Unidade Curricular:Código:
Clínica Integrada de Pacientes Especiais842CIPE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
5Ciclo IntegradoMedicina Dentária4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Esta disciplina destina-se a dotar os alunos de medicina dentária de competências que assegurem cuidados proficientes a doentes com síndromas, deficiências ou patologias que determinam risco especial os ou impeçam de colaborar nos tratamentos dentários convencionais
Conteúdos Programáticos:
Definição de doente com necessidades especiais
Importância da História Clínica
Características das consultas a doentes com necessidades especiais
O plano de cuidados
Doente com défices neurológicos e cognitivos
Doente com patologia: respiratória, cardíaca, digestiva, renal, imunológica, hematológica e oncológica.
O doente diabético
O doente idoso
Complicações da cirurgia oncológica, da radioterapia e da quimioterapia na cavidade oral
A grávida
Suporte básico de vida e recursos necessários no consultório médico-dentário
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Com a aprendizagem e discussão dos temas incluídos nos Conteúdos Programáticos, os alunos deverão saber atuar de forma adequada perante doentes com défices e/ou patologias associadas que obriguem a cuidados especiais.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A Unidade Curricular possui uma componente teórica (CT) e uma componente prática (CP). Na CT são utilizados métodos expositivos, interrogativos e demonstrativos, sobre os tópicos definidos nos conteúdos programáticos. A orientação do estudo autónomo por consulta da bibliografia recomendada é igualmente disponibilizada ao aluno. A CP constará de sessões práticas na Clínica de Medicina Dentária da FCS- UFP.
O regime de avaliação é de avaliação contínua. Na CT será realizado um teste escrito e na CP os alunos serão avaliados de acordo com o seu desempenho prático. O aluno será declarado aprovado a cada componente se obtiver uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores. A classificação final resulta da ponderação de 50% para cada uma das componentes
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino empregues, incluem desde o estudo de manuais teóricos à transmissão de experiências pessoais e profissionais, passando pela discussão de conhecimentos em aula, baseada em “questões problema” e discussão de casos clínicos. Estas diferentes abordagens pedagógicas, visam desenvolver no aluno a capacidade de criar o seu próprio modelo de aprendizagem, adaptado a cada conteúdo programático
Bibliografia:
HARRISON’S Principles of Internal Medicine 19 Ed.
Santos LL e Teixeira LM. Oncologia Oral. Lidel