Unidade Curricular:Código:
Biologia do Envelhecimento 1006BENV
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1CTSPGerontologia e Intervenção Comunitária3 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês39
Objectivos de Aprendizagem:
Familiarizar os alunos para as alterações normais decorrentes da idade.
Alertar os alunos para disfunções que possam ocorrer com a idade.
Compreender as alterações físicas e funcionais que se podem esperar ocorrer com a idade.
Distinguir e compreender as várias teorias do envelhecimento.
Contribuir para um envelhecimento saudável
Mostrar a importância do conhecimento e aplicação das medidas preventivas no modo de vida.
Conteúdos Programáticos:
I. Introdução, conceitos básicos e teorias biológicas do envelhecimento
1. Visão geral do envelhecimento
2. Definições: senescência, senilidade e homeostenose.
3. Mitos, factores intrínsecos e extrínsecos que desempenham um papel no processo de envelhecimento,
4. Tipos de envelhecimento: cronológica vs idade.
5. Teorias biológicas do envelhecimento:
5.1. Classificação segundo Medvedev,
5.2. Teorias deterministas e estocásticas
II. Envelhecimento de órgãos e sistemas: pele e dos tecidos conjuntivos; sistema esquelético; sistema cardiovascular; sistema respiratório; sistema digestivo e excretor; sistema nervoso; sistema imunitário; sistema endócrino e orgãos dos sentidos.
2.1 Principais patologias associadas
2.2. Stress e envelhecimento
III. Estratégias de retardamento do envelhecimento.
3.1. Restrição calórica.
3.2. Manipulação da taxa metabólica.
3.3. Exercício, vitaminas e tratamento antioxidante.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos foram definidos em função dos objetivos e competências a serem adquiridos pelos estudantes sendo de natureza informativa e de convite à reflexão crítica e discussão sobre as alterações que os diferentes orgãos/sistemas sofrem ao longo do tempo, estando deste modo em consonância com os objetivos de conhecimentos apresentados.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Expositivo e ativo (aprendizagem ativa) incluindo exposição participativa nomeadamente na discussão de casos clínicos e situações da actualidade. Recurso a imagem e a diagramas explicativos. A avaliação constará de um teste individual.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A metodologia adoptada pretende proporcionar a aquisição de conhecimentos sob a forma de uma aprendizagem activa e dinâmica na qual as competências serão consolidadas através da análise crítica de casos clínicos relevantes no âmbito da disciplina, num sistema de discussão em grupo.
Bibliografia:
Saxon SV, MJ Etten, EA Perkins. (2010). Physical Change & Aging. 5th ed. New York: Springer Publishing Company.
Arking, Robert (2006). The Biology of Aging: Observations & Principles, Oxford University Press.
DiGiovanna, Augustine G. (2000), Human Aging: Biological Perspectives, 2nd ed., McGraw-Hil.
Silva, M. (1994). Biologia do Envelhecimento. Universidade do Algarve
Teixeira, I. N. D'A. O. e Guariento, M. E. 2010. Biologia do envelhecimento: teorias, mecanismos e perspectivas. Ciênc. saúde coletiva [online], vol.15, nº.6, 2845-2857.
Mota, M. P., Figueiredo, P.A., Duarte, J. A. 2004. Teorias biológicas do envelhecimento. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, vol. 4, nº 1, 81–110.
Docente (* Responsável):
José Neves (jneves@ufp.edu.pt)