Unidade Curricular:Código:
Biologia Molecular e Celular841BMC
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1Ciclo IntegradoMedicina Dentária6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
A Biologia Molecular e Celular integra o conhecimento de várias áreas disciplinares, e.g. Genética, Bioquímica e Biologia Molecular, para compreender os seres vivos a partir de uma perspetiva unificadora, a célula. No âmbito desta Unidade Curricular, o processo de aprendizagem visa a aquisição de conhecimentos sólidos que permitam relacionar a complexidade molecular e estrutural com a fisiologia celular, e a aquisição de aptidões científicas genéricas – (i) recolha, seleção, análise, interpretação e validação de informação técnico-científica, (ii) comunicação de informação ténico-científica e (iii) atualização contínua e autónoma dos conhecimentos. Ao nível das competências, o processo de aprendizagem visa proporcionar capacidade para reconhecer e compreender a importância da célula na saúde e na doença.
Conteúdos Programáticos:
I. Teórica: Perspetiva histórica; Modelo estrutural dos sistemas biológicos: célula e água; Estrutura e função das biomoléculas: ácidos nucleicos, proteínas, hidratos de carbono e lípidos; Biomembranas: estrutura, funções, transporte transmembranar; Organelos celulares: ultra-estrutura, biogénese, fisiologia e patologia; Proteólise e Proteostase; Biosinalização, proliferação (regulação do ciclo celular) e morte celular (necrose, apoptose, autofagia e necroptose). II. Prática:Caracterização de aminoácidos e proteínas; Isolamento de proteínas; Estudo da ação da enzima peroxissomal catalase; Princípios básicos de Microscopia Óptica e de Micrometria; Elaboração e observação de preparações extemporâneas de tecidos vegetais e de tecidos animais; Estudo morfológico e estrutural de células procarióticas; Isolamento de organelos celulares e estudo da permeabilidade da membrana organelar e da membrana celular; Observação de células em diferentes fases do ciclo celular.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
A componente teórica analisa a célula a partir de uma perspetiva molecular e a sua importância é salientada com doenças causadas pela perda ou ganho de função de proteínas, promovendo uma compreensão ampla e integrada sobre a fisiopatologia celular. A componente prática é focada na resolução de problemas, permitindo ao aluno contactar com técnicas experimentais básicas, aplicar o método científico, aplicar conceitos teóricos, e desenvolver o método e a atividade de pesquisa bibliográfica. A interligação e complementaridade entre as as duas componentes promove e melhora: (i) A compreensão do papel da célula na dinâmica de organismos multicelulares, na saúde e doença; (ii) A capacidade para executar técnicas básicas e interpretar resultados; (iii) A análise e compreensão de literatura científica; (iv) O desenvolvimento de raciocínios científicos; e (v) A apreensão e a comunicação de informação técnico-científica. Assim, a execução do programa irá produzir os resultados pretendidos.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
I. Componente teórica: compreende aulas teóricas e a aprovação é certificada através da realização de 2 testes escritos (classificação média de, pelo menos, 10/20 valores; ponderação na nota final, 70%). A não aprovação em avaliação contínua remete o aluno para a realização de exame no final do semestre. O exame tem a duração de 2 horas e incide sobre a totalidade do programa. II. Componente prática: integra aulas práticas e aulas laboratorias. A aprovação é certificada através da realização de 2 testes escritos (16%) e do desempenho do aluno (4%). A aprovação implica a obtenção de, pelo menos, 10/20 valores (ponderação na nota final, 20%). Adicionalmente é orientado e classificado um trabalho por grupo de alunos (relatório de atividade laboratorial ou pesquisa bibliográfica) (ponderação na nota final, 10%). Material didático e artigos científicos, ou outros de utilização livre, estarão disponíveis através do e-learning.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
I. Componente teórica: Esta componente é desenvolvida a partir da exposição descritiva e integrada dos conceitos, teorias e mecanismos subjacentes ao programa teórico. A sua progressão ocorre de forma articulada com o material didático e a bibliografia, e inclui a reflexão conjunta sobre aspetos fulcrais do programa. Para a aquisição dos conhecimentos são aplicadas metodologias de ensino diretas e indiretas as quais promovem, simultaneamente, um nível de compreensão amplo e integrado, e a melhoria da autoaprendizagem. II. Componente prática: A aprendizagem é baseada na resolução de problemas de aplicação prática, recorrendo a uma abordagem experimental, bioinformática ou teórica-prática, e visa melhorar: (i) Integração conceptual, (ii) Operacionalização em ambiente laboratorial (organização, raciocínio e execução), (iii) Recolha, seleção, análise, sistematização, interpretação crítica e validação de informação técnico-científica, (iv) Comunicação oral e escrita de informação científica, e (v) Atualização autónoma do conhecimento. A autoaprendizagem é também estimulada através do desenvolvimento de um trabalho por grupos de 2-3 alunos. O tema (ou artigo cientifico) é selecionado a partir de uma lista pré-elaborada pela equipa docente e visa o aprofundamento dos conhecimentos sobre a etiopatogénese molecular e celular de diversas doenças. Após revisão do trabalho, a sua apresentação oral é sucedida de discussão quanto à forma, conteúdo e dempenho do aluno, e classificado. A participação ativa do aluno nesses seminários representa uma oportunidade adicional para apreender a relevância dos conhecimentos da biologia celular para a prática clínica. Em alternativa pode ser efetuado um relatório de atividades laboratoriais inter-relacionadas e ilustrativas da importância da relação estrutura-função para a fisiologia celular. Material didático, incluindo material de ensino assistido por computador e textos de apoio (e.g. Manual de Exercícios com o enquadramento científico, os objetivos específicos referentes a cada módulo do programa teórico e exercícios resolvidos, e Manual Prático-Laboratorial, ambos desenvolvidos pelos docentes), e artigos científicos ou outros de utilização livre, estarão disponíveis através do e-learning. Adicionalmente às horas de contacto, o processo de aprendizagem poderá ser complementado presencialmente, durante o horário de atendimento do docente, ou utilizando as ferramentas de comunicação digital institucionais (e-mail/e-learning). A utilização desses recursos informáticos é, também, um importante contributo para a promoção e estímulo do processo de autoaprendizagem do aluno.
Bibliografia:
1.QUINTAS A., FREIRE A.P., HALPERN M.J. – Bioquímica: Organização molecular da vida/Lidel, 2008
2.MURRAY RK, GRANNER DK, RODWELL VW – Harpers’s Illustrated Biochemistry – Lange Medical Books/McGraw-Hill, 27th ed, 2006
3. SUNKEL CE, AZEVEDO C. - Biologia Molecular e Celular, Lidel eds. Técnicas, 5ª Edição, 2012 ISBN: 9789727576920 (existe 4ª edição, 2010)
4. RIBEIRO MG et al. - Manual de exercícios de apoio à componente teórica da UC, 2014.
5. CASTRO A, CASTRO R, COELHO MJ, RIBEIRO MG Manual de trabalhos laboratoriais de apoio à componente prática da UC, 2017.
6. Lodish H, Berk A, Kaiser CA, Krieger M, Bretscher A, Ploegh H, Amon A, Martin KC. Molecular Cell Biology. WH Freeman, 8th Edition, 2016. ISBN: 9781464183393. (existe a 3ª edição, 1995, e a 4ª edição, 2000)
7. Alberts B, Johnson A, Lewis J, Morgan D, Raff M, Roberts K, Walter P. Molecular Biology of the Cell. Garland Science, 5th Edition, 2014. ISBN: 9780815344322. (existe a 4ª edição, 2002)
Docente (* Responsável):
Anabela Castro (acastro@ufp.edu.pt)
Maria Coelho (mcoelho@ufp.edu.pt)
Maria Gil Ribeiro (gribeiro@ufp.edu.pt)
Ricardo Magalhães (ricmag@ufp.edu.pt)