Unidade Curricular:Código:
Farmacognosia e Fitoterapia844FCFT
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2Ciclo IntegradoCiências Farmacêuticas7 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês91
Objectivos de Aprendizagem:
Pretende-se que os alunos adquiram competências que lhes permitam i) reconhecer aspetos gerais dos fármacos de origem natural, em particular os provenientes do Reino Vegetal, com interesse para a terapêutica ou para a produção dos medicamentos, ii) validar produtos de saúde como medicamentos à base de plantas medicinais à luz da Legislação actual, iii) reconhecer aspectos gerais das principais espécies vegetais usadas em Fitoterapia, agrupando-as de acordo com os seus constituintes activos principais e/ou a sua aplicação na terapia de diferentes situações clínicas, iv) aconselhar o doente na utilização de medicamentos ou produtos à base de plantas medicinais, v) avaliar a sua qualidade, eficácia e segurança e vi) elaborar e/ou reconhecer a aplicação clínica de preparações contendo plantas medicinais.
Conteúdos Programáticos:
Aulas teóricas:
Aquisição de conhecimentos gerais sobre Farmacognosia e Fitoterapia. Estudo dos principais fármacos de origem vegetal com interesse terapêutico. Estudo das principais espécies vegetais usadas em Fitoterapia, agrupando-as de acordo com os seus constituintes activos principais e/ou aplicação na terapia. Aconselhamento farmacêutico.
1. Conceitos gerais sobre Farmacognosia
2. Compostos fenólicos
3. Terpenóides e esteróides
4. Introdução à Fitoterapia
5. Aspectos legislativos sobre medicamentos à base de plantas medicinais
7. Fitoterapia Aplicada
8. Intervenção farmacêutica em Fitoterapia

Aulas laboratoriais:
Planeamento e execução de experiências científicas nas áreas da Farmacognosia e Fitoterapia. Identificação e análise de produtos de origem vegetal. Avaliação da qualidade, eficácia e segurança de preparações contendo plantas medicinais. Elaboração e/ou reconhecimento da aplicação clínica de preparações contendo plantas medicinais.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos estão totalmente de acordo com os objetivos de aprendizagem da unidade curricular. A carga horária de cada um dos conteúdos está também adequada à aquisição dos conhecimentos e competências pelos estudantes.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Forma de execução pedagógica das aulas teóricas: exposição dos conceitos teóricos relevantes em sala de aula, aplicação prática de alguns conceitos, orientação do estudo autónomo por consulta da bibliografia recomendada. Debate sobre questões actuais e pertinentes.
Forma de execução pedagógica das aulas prático-laboratoriais: preparação, execução e discussão dos protocolos prático-laboratoriais previstos que reforçam a aprendizagem teórica.
Avaliação contínua [incluindo frequências teóricas, frequências prático-laboratoriais, trabalho individual e em grupo (escrito/oral)]. A avaliação da unidade curricular segue o determinado na Normativa Académica de funcionamento das Licenciaturas e Mestrados Integrados da UFP.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias de ensino (exposição teórica, debate e orientação do estudo autónomo e trabalho laboratorial) estão totalmente de acordo com os objetivos da unidade curricular. A carga horária de cada um dos conteúdos está também adequada à aquisição dos conhecimentos e competências pelos estudantes. A componente laboratorial reforça os conhecimentos e reforça a aquisição de competências.
Bibliografia:
[1] Costa, A. F.. Farmacognosia. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1994.
[2] Bruneton, J.. Pharmacognosie, Phytochimie, Plantes Médicinales. TEC & DOC, Paris, 1999.
[3] Proença da Cunha, A.. Farmacognosia e Fitoquímica. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2010.
[4] Vilar del Fresno, A.. Farmacognosia General. Sintesis, Madrid, 1999.
[5] Cunha, A.P., Silva, A.P. & Roque, O.R.. Plantas e produtos vegetais em fitoterapia. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2003.
[6] Cunha, A.P., Teixeira, F., Silva, A. & Roque, O.R.. Plantas na terapêutica: farmacologia e ensaios clínicos. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2003.
[7] European Scientific Cooperative on Phytotherapy (ESCOP). ESCOP Monographs. The Scientific Foundation for Herbal Medicinal Products. Publicado online em http://www.escop.com/
Docente (* Responsável):
Cristina Abreu (cristina@ufp.edu.pt)
Elisabete Machado (emachado@ufp.edu.pt)
Rita Catarino (ritacat@ufp.edu.pt)