Unidade Curricular:Código:
Anestesia e Sedação em Medicina Dentária842ANES
Ano:Nível:Curso:Créditos:
5Ciclo IntegradoMedicina Dentária2 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês26
Objectivos de Aprendizagem:
No final da frequência da disciplina e tendo obtido aprovação em todos os momentos previstos, o discente deverá ter adquirido as competências necessárias à prática segura das mais frequentes técnicas de anestesia e sedação necessárias na medicina dentária actual. Deverá possuir conhecimentos teóricos suficientes que lhe permitam conhecer os diferentes tipos de abordagem ao paciente, no que diz respeito à anestesia, à analgesia e à sedação nos casos em que exista indicação clínica
Deverá também ser capaz de estratificar os pacientes consoante o seu perfil e os seus antecedentes clínicos, de forma a equacionar com segurança qual a abordagem anestésica mais adequada e, no caso da sedação, avaliar as indicações e contra indicações, os fármacos, as doses e as técnicas mais adequadas e compreender a sedação nos seus diferentes graus, da sedação ligeira à anestesia geral com recurso em casos específicos, ao apoio de outros profissionais como os médicos anestesiologistas.
Conteúdos Programáticos:
Sistema nervoso autónomo e periférico. Metabolismo hepático e renal. Fisiopatologia e mecanismos da Dor; dor aguda e crónica. O que é a Anestesia e a Analgesia. Definição de sedação; Níveis de sedação: Sedação Minor/Ansiolise, Moderada/Consciente, Profunda, Anestesia Geral. Recurso à sedação em Medicina Dentária: Sedação no adulto; Vias de administração; Sedação no Paciente Pediátrico. Adequabilidade da sedação em consultório; fármacos mais utilizados em sedação para Medicina Dentária: benzodiazepinas, opióides e gases. O protóxido de azoto; princípios gerais; vantagens, desvantagens, indicações, contraindicacões para os pacientes e para os médicos dentistas; riscos associados. Estratificação do risco e selecção de pacientes; classificação ASA; noções básicas acerca da via aérea e da ventilação; diversas abordagens, métodos e técnicas e suas indicações clínicas. Fármacos utilizados; Situações de Emergência mais frequentes em medicina dentária: seu reconhecimento e abordagem.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Do processo de aprendizagem resultará a capacidade de utilizar as técnicas e fármacos que melhor resultado permitirão em termos de conforto e segurança do paciente bem como perceber que pacientes deverão ser abordados em ambiente ambulatorial no consultório e quais os que necessitarão de cuidados em meio hospitalar. Pretende-se que os alunos percebam as vantagens para determinados pacientes do recurso a práticas de sedação, as quais deverão conhecer e estar aptos para recorrer das que pertencem também ao seu domínio técnico.
Das competências a atingir, consta ainda o conhecimento das situações de emergência mais frequentes na prática médico-dentária ambulatorial, o seu reconhecimento e abordagem inicial.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
As aulas são teórico-práticas de carácter expositivo, demonstrativo, com discussão de casos clínicos concretos e reais. Pretende-se que os alunos compreendam os conteúdos de forma interactiva, discutam casos que considerem interessantes e de relevo.
A avaliação é contínua e baseia-se nas competências adquiridas pelos discentes, sendo valorizada qualitativamente a sua motivação para o processo educativo e pela sua aplicabilidade clínica. As aulas permitem avaliar a performance e interesse dos alunos de modo continuado e as provas escritas constituem um reforço quantitativo.
Assim, a avaliação será constituída por duas provas escritas, com 60 minutos de duração cada e constituindo cada uma delas 45% da nota final. Os restantes 10% são atribuídos atendendo ao desempenho, motivação e interesse demonstrado ao longo das actividades lectivas. Existe a possibilidade de realizar exame final, assim como as demais provas de carácter extraordinário legalmente previstas.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino adoptadas permitem a aquisição das competências previstas e expectáveis e os métodos de avaliação permitem estimular o aluno a adquirir essas competências de forma gradual e progressiva enquadrando-se no quadro legal e no regulamento interno da UFP.
Bibliografia:
1.Emergency Medicine; Current Diagnosis and Treatment; C. Keith Stone; McGraw-Hill
2.Oxford Handbook of Emergency Medicine; Wyatt Jonathan et al; Oxford Medical Publishing
3.Morgan, G. E. (Jr.), Mikhail, M. S. E Murray, M. J (2006). Clinical Anesthesiology. 4ª edição. Nova Iorque. Lange
4.O´Halloran, M. (2013). The use of anaesthetic agents to provide anxiolysis and sedation in dentistry and oral surgery, Australian Medical Journal, 6(12), pp.713-718
5. M Matsuura H. Analysis of systemic complications and deaths during dental treatment in Japan. Anes Prog. 1989;36:223–225. [PMC free article] [PubMed]
6. Material distribuído nas aulas.