Unidade Curricular:Código:
Comunicação e Linguagem na Criança1023CLC
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaTerapêutica da Fala8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês104
Objectivos de Aprendizagem:
1. conhecer o desenvolvimento linguístico-comunicativo da criança
2. conhecer os fatores biológicos e ambientais relacionados com o desenvolvimento
3. escolher e aplicar uma anamnese infantil
4. conhecer as diferentes formas e dimensões de avaliação linguístico comunicativa, e saber selecionar a mais adequada a cada caso
5. conhecer os diferentes quadros de perturbação desenvolvimental da linguagem (PDL) 6.estabelecer o diagnóstico diferencial
7.conhecer diferentes programas de intervenção para as PDL 8.analisar as estratégias mais adequadas
9. reconhecer a importância da capacidade de delinear um plano de intervenção eclético e holístico, adequado à singularidade de cada caso
10. conhecer as diferentes formas de avaliação da linguagem escrita
11. analisar estratégias de intere intervenção mais adequadas a casos de perturbação de linguagem escrita 12.reconhecer a importância da complementaridade de papéis na intervenção com perturbações da linguagem escrita
Conteúdos Programáticos:
CP1. Desenvolvimento da comunicação, linguagem oral e escrita (revisão) CP2. Recolha de informação acerca da criança e da família – anamnese CP3. Avaliação da comunicação e da linguagem oral na criança
3.1. Avaliação formal vs informal
3.2. Perfil Comunicativo e Pragmática
3.3. Morfologia, Sintaxe; Fonologia e Semântica
CP4. Perturbações da comunicação e da linguagem oral na criança (Diagnóstico terapêutico)
4.1. Atraso de desenvolvimento de linguagem /Perturbação da Linguagem
4.2. Perturbação específica da linguagem e sub-tipos (Rapinn e Allen; Bishop)
4.3. Disfunção da comunicação
4.4. Diagnóstico diferencial CP5. Intervenção:
5.1. Diferentes abordagens
5.2. Elaboração do plano de intervenção (Linha de Base; Objectivos; Estratégias; Trabalho de Equipa, Implementação Compreensiva)
CP6. Avaliação e intervenção ao nível da linguagem escrita
6.1 Avaliação dos erros ortográficos e relação com o desenvolvimento fonológico e da narrativa escrita
6.2 estratégias de intervenção
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
É feita uma exploração integrada e progressiva do programa da UC, permitindo que os alunos desenvolvam os conhecimentos e as competências previstas nos objetivos, garantindo-se assim coerência entre os conteúdos programáticos e objetivos.
Os conteúdos programáticos (CP) foram delineados em função dos objetivos de aprendizagem (OA) da unidade curricular:
CP1 –OA1
CP2 – OA2, e 3 CP3- OA4
CP4 – OA5 e 6 CP5 – OA7, 8 e 9
CP6 – OA10, 11 e 12
No CP1 é feita uma revisão do desenvolvimento normal da linguagem oral e escrita (conteúdos já abordados na UC de 1º ano, 2º semestre Psicolínguistica e desenvolvimento da linguagem).
Em CP2 e CP3 são abordados os procedimentos necessários para a avaliação da comunicação e linguagem da criança. Em CP4 são focadas as categorias nosológicas relacionadas com as perturbações da comunicação e linguagem na criança e em CP5 os programas e estratégias de intervenção mais relevantes.
No CP6 são focados aspetos relacionados com a linguagem escrita
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
As aulas são teórico-práticas e práticas, centradas na exposição e discussão dos conteúdos do programa e na resolução de casos práticos. É dada grande relevância à formulação de problemas clínicos e análise de diferentes possibilidades de resposta, partindo de casos reais (video, estudos de caso em artigos cientificos ou casos da clínica pedagógica). É incentivado o processo de diálogo. As orientações tutoriais são destinadas ao apoio da construção e análise de um estudo de caso real.
Recurso a projeções, explicações no quadro, exemplificações, casos clínicos em vídeo e observação de casos reais da clínica pedagógica de terapia da fala da UFP; Preenchimento de instrumentos de avaliação com recurso a estudos de caso
Avaliação: Apresentação de trabalho individual (35%); Participação assertiva em sala de aula e mini trabalhos de pesquisa realizados em sala de aula (30%); Teste escrito (35%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A execução pedagógica das aulas decorre de modo coerente com os objetivos fundamentais da UC, e seus conteúdos programáticos. Assim, nesta UC os alunos aprenderão observar, avaliar e decidir, sabendo fundamentar as suas decisões. Sendo a unidade curricular constituída por aulas teórico-práticas, as metodologias de ensino utilizadas enquadram-se nos melhores procedimentos usados nesta área. Desta forma, a exposição das teorias e conceitos chave de comunicação e linguagem na criança terão sempre a participação e análise crítica por parte dos estudantes, acompanhadas de exercícios de consolidação. Nestas aulas pretende-se desenvolver o conhecimento dos alunos e sensibilizá-los para a importância dos temas abordados no contexto real clínico, sendo que a visualização das situações reais contribuem para um melhor enquadramento e maior facilidade na perceção dos objetivos que se pretendem alcançar. Deste modo, os alunos aprenderão observando, analizando, refletindo e tomando decisões sobre os problemas e alternativas propostas, melhorando as suas competências nos temas em questão. Dada a dimensão ecológica e holística do tema da UC (comunicação e linguagem da criança) procurar-se-á, essencialmente, garantir o desenvolvimento das capacidades de aplicar em contextos diferentes os conhecimentos adquiridos, sob influência de diferentes fatores e variáveis, nomeadamente os contextos de vida da criança. A verificação da perceção do entendimento dos mesmos conceitos ocorrerá com recurso ao método interrogativo e participativo. O desenvolvimento dos conhecimentos e das competências desta unidade curricular será efetuado através da realização de pequenos trabalhos práticos (e.g. estudos de caso, role-play), exercícios em sala de aula (e.g. relatórios de avaliação de crianças com base na observação de vídeos ) e em trabalho autónomo de pesquisa e aplicação das competências adquiridas em contexto real. Complementarmente, serão propostos trabalhos com utilização de casos concretos (em vídeo e na clínica pedagógica de TF da UFP) ligados à área do Curso. Por fim, a avaliação dos alunos servirá para a aferição da eficácia das metodologias de ensino desenvolvidas na UC e, se necessário, no futuro poder-se-á realizar algumas correções nas metodologias de ensino.
Bibliografia:
Acosta, V. (2003) Avaliação da linguagem : teoria e prática do processo de avaliação do comportamento lingüístico infantil . São Paulo : Livraria Santos Editora.
SHIPLEY, Kenneth G. (2004) Assessment in speech-language pathology : a resource manual. Clifton Park : Delmar Learnin
GOMES, I. (2005) - «Aprendizagem da Leitura e da Escrita em Português Europeu», in A. F. Pinto de Almeida [org.], Fonoaudiologia e Lusofonia. Porto: Ed. UFP, 315-345.
PEIXOTO, Vânia (2007) – Perturbações da Comunicação – a importância da detecção precoce. Porto: Ed. UFP. Peixoto & Rocha (2009) Metodologias de Intervenção em Terapia da Fala - 1.º Volume
Edições Universidade Fernando Pessoa
Zorzi (2002) A intervenção fonoaudiológica nas alterações da linguagem infantil. Rio de Janeiro : Revinter
Docente (* Responsável):
Eva Antunes (eva@ufp.edu.pt)
Fátima Maia (fmaia@ufp.edu.pt)
Vânia Peixoto (vpeixoto@ufp.edu.pt)