Unidade Curricular:Código:
Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica I853ESM1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaEnfermagem4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
No final, o aluno deve:
- Conhecer o processo de adoecer mental
- Conhecer os instrumentos de nomeação dos dados clínicos
- Identificar os dados clínicos de natureza objectiva e subjetiva
- Caracterizar os sinais e sintomas do processo saúde/doença
- Caracterizar os sinais e sintomas que configuram doenças mentais
- Identificar evidências do processo vivencial do adoecer mental
- Analisar os dados observados
- Interpretar os dados tendo como referência as evidências, o padrão de comportamento do doente e/ou a experiência clínica
- Saber adequar os cuidados em função da terapêutica farmacológica específica
- Colaborar na terapia electroconvulsiva
- Identificar evidências dos diferentes processos terapêuticos
- Compreender os mecanismos de ação terapêutico no uso do self
- Saber usar o self como instrumento terapêutico
- Compreender os mecanismos de ação terapêutica de diferentes técnicas de intervenção
Conteúdos Programáticos:
1. Conceitos: Saúde/Doença Mental, Adaptação ao stresse.
2. Fundamentos: Modelos teóricos, Ética e legislação, Cultura e
espiritualidade.
3. Abordagens terapêuticas: Relação e Comunicação Terapêutica, Intervenção com Famílias, Intervenção em Crises, Terapia de Relaxamento, Treino de Assertividade, Promoção da auto-estima, Terapia Comportamental e Cognitiva, Psico-farmacologia, Terapias Complementares.
4. Cuidados de enfermagem a doentes com alterações na adaptação psicossocial: Perturbações da primeira e segunda infância e adolescência,
Delirium, Demência, Perturbações amnésicas, Perturbações relacionadas com substâncias, Perturbações psicóticas, Perturbações do humor, Perturbações de ansiedade, Perturbações somatoformes e dissociativas, Questões da sexualidade, Perturbações alimentares, Perturbações da personalidade.
5. Populações com necessidades especiais: O indivíduo idoso, Vítimas de abuso ou negligência, O indivíduo enlutado.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Temas como “Conceitos básicos de enfermagem em Saúde Mental e Psiquiátrica” e “Fundamentos para a enfermagem em Saúde Mental e Psiquiátrica” contribuem para os objetivos de capacidade de reflexão sobre os princípios norteadores da prática da Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica. Os temas “Abordagens terapêuticas nos cuidados de enfermagem em Saúde Mental e Psiquiátrica“, “Cuidados de enfermagem a doentes com alterações na adaptação psicossocial” e “Populações com necessidades especiais” são fundamentais para que os alunos adquiram os conhecimentos básicos necessários à compreensão dos mecanismos de funcionamento mental que subjazem às manifestações comportamentais e às distorções relacionais mais frequentes e que sejam capazes de planear, executar e avaliar cuidados de enfermagem ao doente do foro psiquiátrico.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
As metodologias de ensino e aprendizagem serão adaptadas a cada momento em função dos alunos e das temáticas a lecionar. Genericamente, os métodos de ensinos serão diretivos (expositivo e demonstrativo) e semidiretivos (interrogativo).
A realização e apresentação em sala de aula de trabalhos de grupo será também uma metodologia a utilizar para o estudo de algumas das temáticas.
Conforme as temáticas, as aulas serão lecionadas por enfermeiros ou por médicos psiquiatras, conferindo assim um leque mais abrangente de conhecimentos aos alunos.
Serão feitos dois testes individuais escritos (80% da nota final), e um trabalho de grupo, apresentado em contexto de sala de aula (20% da nota final). O aluno terá sucesso à UC com a classificação mínima de 10 valores.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A utilização da metodologia de ensino expositiva pretende fornecer os conhecimentos básicos aos alunos. Com metodologias como a demonstrativa e a interrogativa, os alunos são ajudados a procurar por si próprios respostas às questões que vão surgindo sobre as temáticas em estudo, sempre com o apoio do professor à reflexão.
Bibliografia:
AMARAL, A. C. (2010) – Prescrições de Enfermagem em Saúde Mental: mediante a CIPE. Lusociência-Edições Técnicas e Cientificas Lda., Loures.
APA (2002) - DSM-IV-TR; Manual de Diagnósticos e Estatística das Perturbações Mentais; 4ª Edição; Editora – Climepsi. ISBN: 972-796-020-0
CHALIFOUR, J. (2007). A Intervenção Terapêutica – Os Fundamentos Existencial-Humanistas, Volume 2, Editor: Lusodidacta, ISBN: 9789898075215.
CHALIFOUR, J. (2009). A Intervenção Terapêutica - Estratégias de Intervenção, Volume 1, Editor: Lusodidacta, ISBN: 978-989-8075-05-5.
SEQUEIRA, C. (2006) – Introdução à prática clínica, Do diagnóstico à intervenção em enfermagem de saúde mental e psiquiátrica, Ed. Quarteto, 1ªed, Coimbra
TOWNSEND, M. (2011) - Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiátrica
TOWNSEND, M. (2014). Conceitos de Cuidado na Prática Baseada na Evidência, 6ª Edição – Lusociência-Edições Técnicas e Cientificas Lda., Loures.
Docente (* Responsável):
Aníbal Fonte (afonte@ufp.edu.pt)
Francisco Sampaio (fsampaio@ufp.edu.pt)