Unidade Curricular:Código:
Psicologia Aplicada853PSIA
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaEnfermagem4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Unidade curricular que visa promover a compreensão de alguns dos aspetos de natureza psicológica na prática de Enfermagem.
(i) Compreender a pessoa como um todo, na qual a doença é apenas um dos aspetos, refletindo assim sobre os conceitos de saúde e de doença numa perspetiva psicossocial;
(ii) Compreender a importância dos aspetos desenvolvimentais desde o nascimento até à senescência, proporcionando aprendizagens facilitadoras da aplicação destes conhecimentos à prática profissional;
(iii) Conhecer e ser capaz de identificar alguns dos fatores psicológicos envolvidos no adoecer corporal.
Conteúdos Programáticos:
Unidade Letiva 1.
Psicologia da Saúde: Enquadramento Epistemológico
Conceito e Contexto
Contributos da Psicologia
Abordagem Ecológica do Desenvolvimento Humano (Bronfenbrenner)
Modelo Biopsicossocial de Saúde e de Doença (Engle)
Unidade Letiva 2. Crenças de Saúde e Cognições de Doença
Fatores Psicológicos e Sociais ligados à Saúde e à Doença
Modelos de Compreensão dos Comportamentos de Saúde e de Doença
Unidade Letiva 3.
Tarefas de Desenvolvimento e Transições de Vida
Estudo do Desenvolvimento Epigenético
Doença e Hospitalização como Life-Events
Unidade Letiva 4.
Comunicação e Relação Terapêutica em Enfermagem
Conceito de Cuidador na Perspectiva da Complexidade
Comunicação e Relação Terapêutica
Cuidados paliativos
Comunicação: Perícias e Estratégias de Comunicação Interpessoal; Comunicação de Más Notícias/Conspiração do Silêncio/Lidar com a Incerteza/Gestão da Esperança
A Comunicação na Equipa Interdisciplinar
Autocuidado dos Profissionais
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Sendo esta unidade uma disciplina de primeiro ano, a integração dos conteúdos programáticos com os objetivos da aprendizagem é conseguida através de temáticas básicas que sustentam a dimensão psicológica na prática da enfermagem e que servem de suporte para posteriores aprendizagens. Os conteúdos contemplam uma vertente teórica essencial à compreensão do indivíduo no seu contexto e na condição específica de adoecer, mas assumem uma dimensão prática para o desenvolvimento de competências transversais como são as competências de comunicação e relacionais.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia utilizada será sustentada na exposição teórica, na realização de role-playings e no trabalho de pequeno grupo. A avaliação consistirá em: 1.Realização de uma frequência final de semestre (que englobará questões de escolha múltipla e questões de desenvolvimento) que terá uma ponderação de 60% na nota final da unidade curricular. A obtenção de uma classificação igual ou inferior a 6 valores (nota mínima) implica, obrigatoriamente, a realização de exame de recurso no final do semestre. 2. Realização, em pequenos grupos (2 a 3 alunos), de um trabalho escrito (sob a forma de Poster e de desdobrável) a ser apresentado e discutido em sala de aula. Este trabalho terá a ponderação de 40% na nota final.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
O método expositivo sustenta parte da dimensão mais teórica dos objetivos, mas é complementada com uma dimensão prática mais presente nos role-play e no trabalho de grupo. Estas duas metodologias facilitam o contacto com a dimensão comunicativa e relacional que deve ser básica num enfermeiro.
Bibliografia:
Farah, O. & Sá, A. (Org.) (2008). Psicologia Aplicada à enfermagem. Brasil: Editora Manole.
Freitas-Magalhães, A. (2012). Facial expression of emotion. In V. S. Ramachandran (Ed.), Encyclopedia of Human Behavior (Vol. 2, pp. 173–183). Oxford: Elsevier/Academic Press.
Freitas-Magalhães, A. (2013). O poder do sorriso: Origens, Funções e Teorias. Porto: FEELab Science Books.
Freitas-Magalhães, A. (2013, 4ª ed.).A Psicologia das Emoções: O Fascínio do Rosto Humano. Porto: FEELab Science Books.
Freitas-Magalhães, A. (2016).A face da dor. Porto: FEELab Science Books.
Freitas-Magalhães, A. (2014). O código do medo. Porto: FEELab Science Books.
Freitas-Magalhães, A. (2016).O código da tristeza. Porto: FEELab Science Books.
Freitas-Magalhães, A. (2016).Neuropsychophysiology of pain in the human face. In A. Freitas-Magalhães, (Ed.), Emotional expression: The brain and the face (Vol. 8, pp. 28–128). Porto: FEELab Science Books.
Ogden, J. (1999). Psicologia da saúde. Lisboa: Climepsi Editores.
Docente (* Responsável):
Freitas-Magalhães (fm@ufp.edu.pt)