Unidade Curricular:Código:
Gramática da Comunicação e Terminologia Médica853GRC
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaEnfermagem3 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês39
Objectivos de Aprendizagem:
- Identificar as fases e características específicas da metodologia científica.
- Aplicar os conhecimentos na elaboração de um trabalho científico
- Descrever as diferentes etapas do processo de enfermagem
- Recolher, validar e organizar e registo dos dados
- Ser capaz de construir diagnósticos de enfermagem, planear intervenções de enfermagem e avaliar resultados
Conteúdos Programáticos:
1.O texto científico
Processo de decisão clínica em Enfermagem
1.1-Processo de Enfermagem.
1.1.1- Etapas do processo de Enfermagem
1.1.2-Classificações de Enfermagem
1.1.2.1- Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®)
1.1.3- Sistemas de Informação em Enfermagem
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos incidem na eficaz aquisição e utilização da terminologia da profissão, assim como a utilização de uma metodologia de trabalho científico. Os métodos selecionados promovem o desenvolvimento das habilidades que permitirão ao aluno a aplicação do processo de enfermagem, nas suas diferentes etapas.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Desenvolver-se-ão diferentes atividades de leitura, escrita, compreensão e produção discursivas inerentes ao desenvolvimento da competência de comunicação, direcionado para a área de formação dos alunos. Ao conjunto de conhecimentos disseminados através do método expositivo, associa-se o método interrogativo para promover a reflexão, assim como, o desenvolvimento de um trabalho, utilizando uma metodologia de trabalho científico, para desenvolver competências na aplicação das diferentes etapas do processo de enfermagem.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
As metodologias propostas estão em coerência com os objetivos formulados para a unidade curricular dado que apostam no desenvolvimento de estudo orientado e na participação ativa do aluno de modo a que este experimente e adquira ferramentas que otimizem a sua expressão no campo da comunicação científica e da terminologia específica do curso.
Bibliografia:
Collins, C. Edward (2008). A Short Course in Medical Terminology. Philadelphia, Wolters Kluwer Health / Lippincott Williams & Wilkins.
Conselho Internacional de Enfermeiros (2016). Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem: versão 2015.
Doenges, M., Moorhouse, M. (2010). Aplicação do processo de Enfermagem e do diagnóstico de Enfermagem: um texto interativo para o raciocínio do diagnóstico. 5ª Edição. Loures: Lusociência.
Houaiss, A. e Villar, M. (2009). Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro, Objectiva.
International Council of Nurses (2001, 2005, 2010)- Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem: Versão ßeta 2. Lisboa: Associação Portuguesa de Enfermeiros.
Johnson, M. et al. (2009). Ligações entre NANDA, NOC e NIC: diagnósticos, resultados e intervenções de Enfermagem. 2ª Edição. Porto Alegre: Artmed Editora.
Docente (* Responsável):
Andreia Galhardo (galhardo@ufp.edu.pt)
Manuela Guerra (mmguerra@ufp.edu.pt)