Unidade Curricular:Código:
Projecto e Estágio Profissionalizante I161PREP
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaFisioterapia15 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês195
Objectivos de Aprendizagem:
Pretende-se com esta unidade curricular que o aluno seja capaz de identificar as metodologias de investigação a as fases de elaboração de um projecto de investigação. Dominar as metodologias de um trabalho científico, nomeadamente no que se refere à definição do tema estudado e discussão das metodologias.
Em Estágio, o aluno deverá ter sempre presente a perspectiva de que os cuidados podem/devem englobar o cliente, a família, o grupo e a comunidade e para que se torne um Fisioterapeuta capaz na área da prestação e da gestão dos cuidados. O aluno deverá ser capaz de identificar e executar as diferentes técnicas, conhecer as suas indicações e contra-indicações, assim como integrar o conhecimento formulando um raciocínio clínico adequado
Conteúdos Programáticos:
1-Projecto, Selecção e definição de um problema de investigação e das referências bibliográficas, Formulação de objectivos e hipóteses de estudo. Tipos de investigação. Análise dos dados e sua interpretação. Componentes de um artigo cientifico. 2- Estágio, Compreender o funcionamento e dinâmica do serviço; Estabelecer relações terapêuticas; Desenvolver estratégias de educação para a saúde; Prestar cuidados globais; Executar com correcção as normas aprendidas; Demonstrar conhecimentos teóricos e ser capaz de os integrar na prática clínica; Compreender a organização e priorização dos cuidados; Aplicar as metodologias de registo das práticas de Fisioterapia; Demonstrar capacidade de integração e relacionamento com a equipa pluridisciplinar; Demonstrar uma atitude crítico-reflexiva perante as práticas; Integrar os conhecimentos de ética e de deontologia profissional na prática dos cuidados, desenvolvendo a sua consciência e a sua identidade.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Teórico-práticas: Ao transmitir conhecimentos e fomentar a discussão sobre as metodologias de investigação científica e normas de elaboração de projecto de investigação possibilita-se que os alunos adquiram a capacidade de analisar criticamente este processo e fomentar o futuro desenvolvimento profissional na elaboração do seu pré projecto de investigação.
Estágio: Ao possibilitar a prática clínica pretende-se que o aluno no estágio adquira um raciocínio clínico fundamentado de forma a ser capaz de seleccionar e executar as diferentes técnicas referentes às diferentes unidades lectivas de forma adequada a cada caso clínico. O aluno deverá identificar as indicações e contra-indicações das técnicas seleccionadas.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Teórico-práticas: as temáticas abordadas serão transmitidas de forma expositiva e/ou em formato de discussão dos temas no seio de grupos de alunos com uma análise geral final para todos os discentes. Estas aulas visam a aquisição por parte dos alunos de conhecimentos teórico-práticos que sustentem os métodos de investigação em fisioterapia. A avaliação dos conhecimentos será efectuada através de uma avaliação teórica e a formulação do pré projeto de investigação.
Estágio: Compreende prática clínica supervisionada onde os alunos deverão aplicar as técnicas de avaliação e tratamento em fisioterapia aprendidas, em casos clínicos reais e em diferentes contextos. A avaliação compreenderá a prestação prática do aluno, a elaboração de um dossier de estágio e com a análise aprofundada de estudos de caso.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Teórico-prática: Compreende aulas expositivas e/ou em formato de discussão com a apresentação de estudos de caso em formato de discussão de modo a permitir a aquisição, por parte do aluno, de conhecimentos teórico-práticos da os métodos de investigação em fisioterapia Estagio: Através da prática clínica supervisionada os alunos deverão aplicar as técnicas de avaliação e tratamento em fisioterapia aprendidas, em casos clínicos reais e em diferentes contextos, formulando um raciocínio clínico adequado que lhes permitam avaliar e tratar pacientes em situações clínicas reais de uma forma cada vez mais autónoma.
Bibliografia:
Fortin MF (1999). O Processo de Investigação. Lusociência, Loures.
Hicks,CM (2006) "Métodos de Investigação para Terapeutas Clínicos – Concepção de Projectos de Aplicação e Análise", Lusociência – Edições Técnicas e Científicas.
Hill MM e Hill A (2000). Investigação por Questionário. Edições Sílabo Lda, 1ª edição. Lisboa.
Docente (* Responsável):
Ana Vasco (avasco@ufp.edu.pt)
Clarinda Festas (clarinda@ufp.edu.pt)
Nuno Ventura (nunov@ufp.edu.pt)
Rosário Martins (mrosario@ufp.edu.pt)