Unidade Curricular:Código:
Endodontia I841END1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3Ciclo IntegradoMedicina Dentária5 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês65
Objectivos de Aprendizagem:
O objectivo da disciplina é o de capacitar os alunos para a obtenção dos conhecimentos suficientes para a execução do protocolo clínico do tratamento endodôntico não-cirúrgico.
Conteúdos Programáticos:
Revisão da Anatomia e Morfologia dentária e pulpar.
Cavidade de acesso: conceito, relevância e normas de execução em cada grupo de dentes.
Fases Tratamento endodôntico não cirúrgico.
Instrumental endodôntico - organização da mesa de trabalho.
Instrumentação - conceito, relevância e técnicas usadas (princípios gerais).
TENC: Negociação dos 2/3 coronários, Preparação dos 2/3 coronários (técnica manual: “crown-down”), Negociação do 1/3 apical. Comprimento de Trabalho (CT): Método radiográfico.
TENC: Preparação do 1/3 apical (técnica manual: “step-back”). Calibragem apical.
Obturação- conceito, relevância e técnicas usadas. Técnica de Condensação Lateral.
Indicações e Contra-Indicações do Tratamento Endodôntico não Cirúrgico.
Radiologia em Endodontia – revisão de técnicas, identificação de estruturas normais e patológicas.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A Endodontia I pretende dotar o aluno de conhecimentos e capacidade quanto à abordagem e correta execução do tratamento endodôntico não cirúrgico. Para tal a componente teórica aborda fundamentalmente o protocolo do tratamento endodôntico assim como os conceitos inerentes à anatomia, morfologia e fisiologia dentária e do sistema de canais radiculares. Nesta unidade, a pratica orientada possibilita o contacto com os diversos grupos de dentes e suas características anatómicas próprias.
É orientada a pesquisa e a seleção de bibliografia científica adequada no âmbito dos temas descritos no programa desta unidade curricular, fomentando assim a leitura científica, o desenvolvimento de capacidade crítica e contacto com nomenclatura científica, bem como a motivação para a elaboração de trabalhos de investigação e apresentações científicas no âmbito da endodontia.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A avaliação desta unidade curricular resulta da ponderação de 60% da componente teórico (T) e de 40% da componente prática e será efectuada de acordo com o Regulamento Pedagógico em vigor. A não obtenção de classificação mínima de 9,5 valores na componente teórica remete o aluno para exame de recurso em época para o efeito, fixada no cronograma académico. A classificação mínima de aprovação da avaliação da prática será de 9,5 valores para aquisição da componente prática desta unidade curricular.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As aulas teóricas privilegiam os métodos expositivo e participativo, com vista a uma inter-relação de conteúdos das ciências da cariologia e da endodontia. Privilegia-se a pesquisa bibliográfica sobre a atualidade dos conteúdos expostos no programa da unidade, sobretudo quanto a ensaios in vitro e in vivo, e restantes evidências da literatura sobre os mesmos. Nas aulas práticas predomina o método demonstrativo e prática pelos alunos, quanto à execução do tratamento endodôntico.
Bibliografia:
Cohen S, Burns RC. Pathways of the Pulp. 11ª ed. Mosby, Inc., 2011
Ingle JL. Endodontics. 6ª ed. Lea e Febiger, 2008
Gutmann JL, Dumsha TC, Lovdahl PE, Hovland EJ. Problem solving in Endodontics. 5ª ed. Mosby, Inc.. 2011
European Society of Endodontology (2006), Quality guidelines for endodontic treatment: consensus report of the European Society of Endodontology. International Endodontic Journal, 39: 921–930. doi: 10.1111/j.1365-2591.2006.01180.x
International Journal of Endodontics
Journal of Endodontics
Docente (* Responsável):
Luis Miguel Reis Martins (lmartins@ufp.edu.pt)
Márcia Cascão (mfcascao@ufp.edu.pt)
Miguel Albuquerque Matos (msmatos@ufp.edu.pt)
Natália Vasconcelos (nvasc@ufp.edu.pt)