Unidade Curricular:Código:
Métodos e Técnicas de Fisioterapia V161MTF5
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaFisioterapia8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês104
Objectivos de Aprendizagem:
Dotar os alunos de conhecimentos e capacidade de compreensão ao nível da análise dos componentes do movimento normal/funcional humano integrando os conhecimentos de neuroanatomia, biomecânica e neurofisiologia e aplicando-os na avaliação e tratamento de doentes neurológicos e pediátricos.
O aluno no final deverá ser capaz de avaliar, identificar e executar os diferentes métodos/ técnicas/abordagens de fisioterapia e aplicá-las nos contextos e casos clínicos de doentes neurológicos e pediátricos. O aluno deverá conhecer as indicações e contra-indicações de cada método/técnica/abordagem e formular um raciocínio clínico adequado que lhes permitam avaliar e tratar os doentes.
Conteúdos Programáticos:
Teórico-prática: Divisão funcional do Sistema Nervoso; Sistema somatosensorial, Visão e Equilíbrio; Estruturas do SN e relevância; CPG´s; Reorganização do SNC após lesão e consequências; Neuroplasticidade. Prática: I.Intervenção em Adultos com Disfunções Neurológicas: Métodos/estratégias de avaliação e intervenção em doentes com alteração do tónus; Conceito de Bobath; Outras abordagens terapêuticas: Carr & Shepherd, CIMT, BrunnstrÖm, Perfetti, Margareth Johnstone, Rood . II.Intervenção em Crianças com Paralisia Cerebral: Métodos e técnicas de e avaliação, Conceito de tratamento do Neurodesenvolvimento – Bobath .III. Intervenção em Crianças com outras condições neuromusculoesquléticas. Avaliação e tratamento de crianças com: Torcicolo muscular congénito, Paralisia Obstétrica do Plexo Braquial, Deformidades do pé, Espinha, Bífida, Displasia de desenvolvimento da anca, Artrogripose múltipla congénita, Doenças Neuromusculares, síndromes. IV Equitação terapêutica
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Teórico-prática: O aprofundamento de conceitos teórico-práticos abordados possibilita ao aluno compreender a fundamentação científica que baseia a intervenção terapêutica em doentes neurológicos e pediátricos. Prática: A prática dos métodos de avaliação/procedimentos dos conteúdos de Intervenção em adultos com disfunções neurológicas, Intervenção em Crianças com Paralisia Cerebral e outras disfunções neuromusculoesqueléticas e Equitação Terapêutica permite ao aluno desenvolver capacidades de execução técnica e diferentes estratégias de intervenção. O conhecimento das indicações e contra-indicações destas abordagens permite-lhe desenvolver capacidade de formular um raciocínio clínico adequado e executar, em contexto real, as melhores práticas no paciente neurológico e pediátrico.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A nota final será calculada tendo em conta 70% da nota final da prática e 30% da nota final da componente teórica-prática.
Teórica-prática: Compreende aulas expositivas e/ou em formato de discussão dos temas propostos. A avaliação contínua compreende duas provas escritas (50% + 50%) onde são avaliados os pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam a intervenção do fisioterapeuta em adultos com disfunções neurológicas, em Crianças com Paralisia Cerebral e outras disfunções neuromusculoesqueléticas e na Equitação Terapêutica.
Prática: Compreende aulas demonstrativas e prática repetida das técnicas de avaliação e tratamento em fisioterapia usadas na prática da intervenção em adultos com disfunções neurológicas Intervenção em Crianças com Paralisia Cerebral e outras disfunções neuromusculoesqueléticas e na Equitação Terapêutica. A avaliação contínua compreende duas provas práticas (50% + 50%) com casos clínicos enquadrados nos diferentes contextos.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Teórico-prática: O formato expositivo e/ou em discussão de temas permite a aquisição/aprofundamento, por parte do aluno, dos pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam a intervenção do fisioterapeuta em adultos com disfunções neurológicas, em Crianças com Paralisia Cerebral e outras disfunções neuromusculoesqueléticas e na Equitação Terapêutica. O formato de discussão de temas sobre os pressupostos teórico-práticos e fundamentação científica que baseiam as diferentes intervenções permite ainda desenvolver nos alunos a capacidade de análise crítica sobre as melhores práticas clínicas a ter em doentes neurológicos e pediátricos e potenciar o estudo sobre os conteúdos debatidos. Prática: A forma demonstrativa/interactiva das aulas permitindo uma prática repetida e orientada dos conhecimentos inerentes à avaliação, planificação e execução das técnicas e métodos de fisioterapia usados na intervenção em adultos com disfunções neurológicas, em Crianças com Paralisia Cerebral e outras disfunções e na equitação terapêutica permite aos alunos desenvolver capacidades manuais e de raciocínio clínico essenciais a uma futura prática clínica em contexto real.
Bibliografia:
1. Campbell, S.K.; Linden, D.W. V.; Palisano, R. J. (2006). Physical therapy for children. 3rd. ed. St. Louis : Elsevier Saunders.
2. Carr, l. J. (2005). Definition and classification of cerebral palsy. Dev. Med. Child Neurology.47:508-510
3. Edwards, S. (2002). Fisioterapia Neurológica. Lusociência.
4. Gjelsvik, B. E.; Syre(2016). The Bobath Concept in Adult Neurology. Second edition. Thieme
5. Palisano, R. J. (2004) Movement sciences: transfer of knowledge into pediatric therapy practice. The Haworth Press.
6. Pountney, T. (2008). Fisioterapia Pediátrica. Rio de Janeiro: Elsevier.
7. Sá,M (coord.) (2013). Neurologia clínica. Compreender as doenças neurológicas. 2ª ed.Edições Fernando Pessoa
8. Silva C. H.; Grubits, S. (2004) Discussão sobre o efeito positivo da equoterapia em crianças cegas. PSIC - Revista de Psicologia da Vetor Editora, Vol. 5, nº.2, 2004, pp. 06-13
9. artigos científicos
Docente (* Responsável):
Ana Vasco (avasco@ufp.edu.pt)
Fátima Santos (fatimas@ufp.edu.pt)
Flávia Lima (flavia@ufp.edu.pt)
Olga Maia (ombmaia@ufp.edu.pt)
Ricardo Cardoso (rcardoso@ufp.edu.pt)
Rosário Martins (mrosario@ufp.edu.pt)