Unidade Curricular:Código:
Bioquímica Fisiológica842BFIS
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1Ciclo IntegradoMedicina Dentária4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Na Unidade Curricular de Bioquímica Fisiológica, o aluno terá de obter aprovação a todas as componentes programáticas às quais tenham sido indexados ECTS.
Obter aprovação à unidade curricular numa escala numérica de 10 a 20 valores é condição necessária mas não suficiente para creditação do total de ECTS e inscrição da Unidade Curricular no diploma do aluno.
A unidade curricular tem associados 4 ECTS, indexados às seguintes componentes: 2,0 ECTS para as unidades lectivas correspondentes às vertentes teórica e teórica/prática e 2 ECTS para a componente prático-laboratorial.
Conteúdos Programáticos:
Metabolismo: metabolismo dos hidratos de carbono; metabolismo lipídico; metabolismo dos aminoácidos; interrelações metabólicas. Digestão e absorção gastrointestinal. Sistema endócrino.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos que integram a unidade curricular vão de encontro às necessidades que são estabelecidas nos objetivos, pois fornece aos alunos os ensinamentos necessários (conceitos, técnicas, metodologias) para que sejam capazes de atingir os objetivos enunciados anteriormente.
Toda a informação fornecida tem como objetivo sensibilizar os alunos para a importância de: Metabolismo das principais biomoléculas; Digestão e absorção gastrointestinal; Sistema endócrino.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
As metodologias a utilizar são os métodos expositivo, dedutivo e indutivo. É utilizada também a metodologia por simulação pedagógica, isto é, o processo de ensino/aprendizagem é realizado em condições próximas da realidade laboratorial. Os alunos resolverão casos práticos, semelhantes às situações que irão ter na sua vida profissional, os quais permitirão, recorrendo a diversas técnicas analíticas, desenvolver o seu espírito crítico.
A avaliação da unidade curricular integra, além de uma avaliação contínua, o desempenho do aluno no laboratório.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Os objetivos da unidade curricular são alcançados pela utilização da metodologia referida uma vez que a componente expositiva confere uma orientação na sistematização do estudo e a exercitação prática promove a aplicação prática dos conceitos e das teorias estudadas no âmbito da unidade curricular. Para além disso, a utilização de um conjunto de materiais de estudo criado propositadamente, assim como as sessões de apoio para esclarecimento de dúvidas e as atividades de avaliação de conhecimentos, permitem um elevado nível de ajustamento entre as metodologias utilizadas e os objetivos da unidade curricular. A adoção das metodologias preconizadas permitirá aos alunos: adquirir conhecimentos; descobrir métodos de trabalho a utilizar; assumir comportamentos profissionais; detetar a importância da atividade desenvolvida no contexto laboratorial; aplicar os conhecimentos em situações novas; suscitar uma discussão permanente nas aulas.
Bibliografia:
1) Devlin T.M., 2010, “Textbook of Biochemistry with clinical correlations”, 7.ª edição, Wiley-Liss.
2) Leal F, Lopes Cardoso I., 2013, “Casos Clínicos em Bioquímica” edições Universidade Fernando Pessoa.
3) Lopes Cardoso I. et al., 2013, “Trabalhos Laboratoriais de Bioquímica”, 2ª ed., edições Universidade Fernando Pessoa.
4) Lopes Cardoso I., Leal F., 2013, “Manual de exercícios de Bioquímica”, edições Universidade Fernando Pessoa.
5) Nelson D.L., Cox M.M., 2017, “Lehninger Principles of Biochemistry”, 7.ª edição, W.H. Freeman and Company, N.Y.
6) Mckee T., McKee JR, 2016, “Biochemistry: the molecular bases of life”, 6.ª edição, Oxford University Press.
7) Wildmaier E, Raff H, Strang KT, 2016, “Vander’s Human Physiology”, 14.ª edição, McGraw-Hill.
8) Gardner D.G., Shoback D, 2017, “Greenspan’s Basic & Clinical Endocrinology”, 10.ª edição, McGraw-Hill.
9) Leal F., Lopes Cardoso I., 2018, “Sistema Endócrino e Patologias Associadas”, Lusodidacta, ISBN: 978-989-8075-83-3.
Docente (* Responsável):
Inês Lopes Cardoso (mic@ufp.edu.pt)
Pedro Silva (pedros@ufp.edu.pt)