Unidade Curricular:Código:
Clínica Integrada de Odontopediatria I841CIO1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
5Ciclo IntegradoMedicina Dentária6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
Dotar os alunos com os conhecimentos básicos de crescimento e desenvolvimento do aparelho estomatognático e a capacidade de interpretar o que é normal e anormal em cada momento, por forma a agir com atitudes preventivas, intercetivas e corretivas oportunas.
Proporcionar aos alunos a capacidade de diagnosticar clinicamente síndromas oclusais, bem como o conhecimento da sua etiologia, sintomatologia e princípios terapêuticos genéricos.
Proporcionar aos alunos a capacidade de atendimento clínico de pacientes com necessidades especiais: Pacientes com perturbação do espetro do autismo, Paralisia cerebral e Perturbação de hiperatividade e défice de atenção.
Informação e utilização de exames subsidiários no diagnóstico ortodôntico (radiografias e modelos).
Informação e utilização de exames subsidiários no diagnóstico odontopediátrico: determinação do risco de cárie e definição de programa preventivo.
Conhecer as técnicas avançadas de controlo de comportamento.
Conteúdos Programáticos:
Programa T: Fatores Etiológicos da Má Oclusão: Classificação. Evolução das diversas nomenclaturas em relação com a predominância da genética ou fatores ambientais. Fatores Gerais: Hereditariedade, Defeitos congénitos, Fatores ambientais, Hábitos de pressão anormal. Fatores Locais: Anomalias de número, de tamanho, de forma, Freio labial anormal, Diastemas falsos e hereditários, Extrações precoces, Retenção prolongada, Erupção tardia, Via eruptiva anormal, Anquilose, Lesões de cárie, Reconstruções inadequadas. Pacientes especiais: PEA, Paralisia cerebral e PHDA.
Determinação de risco de cárie e Definição de programa preventivo.
Sedação consciente com protóxido de azoto e anestesia geral em Odontopediatria.
Materiais bioativos em ODP: remoção de cárie (seletiva/não seletiva).
Programa Prático: Diagnóstico ortodôntico integrado: Avaliação radiográfica. Traçados cefalométricos. Discussão dos casos e opções terapêuticas. Atendimento clínico de pacientes.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Matérias sequencialmente ordenadas e continuamente atualizadas para, gradativamente e numa sequência lógica, introduzir aos alunos conceitos cada vez mais elaborados, desde o diagnóstico à ação terapêutica, no atendimento integral de pacientes odontopediátricos.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A UC estará dividida nas componentes Teórica, Prática Clínica, Orientação Tutorial, e Outros. Componente Teórica: abordará temas básicos, com recurso a apresentações teóricas. Componente Prática clínica: realização de práticas simuladas de diagnóstico ortodôntico e atendimento clínico de pacientes infantis. A avaliação será efetuada nas componentes Teórica e Prática Clínica (peso de 50% cada componente). Na componente Teórica será realizada uma prova escrita no final do semestre. A avaliação na Prática clínica será contínua e realizada em ambas as componentes da UC: Odontopediatria e Ortodontia. A aprovação desta UC atribui 3 ECTS, sendo obrigatória a nota mínima de 10 valores em cada uma das componentes. O regime de assistência às aulas reporta ao regulamento pedagógico em vigor.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As várias componentes permitirão a aquisição de conhecimentos teóricos dos temas abordados que serão aplicados no atendimento clínico de pacientes. A avaliação dos conhecimentos práticos da componente ortodontia será efetuada com base num mínimo de 2 apreciações por aluno. Estas apreciações, podem consistir na execução de trabalhos previamente realizados, acompanhados ou não de um questionário relativo ao trabalho em avaliação, num questionário teórico-prático ou numa apreciação de técnica individual. Podem ser efetuadas avaliações de natureza prática para além das previstas, não sendo, necessariamente, antecedidas de prévio aviso. A avaliação contínua permite que o aluno tenha conhecimento da sua progressão nas matérias. Nas componentes Orientação Tutorial e Outra serão desenvolvidas atividades que permitam aos alunos aprender a usar corretamente bibliografias, desenvolver métodos de pesquisa científica e organizar leituras para permitir o aprofundamento dos conteúdos transmitidos assim como a sua atualização.
Bibliografia:
-Contemporary Orthodontics. William R. Proffit Ed: Mosby Year Book, Inc., St Louis, Missouri (2ª Ed), 1993
-Ortodoncia – Teoria e Practica. T.M. Graber. Ed: Interamericana
-Handbook of Orthodontics. Robert E. Moyers. Ed: Year Book Medical Publishers, Inc.
-Manual Sobre Crescimento Facial. Donald H. Enlow. Ed: Inter-Médica
-Anatomie céphalique téléradiographique norma lateralis, norma frontalis, norma axialis. Pierre E. Vion. Ed. Vanves Éditions SID DL 1997.
-Barbería E. et alli. (1995). Odontopediatría. Barcelona. Masson.
-Boj, JR. et alli. (2004). Odontopediatría. Barcelona. Masson.
-McDonald, RE. e Avery, DR. (1995). Odontopediatria. Rio de Janeiro. (6ªedição). Guanabara Koogan.
-Kramer, PF., Feldens, CA. e Romano, AR. (1997). Promoção de Saúde Bucal em Odontopediatria- diagnóstico, prevenção e tratamento da cárie oclusal. São Paulo. Ed. Artes Médicas.
-Pereira, A. et alli. (2001). Cáries Precoces da Infância. Medisa.
Docente (* Responsável):
Ana Gião (agiao@ufp.edu.pt)
Cátia Carvalho Silva (catiasilva@ufp.edu.pt)
Cristina Silva (cristinalsilva@ufp.edu.pt)
Maria Queirós (mqueiros@ufp.edu.pt)
Mónica Pinho (monicap@ufp.edu.pt)
Rita Rodrigues (cmendes@ufp.edu.pt)
Tiago Bessa Martins (tiagobessa@ufp.edu.pt)
Vanda Urzal (vandaurzal@ufp.edu.pt)