: articulação de conceitos e discurso;
- Relações de equilíbrio entre as formas propostas e preexistentes;
- Tipologia Arquitetónica;
3. O Habitat
- Espaço exterior e envolvente próxima;
- Ideia conceptual: proposta formal;
4. Sistemas construtivos
- Opções construtivas: sistemas estruturais
5. Atividades complementares
Esboceto;
Trabalho de Campo;
Investigação de modelos paradigmáticos ou exemplares de arquitetura
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A disciplina pretende fornecer as competências para a realização de exercícios sobre situações projetuais específicas. Estes exercícios basear-se-ão numa investigação sobre um tema único: a habitação; as simulações de intervenção arquitetónica serão situadas em contextos abstratos ou urbanos, de modo a evidenciar os vários estímulos e condicionantes que caracterizam o processo arquitetónico. Neste contexto elaborar-se-ão propostas que vão desde a transformação de objetos arquitetónicos pré-existentes até à proposta de novas formas e novas edificações de habitação, onde será analisada e formalizada a interdependência entre o homem, o espaço, a função programática, a inserção urbanística, e os elementos tipo-morfológicos presentes na arquitetura contemporânea. O percurso processual é contínuo, iniciando-se em questões de programa e metodologia (1), evoluindo para as configurações arquitetónicas (2), refletindo sobre o modo de habitar (3), culminando na(s) forma(s) de construir (4).
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
No âmbito das aulas teórico-práticas serão realizadas técnicas expositivas, descritivas e demonstrativas; No âmbito das aulas práticas laboratoriais de projeto, será realizado um acompanhamento individual e coletivo dos alunos, onde se discutirão os trabalhos; no âmbito das sessões de debate/crítica coletiva, serão utilizadas metodologias expositivas, integradas com elementos de exposição gráfica, escrita e oral do projeto.
Para obter aprovação, o aluno terá de cumprir os ECTS de contacto previstos para a disciplina. O aluno deverá de assegurar a assiduidade, sendo importante as horas definidas como teórico-práticas. O ritmo com que os alunos atingirão os objetivos cumulativos propostos serão verificados através de um processo de avaliação contínua, pela intervenção nos tempos letivos, e verificada na prossecução de um trabalho de síntese global. A nota resultará da classificação dos trabalhos teóricos e práticos (informada pelas avaliações a ele referentes).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias propostas estão em coerência com os objetivos formulados para a unidade curricular dado que apostam no desenvolvimento do estudo orientado, de modo a aplicarem conhecimentos na distinção e compreensão de noções como: - Os elementos constituintes dos edifícios de habitação; as funções vitais dos edifícios; as tipologias e os modelos de referência. Assim, numa primeira etapa, sustentados num espírito de trabalho de grupo e individual, os alunos desenvolvem através do desenho e do processo arquitetónico, práticas construtivas, configurando-se como agentes capazes de comunicar informação, ideias e problemas ao enquadrar exemplos edificados pelas suas características arquitetónicas. Numa segunda etapa, procura-se estabelecer um paralelismo entre a teoria e a prática aplicada a problemas reais, contribuindo deste modo para desenvolver a capacidade do aluno para a emissão de juízos e perspetivar a análise histórica e arquitetónica como opinião objetivamente fundamentada e identificar grandes períodos uniformes da prática arquitetónica no tempo. Numa terceira etapa este processo é acompanhado da simulação do desempenho de papéis diferenciados, entre docente e discente, relativamente às posições de autor, promotor, construtor e cliente, estabelecendo metas e etapas que obrigam à experiência das diferentes fases do projeto, bem como ao controlo dos aspetos formais das propostas arquitetónicas de acordo com os princípios programáticos propostos. Numa quarta etapa os discentes devem preparar e apresentar os trabalhos de conceção, fundamentando a investigação realizada, mas também os conhecimentos e competências acumuladas ao longo do semestre. Nesta última fase é essencial a capacidade de apresentar diferenciadamente os elementos fundamentais que constituem a matriz do projeto, nomeadamente: a função programática, a inserção urbanística, e os elementos de morfologia urbana presentes no objeto arquitetónico proposto.
Bibliografia:
Livros e Monografias:
[1] CULLEN, Gordon, Paisagem Urbana, Lisboa : Edições 70, 1993. - 201 p.; ISBN 972-44-0530-3; ref. UFP:BM 711/CUL/1170.
[2] QUARONI, Ludovico, Proyectar un Edifício: Ocho lecciones de Arquitectura, Xarait, Madrid, 1980.
[3]CHING, Francis D. K., Arquitetura : forma, espaço e ordem, São Paulo : Martins Fontes, 1998. - 399 p.; ISBN 85-336-0874-8; ref.UFP: BFP 72.01/CHI/54.
[4]NEUFERT, Ernst, Arte de projetar em Arquitetura, São Paulo : Gustavo Gili, 1998. - 432 p.; ISBN 84-252-1691-5; ref.UFP: BFP 72.012/NEU/55.
[5] BENEVOLO, Leonardo, Historia de la arquitectura moderna, Barcelona : Gustavo Gili, 1987. - 1145 p.; ISBN 84-252-0797-5; ref. UFP: BFP 71:72/BEN/88
[6] NORBERG-SCHULZ, Christian, Existencia, Espacio y Arquitectura, Ed. Blume, Barcelona, 1975.
Legislação:
[7]RGEU, Regulamento Geral das Edificações Urbanas.
[8]DECRETO-LEI nº 163/06 - Acessibilidade de pessoas com mobilidade condicionada
Docente (* Responsável):
Avelino Oliveira (avoliv@ufp.edu.pt)
Miguel Correia (mcorreia@ufp.edu.pt)