Unidade Curricular:Código:
Bioquímica Fisiológica845BIFI
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaCiências da Nutrição5 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês65
Objectivos de Aprendizagem:
A unidade curricular visa o estudo dos principais processos metabólicos. É importante que os alunos aprofundem os domínios particulares do metabolismo das principais biomoléculas e da bioquímica e fisiologia do sistema endócrino. Simultaneamente, pretendem-se introduzir algumas situações clínicas relacionadas com alterações nas vias metabólicas estudadas ou no sistema endócrino.
De acordo com o Referencial para a Formação Académica do Nutricionista da Ordem dos Nutricionistas, o aluno deverá adquirir conhecimentos nucleares, concretamente, conhecer, compreender e descrever os processos e vias metabólicas dos macro- e micronutrientes, bem como as doenças metabólicas consequentes de desiquilíbrios nestes processos e vias; identificar os macro- e micronutrientes sob a perspetiva química, metabólica e alimentar. O aluno deverá também adquirir competências em diagnóstico, concretamente, recolher, registar, analisar, interpretar e reportar dados bioquímicos, usando métodos apropriados.
Conteúdos Programáticos:
1. Metabolismo dos Hidratos de Carbono (Glicólise; Gluconeogénese; Via das pentoses fosfato; Ciclo de Krebs; Cadeia de transporte de electrões e Fosforilação oxidativa; Metabolismo do glicogénio; Doenças) 2. Metabolismo dos Lípidos (Oxidação e síntese de ácidos gordos; Lipogénese; Mobilização dos depósitos lipídicos; Corpos cetónicos; Metabolismo do colesterol; Lipoproteínas plasmáticas; Doenças) 3. Metabolismo dos Aminoácidos (Reações de transaminação e desaminação de aminoácidos; Ciclo da ureia; Síntese e degradação de aminoácidos; Doenças) 4. Interrelações Metabólicas 5. Digestão e Absorção Gastrointestinal 6. Sistema Endócrino
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos que integram a unidade curricular vão de encontro às necessidades que são estabelecidas nos objetivos. A unidade curricular visa o estudo dos principais processos metabólicos, assim como do relacionamento entre os órgãos envolvidos na manutenção do equilíbrio metabólico. Os alunos deverão ter capacidade de compreensão e aquisição de conhecimentos na área da Bioquímica estrutural e metabólica e do sistema endócrino.
Pretende-se também que os alunos adquiram e desenvolvam competências empíricas ao contactar com novas metodologias laboratoriais.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Nas aulas teóricas procede-se à exposição dos conceitos teóricos relevantes e orientação do estudo dos alunos por consulta da bibliografia recomendada.
As aulas práticas laboratoriais incluem a discussão detalhada, com resolução de exercícios, dos principais temas, incluindo a análise de doenças de metabolismo e do sistema endócrino, seus sintomas e relação com a(s) causa(s), e tratamentos possíveis. As aulas práticas laboratoriais incluem ainda a execução de trabalhos práticos de aplicação dos vários conceitos teóricos.
Teórica (80%): 2 testes (50% cada); Prática (20%): 6 mini-testes (15% cada) e desempenho em laboratório (10%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Numa primeira fase, é importante que os alunos assimilem os aspectos fundamentais da Bioquímica, e aprofundem os domínios particulares do metabolismo das principais biomoléculas e da bioquímica e fisiologia do sistema endócrino. Sendo assim, nas aulas teóricas procede-se à exposição dos conceitos teóricos relevantes e orientação do estudo dos alunos por consulta da bibliografia recomendada. Numa segunda fase, pretendem-se introduzir algumas situações clínicas relacionadas com alterações nas vias metabólicas estudadas ou no sistema endócrino. Para isso, as aulas práticas incluem a discussão detalhada, com resolução de exercícios, sobre os principais temas, incluindo a análise de doenças de metabolismo e do sistema endócrino, seus sintomas e relação com a(s) causa(s), e tratamentos possíveis. Pretende-se também que os alunos adquiram e desenvolvam competências empíricas ao contactar com novas metodologias laboratoriais. Sendo assim, as aulas práticas laboratoriais incluem ainda a execução de trabalhos práticos de aplicação dos vários conceitos teóricos.
Bibliografia:
(1) Devlin, T.M., 2006. “Textbook of Biochemistry with Clinical Correlations”. 6ª edição, N.Y., Wiley-Liss.
(2) Nelson, D.L.; Cox, M.M., 2013. “Lehninger Principles of Biochemistry”. 6ª edição, N.Y., W.H. Freeman and Company.
(3) Mckee, T.; Mckee, J.R., 2008. “Biochemistry: the Molecular Bases of Life”. 4ª edição, N.Y., McGraw-Hill.
(4) Berg, J.M.; Tymoczko, J.L.; Stryer L., 2006. “Biochemistry”. 6ª edição, N.Y., W.H. Freeman and Company.
(5) Widmaier, E.P.; Raff, H.; Strang, K.T., 2014. “Vander’s Human Physiology: the Mechanisms of Body Function”. 13ª edição, N.Y., McGraw-Hill.
(6) Leal, F.; Cardoso, I.L., 2013. “Casos Clínicos em Bioquímica”. edições UFP.
(7) Cardoso, I.L.; Leal, F., 2013. “Manual de Exercícios de Bioquímica”. edições UFP.
(8) Cardoso, I.L. et al., 2014. “Trabalhos Laboratoriais de Bioquímica”. 3ª edição, edições UFP.
(9) Leal, F.; Cardoso, I.L., 2018. “Sistema Endócrino e Patologias Associadas”. Lusodidacta.
Docente (* Responsável):
Fernanda Leal (fleal@ufp.edu.pt)