Unidade Curricular:Código:
Métodos e Técnicas de Fisioterapia I (Princípios Básicos de Fisioterapia)1025MTF1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaFisioterapia10 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês130
Objectivos de Aprendizagem:
Pretende-se que o aluno conheça as bases históricas, o processo de evolução e os padrões de prática que regulam a profissão. O aluno deverá adquirir um conhecimento básico da estrutura, movimento e funções do corpo humano que lhe permita compreender as técnicas de Mobilização dos Tecidos Moles, Técnicas de Mobilização Articular e Ergonomia. O aluno deverá ser capaz de identificar e executar as diferentes técnicas, conhecer as suas indicações e contra-indicações, assim como integrar o conhecimento, formulando um raciocínio clínico adequado.
Conteúdos Programáticos:
TP: 1. Introdução à profissão 2. Princípios de Ergonomia 3. Princípios de mobilização dos tecidos moles 4. Princípios de mobilização articular. P: I Ergonomia: 1. Ergonomia e avaliação postural 2 Instrumentos de avaliação ergonómicos 3. Ergonomia da marcha II Mobilização dos tecidos moles: 1. Técnicas de massagem clássicas 1.1 Técnicas superficiais 1.2 Técnicas profundas 1.3 Aplicações práticas 2. Massagens de drenagem 2.1 Massagens de drenagem clássicas 2.2 Drenagem linfática de Leduc 2.3 Aplicações práticas 3. Técnicas miofasciais 3.1 Técnicas miofasciais superficiais 3.2 Técnicas miofasciais profundas III Mobilização articular: 1. Mobilização articular fisiológica e acessória 1.1 Ombro 1.2 Cotovelo 1.3 Punho 1.4 Mão 1.5 Coluna 1.6 Coxa 1.7 Perna 1.8 Pé.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
TP: A transmissão de conhecimentos para fomentar a discussão sobre a fisioterapia enquanto profissão, possibilita-se que os alunos adquiram a capacidade de analisar criticamente este processo e fomentar o futuro desenvolvimento profissional. Os conhecimentos de base do movimento humano, da estrutura e da função do corpo humano para analisar as disfunções do movimento e da postura. Os conceitos teórico-práticos de base das técnicas/estratégias terapêuticas de Mobilização dos Tecidos Moles, Técnicas de Mobilização Articular e Ergonomia possibilitam que o aluno desenvolva a capacidade de compreender a fundamentação científica das mesmas. P: A demonstração prática das diferentes técnicas de avaliação, seleção e execução de procedimentos inerentes aos conteúdos de Mobilização dos Tecidos Moles, Técnicas de Mobilização Articular e Ergonomia permite-lhes desenvolver capacidades de execução técnica e desenvolvimento de diferentes estratégias de intervenção para um Raciocínio clínico adequado.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A nota final será calculada tendo em conta 70% da nota final da prática e 30% da nota final da componente teórico-prática.
TP: as temáticas abordadas serão transmitidas de forma expositiva e/ou em formato de discussão dos temas no seio de grupos de alunos com uma análise geral final para todos os discentes. A avaliação dos conhecimentos será efetuada através de duas avaliações escritas (50%+50%).
P: Os temas abordados na aula serão expostos de forma demonstrativa de modo que os alunos apliquem na prática os conhecimentos de avaliação, planificação e execução das técnicas e métodos de fisioterapia adequados. Pretende-se igualmente criar as condições propícias de aprendizagem das competências práticas para que os alunos saibam aplicar os conhecimentos teóricos e práticos adequados das técnicas e métodos de fisioterapia para o tratamento de pacientes segundo um raciocínio clínico.
Para avaliação dos conhecimentos serão efetuadas duas avaliações práticas continuas (50%+50%).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
TP: A transmissão de forma expositiva da evolução histórica da fisioterapia e dos seus padrões de prática permite que os alunos adquiram conhecimentos sobre o processo construtivo e evolutivo da profissão. Posteriormente este conhecimento servirá de alicerce para os alunos analisarem de uma forma critica este processo, no formato de discussão de grupo, de modo a incentivar no futuro uma participação ativa dos alunos no desenvolvimento da profissão. A transmissão de forma expositiva e interativa das bases das diferentes técnicas de Mobilização dos Tecidos Moles, Técnicas de Mobilização Articular e Ergonomia e das suas indicações e contraindicações permite-lhes um conhecimento aprofundado formulado num raciocínio clínico adequado. P: a forma demonstrativa/interativa dos conhecimentos inerentes à avaliação, planificação e execução das técnicas e métodos de fisioterapia adequados de Mobilização dos Tecidos Moles, Técnicas de Mobilização Articular e Ergonomia permite aos alunos desenvolver capacidades manuais e de raciocínio clínico essencial a uma futura prática em contexto real.
Bibliografia:
1. Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (2003). Legislação. Lisboa: www.apfisio.pt
2. Bridon, F. (1993). Méthodes Passives de Rééducation. Paris, Encycl. Méd. Chir.Kínésiothérapie-Rééducation Fonctionnelle, 26-070-A-10, 12p.
3. Cassar, M. (2002). Manual de masaje terapêutico. Editora McGraw-Hill.
4. Deliberato, P.C.P. (2001) Fisioterapia Preventiva, Manole.
5. Foley, P. (2002) Active & Passive Movement Testing.New Your, McGraw-Hill.
6. Monet, J. e Stevenin, P. (1993). Mobilisation Passive Manuelle. Paris, Enc. Med. Chir.
7. Edmond, SL. (2008).Mobilização/ Manipulação Articular. Lusociência.
8. Grandjean, E. (1998). Manual de Ergonomia- Adaptando o trabalho ao homem, Bookman.
9. Leduc, A., Leduc, O. (2000). Drenagem linfática : teoria e prática. 2ª ed. Manole.
10. Artigos científicos.
Docente (* Responsável):
André Magalhães (andrem@ufp.edu.pt)
Clarinda Festas (clarinda@ufp.edu.pt)
Isabel Moreira Silva (isabelmsilva@ufp.edu.pt)
Joana Santos Azevedo (jsazevedo@ufp.edu.pt)
José Lumini de Oliveira (joselo@ufp.edu.pt)
Ricardo Cardoso (rcardoso@ufp.edu.pt)