Unidade Curricular:Código:
Endodontia III841END3
Ano:Nível:Curso:Créditos:
4Ciclo IntegradoMedicina Dentária4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
A temática desta unidade curricular (UC) visa capacitar os alunos para a execução, em clínica, de procedimentos de Endodontia em pacientes. A UC pretende proporcionar um suporte científico, tanto no âmbito dos materiais dentários terapêuticos/endodônticos, para a compreensão dos princípios essenciais e técnicas, simples e avançadas, fundamentais no âmbito do tratamento da patologia pulpar e perirradicular.
Conteúdos Programáticos:
Indicações e contra-indicações do Tratamento Endodôntico Não-Cirúrgico. Protocolo clínico de tratamento endodôntico não-cirúrgico: fim de consulta. Isolamento absoluto em Endodontia: conceito, instrumental, técnicas e protocolo clínico. Pré-tratamento endodôntico e Isolamento absoluto em casos clínicos simples e complexos. Determinação do comprimento de trabalho pelo método electrónico (localizador electrónico do ápice). Revisão Protocolo Irrigação e soluções Irrigantes alternativas. Obturação termoplástica versus condensação lateral. Diagnóstico em Endodontia: discussão de casos clínicos. Controlo da infecção cruzada na consulta de Endodontia. Sessão única versus sessões múltiplas. Medicação Intracanalar: conceito, propriedades, indicação de uso e protocolo clínico. Radiologia em Endodontia – revisão de técnicas, identificação de estruturas normais e patológicas.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os temas são aqueles que permitem aos alunos adquirir o conhecimento necessário para atender eficientemente casos endodônticos monocanalares de grau de dificuldade e risco baixo.
Esta UC visa, também, na componente prática clínica, a aquisição de competências no que se refere ao senso clínico necessário relativamente ao diagnóstico da patologia pulpar e periapical, bem como às intervenções clínicas necessárias para conservar o dente, em função, na cavidade oral.
Na componente teórica (T) expositiva há orientação para a pesquisa e seleção bibliográfica científica adequada no âmbito dos temas descritos no programa desta UC, fomentando, assim, a leitura científica, o desenvolvimento de capacidade crítica e o contacto com a nomenclatura científica.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A avaliação contínua ao longo do semestre resulta da ponderação de 50% de cada uma das componentes. A componente Teórica compreende uma prova escrita; na componente Prática-Laboratorial, em sessões semanais, serão efectuados, pelos alunos, tratamentos endodônticos em dentes monocanalares em pacientes, tratamentos endodônticos in vitro em dentes multicanalares e a actividades diversas relacionadas com o protocolo da consulta de Endodontia.
A classificação mínima de aprovação em cada componente será de 9,5 valores. A não obtenção dessa classificação mínima, na componente teórica remete o aluno para exame de recurso em época para o efeito, fixada no cronograma académico. O aluno com classificac¸a~o inferior a 9,5 valores na componente pra´ctica é declarado “na~o aprovado”.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A componente teórica (T; 15h) permite a integração dos princípios de Endodontia e a componente prática-laboratorial (PL; 45h), a execução do protocolo clínico do Tratamento Endodôntico Não-Cirúrgico, pretendendo-se que a aquisição de competências seja feita de forma sistematizada e integrada. Na tipologia T predominam os métodos expositivo, ilustrativo e participativo; já na PL, predomina o método demonstrativo e a prática clínica e pré-clínica do aluno para lhe possibilitar o desenvolvimento de competências técnicas e científicas bem como treino e análise da destreza manual, individual e em equipa. Na componente Orientação Tutorial (OT; 7,5h) serão desenvolvidas actividades que visam o uso de bibliografia, a pesquisa científica e organização de leituras para aprofundamento dos conteúdos transmitidos assim como a sua actualização. As outras (O; 7.5 horas) consistem em sessões livres que proporcionam, ao aluno, identificar e usar corretamente recursos didáticos com aplicabilidade prática no âmbito da unidade curricular.
Bibliografia:
Cohen S, Burns RC. Pathways of the Pulp. 11ª ed. Mosby, Inc., 2011
Ingle JL. Endodontics. 6ª ed. Lea e Febiger, 2008
Gutmann JL, Dumsha TC, Lovdahl PE, Hovland EJ. Problem solving in Endodontics. 5ª ed. Mosby, Inc.. 2011
European Society of Endodontology (2006), Quality guidelines for endodontic treatment: consensus report of the European Society of Endodontology. International Endodontic Journal, 39: 921–930. doi: 10.1111/j.1365-2591.2006.01180.x
Siqueira JF Jr. Treatment of endodontic infections. 1st ed. London: Quintessence Publishing, 2011
Artigos científicos recomendáveis em função dos conteúdos programáticos.
Docente (* Responsável):
Alexandra Martins (alexmar@ufp.edu.pt)
Ana Teles (anateles@ufp.edu.pt)
Beatriz Monteiro (beatrizm@ufp.edu.pt)
Duarte Guimarães (duarteg@ufp.edu.pt)
Joana Domingues (joanad@ufp.edu.pt)
Luis Miguel Reis Martins (lmartins@ufp.edu.pt)
Natália Vasconcelos (nvasc@ufp.edu.pt)
Ricardo Esteves (resteves@ufp.edu.pt)
Tiago Reis (tiagofaria@ufp.edu.pt)