Unidade Curricular:Código:
Projecto de Equipamentos e Instalações Especiais270PEIE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
5Ciclo IntegradoArquitectura e Urbanismo9 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês117
Objectivos de Aprendizagem:
Objetivos e competências a atingir pelo aluno na disciplina:
- Analisar as diferentes componentes do espaço urbano, dos tecidos existentes na cidade e das formas urbanas.
- Produzir uma sustentação teórica aprimorada, assente em conceitos e linguagens de fácil compreensão, no âmbito do discurso contemporâneo de arquitetura.
- Fundamentar teoricamente as conclusões alcançadas e conseguir comunicar, com clareza, os resultados por via oral, escrita, gráfica e multimédia
- Apresentar projetos de um objeto arquitetónico complexo em forma de equipamento urbano, com sistemas construtivos evoluídos
Conteúdos Programáticos:
Os conteúdos desta disciplina dividem-se em duas vertentes:
- Uma conceção projetual que visa desenvolver o desenho de espaços arquitetónicos de utilização pública, localizado num espaço urbano denso, de utilização coletiva intensiva. Assim, a proposta do aluno deverá realizar-se na forma de um projeto completo de arquitetura, e, realizando os estudos necessários deverá ser desenvolvido até à escala aproximada da execução de obra. Este trabalho implica que o projeto inclua um programa complexo e uma construção de dificuldade elevada.
- Uma análise, de ordem teórica, no âmbito da disciplina, de modo à apreensão da multiplicidade de campos que o tema aborda nas diversas componentes das cidades e dos aglomerados urbanos, incidindo obviamente sobre o projeto desenvolvido.
O percurso processual será contínuo, iniciando-se em questões de programa e metodologia (1), sustentado em modelos e referências arquitetónicas (2) e procurando desenvolver novas configurações e tipologias edificada
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos desta disciplina dividem-se em duas vertentes:
- Uma conceção projetual que visa desenvolver o desenho de espaços arquitetónicos de utilização pública, localizado num espaço urbano denso, de utilização coletiva intensiva. Assim, a proposta do aluno deverá realizar-se na forma de um projeto completo de arquitetura, e, realizando os estudos necessários deverá ser desenvolvido até à escala aproximada da execução de obra. Este trabalho implica que o projeto inclua um programa complexo e uma construção de dificuldade elevada.
- Uma análise, de ordem teórica, no âmbito da disciplina, de modo à apreensão da multiplicidade de campos que o tema aborda nas diversas componentes das cidades e dos aglomerados urbanos, incidindo obviamente sobre o projeto desenvolvido.
O percurso processual será contínuo, iniciando-se em questões de programa e metodologia (1), sustentado em modelos e referências arquitetónicas (2) e procurando desenvolver novas configurações e tipologias edificadas (3
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
No âmbito das aulas teórico-práticas serão realizadas técnicas expositivas, descritivas e demonstrativas; No âmbito das aulas práticas laboratoriais de projeto, será realizado um acompanhamento individual e coletivo dos alunos, onde se discutirão os trabalhos; No âmbito das sessões de debate/crítica coletiva, serão utilizadas metodologias expositivas, integradas com elementos de exposição gráfica, escrita e oral do projeto.
Para obter aprovação, o aluno terá de cumprir os ECTS de contacto previstos para a disciplina. O aluno deverá de assegurar a assiduidade, sendo importante as horas definidas como teórico-práticas. O ritmo com que os alunos atingirão os objetivos cumulativos propostos serão verificados através de um processo de avaliação contínua, pela intervenção nos tempos letivos, e verificada na prossecução de um trabalho de síntese global. A nota resultará da classificação dos trabalhos teóricos e práticos (informada pelas avaliações a ele referentes).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino propostas estão em coerência com os objetivos formulados para a unidade curricular dado que apostam no trabalho orientado para o desenvolvimento de um projeto arquitetónico complexo em forma de equipamento urbano, explorando as dimensões urbana e tectónica da intervenção, respeitando de forma interpretativa a legislação e regulamentação aplicável, suportado numa discussão conceptual estruturada da cultura arquitetónica contemporânea. Assim, numa primeira etapa, sustentados num espírito de trabalho de grupo e individual, os alunos desenvolvem, através do desenho e da pesquisa teórica, uma proposta de programa de um edifício capaz de alavancar a transformação e reabilitação de tecidos urbanos. No desenvolvimento deste programa são particularmente relevantes a avocação da cultura arquitetónica para construção de uma proposta compreensiva de transformação da cidade. Numa segunda etapa, são experimentados princípios conceptuais capazes de suportar um entendimento contemporâneo do programa anteriormente esboçado, bem como, da particular circunstância urbana. A terceira fase do trabalho corresponde à explicitação formal e construtiva da intenção arquitetónica, valorizando-se o pendor inquisitivo das dimensões técnicas e regulamentares que informam a conceção arquitetónica. Numa fase final é dada particular atenção à comunicação do projeto em diversos suportes, oral, escrita e visual, tendo como ponto comum a explicitação do projeto e da sua evolução enquanto sistematização do questionamento, programático, formal, técnico e regulamentar. Na transição de cada uma destas fases é promovida a discussão sistematizada e alargada ao conjunto dos alunos da evolução das propostas. Esta discussão alargada inclui a explicitação e sistematização de conceitos teóricos, permitindo a balanceamento com o acompanhamento individual quotidiano por parte do docente. Com esta quarta fase constitui-se um quadro de abordagem integrado às principais questões suscitadas pela prática da conceção arquitetónica, enfatizando-se a capacidade de discussão das diversas opções no quadro da cultura arquitetónica contemporânea, o que constitui o objetivo central desta unidade curricular lecionada muito próxima da conclusão do percurso académico.
Bibliografia:
Livros e monografias:
[1] Carmona, M. et al., PUBLIC PLACES - URBAN SPACES: the dimensions of urban design – Oxford, ed. Architectural Press, 2007, 312 p. ISBN 0-7506-36372; ref. UFP:BM 711.4/PUB/49165
[2] COLIN, Rowe e KOETER, Fred - Ciudad Collage, col. Arquitectura y Crítica, Ed. Gustavo Gili (reprints), Barcelona, 1998.
[3] Domingues, Álvaro (coord.), CIDADE E DEMOCRACIA: 30 anos de transformação urbana em Portugal, Lisboa, ed. Argumentum, 2006, 399 p.; ISBN 978-972-8479-39-8; ref. UFP: BM 711.4(469)/CID/54656
[4] O.M.A. e KOOLHAAS, Rem com MAU, Bruce - S, M, L, XL, Ed. Monacelli Press Editor, Alemanha, 1997.
[5] MONTANER, Josep Maria, Sistemas arquitetônicos contemporâneos, Barcelona, ed. GG, 2009 - 224 p., ISBN 978-84-252-2356-3; ref. UFP: BM 72.038/MON/75773
Docente (* Responsável):
Avelino Oliveira (avoliv@ufp.edu.pt)