Unidade Curricular:Código:
Enfermagem Geriátrica II - Ensino Clínico853EGR2
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaEnfermagem6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
- Demonstrar conhecimentos, aptidões e atitudes no processo de conceção de cuidados de enfermagem à pessoa idosa;
- Demonstrar conhecimentos, aptidões e atitudes no planeamento de intervenções terapêuticas;
- Integrar os conhecimentos das outras unidades curriculares para a conceção de cuidados de enfermagem à pessoa idosa.
- Saber identificar, planear, implementar e intervenções que favoreçam a adaptação e a recuperação da pessoa idosa com doença crónica nos vários contextos de vida.
- Saber intervir de forma antecipada nas situações de ameaça á integridade física e mental da pessoa idosa.
Conteúdos Programáticos:
O ensino clínico proporcionará ao estudante a mobilização dos conhecimentos teórico-práticos adquiridos, relacionados com os conteúdos das diferentes unidades curriculares, assim como a aquisição de novas aprendizagens, ancoradas em conhecimentos teórico-práticos que resultam do contacto com situações em contexto real.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Sendo o objetivo principal desta unidade curricular, o desenvolvimento de competências para prestar cuidados de enfermagem à pessoa idosa, consideramos que os conteúdos programáticos vão permitir o desenvolvimento das competências previstas para o enfermeiro de cuidados gerais no seu contexto real.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
S (Seminário), OT (Orientação Tutorial), E (Estágio).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Os ensinos clínicos (EC) são o conjunto de dois momentos distintos: estágios, realizados em diferentes instituições de saúde e seminários, atividades relacionadas com os estágios e realizados na Universidade. Permitindo o desenvolvimento de competências que permitam ao estudante prestar cuidados de enfermagem à pessoa idosa em contexto real, assim como refletir sobre a sua tomada de decisão através dos diferentes intervenientes da supervisão do ensino clinico.
Bibliografia:
Manual de Normas em Enfermagem, Procedimentos Técnicos (2011) em http://www.acss.min-saude.pt/Portals/O/Direccoes_e_Unidades/Manual%20Proc_Enfer
- Ordem dos Enfermeiros, Conselho de Enfermagem (2001) Padrões de Qualidade de Cuidados de Enfermagem; Enquadramento Conceptual, Enunciados descritivos. Lisboa: Conselho de Enfermagem.
- Ordem dos Enfermeiros, Conselho de Enfermagem (2003). Competências do Enfermeiro de Cuidados Gerais. Lisboa: Conselho de Enfermagem.
- Ordem dos Enfermeiros. (2005). Código Deontológico do Enfermeiro: dos comentários à análise de casos. Coord. Lucília Nunes, Manuela Amaral e Rogério Gonçalves. Lisboa: OE.
- Paúl, C.; Fonseca, A. (2005). Envelhecer em Portugal. 1.ª Edição. Lisboa: Climepsi Editores. ISBN 972-796-185-1
- Pereira, H.R. (2013). Subitamente cuidadores informais: dando vozes(es) às experiências vividas. Loures: Lusociência.
- Pimentel, L. (2005). O lugar do idoso na família. 2.ª Edição. Coimbra: Quarteto Editora. ISBN 989-558-051-7
Docente (* Responsável):
Carla Fernandes (csfernandes@ufp.edu.pt)