Unidade Curricular:Código:
Modelos de Atendimento a Crianças com Espectro de Autismo935MACE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoCiências da Educação: Educação Especial (Domínio Cognitivo e Motor)4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês52
Objectivos de Aprendizagem:
A Unidade Curricular Modelos de Atendimento a Crianças com Espetro do Autismo tem como objetivos:
O1. Aprofundar conhecimentos sobre a atual conceptualização da PEA
O2. Refletir sobre as respostas educativas às PEA
O3. Desenvolver um plano de intervenção na PEA
Conteúdos Programáticos:
CP 1. Delimitação conceptual das Perturbações do Espetro do Autismo (PEA)
1.1. Definição e Classificação da PEA
1.2. Características específicas e problemas associados nos alunos com PEA
CP 2.- Respostas educativas à Perturbação do espectro do autismo (PEA)
2.1. As unidades de ensino estruturado
2.2. Modelos de intervenção na PEA
CP3. Aplicação de modelos de intervenção na PEA
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos (CP) foram delineados em função dos objetivos de aprendizagem (O) da UC, no sentido de promover o desenvolvimento de competências que permitam aos alunos aprofundar conhecimentos, analisar e refletir de modo crítico sobre as atuais concepções das PEA e problemas associados; aquisição e desenvolvimento de capacidades de análise, de síntese e de integração de métodos, técnicas e modelos de intervenção nas PEA. Assim CP1 corresponde a O1; CP2 corresponde a O2; CP3 corresponde a O3
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino incluirá exposição teórica, pesquisa, leitura e discussão de bibliografia específica bem como debates temáticos e reflexões críticas. A avaliação incidirá na realização de um trabalho com proposta de intervenção na PEA (100%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A metodologia utilizada nas aulas (de caráter mais expositivo e participativo com estudos de casos, apresentação, análise e discussão de temáticas nas aulas, bem como orientação em reflexões críticas e na pesquisa e leitura de bibliografia específica), permite obter junto dos alunos um aprofundamento de conhecimentos, bem como uma maior compreensão e capacidade de discussão sobre os conteúdos abordados, facilitando o relacionamento da pertinência dos mesmos para a intervenção, promovendo a integração de conceitos, capacidade de pesquisa, análise e reflexão crítica. Deste modo, considera-se que as metodologias de ensino adotadas para esta unidade curricular são coerentes com os objetivos definidos para a mesma, uma vez que permitem um aprofundamento de conhecimentos, fomentam o relacionamento de conceitos, a capacidade de análise, discussão e reflexão, com estabelecimento de ligação dos conteúdos abordados e da sua pertinência para a resposta educativa aos alunos com PEA.
Bibliografia:
APA (2014). DSM-5 - Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais. Lisboa: CLIMEPSI Editores.
Hewitt, S. (2006). Compreender o Autismo: Estratégias para alunos com autismo nas escolas regulares. Porto: Porto editora.
Marinho, S. (2013). Perturbações do Espectro do Autismo e problemas emocionais e do comportamento: Cruzando saberes. In M. C. Brito & A. R. Misquiatti (orgs), Transtornos do Espectro do Autismo e fonoaudiologia: Atualização multiprofissional em saúde e educação. (pp. 73-83). Curitiba: Editora CRV.
Marinho, S., Gomes, A., Vieira, D., Antunes, E. & Teixeira, D. (2007). Perturbações do Espectro do Autismo: Avaliação das Competências Comunicativas, Sociais e Linguísticas. Revista da Faculdade de Ciências da Saúde, 4, 268-281.
National Research Council (2001). Educating Children with Autism. Washington, DC: National Academy Press.
Docente (* Responsável):
Susana Marinho (smarinho@ufp.edu.pt)