Unidade Curricular:Código:
Fundamentos Teóricos em Educação Especial e Inclusão935FTEE
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoCiências da Educação: Educação Especial (Domínio Cognitivo e Motor)8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês104
Objectivos de Aprendizagem:
Modulo I - Educação Especial
- Sensibilizar para os princípios orientadores e fundamentais na construção de uma escola inclusiva; Desenvolver conhecimentos sobre a aplicação do DL nº 3/2008, enquadramento legal da Educação Especial; Transmitir modelos teóricos de forma a desenvolver competências de intervenção educativa a adotar para responder às diferenças individuais;
MóduloII- Necessidaes educativas Especiais
- Caracterizar alunos com NEE de carácter prolongado; Abordar as deficiências nos domínios: sensorias (visão, audição); motor, cognitivo; emocional e da personalidade; Transmitir i
Conteúdos Programáticos:
1-Perspectiva histórica e conceptual da educação especial
1.1 educação especial – etapas da evolução – da exclusão à inclusão.
1.2 – conceitos actuais em educação especial.
2 – Os principios da escola inclusiva.
2.1 - integração e inclusão: sentido e diferença; modelos da referência na actualidade.
2.2 - inclusão e formas de olhar as dificuldades educativas.
3- Alunos com nee de carácter prolongado
3.1.conceito de necessidades educativas especiais de carácter prolongado
3.2. Prevalências, características e critérios de elegibilidade dos alunos com nee
4 - Modelos de atendimento para alunos com : incapacidade intelectual ;incapacidade motora; paralisia cerebral - spina bífida/miopatia / agnosias ; Incapacidades sensoriais
5 - Interacção social e aprendizagem
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Modulo 1. - Educação Especial – Pretende-se desenvolver métodos de trabalho que contribuam para a capacitação do conhecimento essencial acerca da Educação Especial num contexto de escola inclusiva, cujos conteúdos se demonstram nos tópicos 1 e 2
2. – Necessidades Educativas Especiais - Este módulo visa, transmitir aos formandos conhecimentos teóricos e práticos numa dinâmica de um modelo interativo e multidimensional relativamente a alunos com NEE de carácter prolongado cujos conteúdos se demonstram nos tópicos 3, 4 e 5 .
Estes conteúdos pretendem dar respostas educativas no âmbito da Educação Especial, o que implica por em prática um conjunto de medidas organizativas, de funcionamento, de avaliação e de apoio que garantam uma resposta adequada às necessidades educativas especiais dos alunos com limitações significativas ao nível da atividade e da participação, decorrentes de alterações funcionais e estruturais de carácter permanente.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A avaliação dos alunos servirá para aferir a eficácia das metodologias de ensino desenvolvidas nesta U.C. As aulas serão de cariz teórico-prático e basear-se-ão na exposição e discussão dos conteúdos do programa e na resolução de casos práticos. Dar-se-á ênfase à promoção de aprendizagens construtivas. Serão feitos trabalhos a pares nas horas de trabalho e que serão depois submetidos à análise e discussão pelos alunos da turma.
A avaliação de conhecimentos consistirá na realização de 1 trabalho individual escrito (a); na elaboração de 1 trabalho de grupo com análise e discussão em grupo (b). O resultado final (RF) será obtido através da fórmula: RF = 50% (a) + 50% (b).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
O desenvolvimento das aulas decorrerá integrando as metodologias de ensino com os objetivos fundamentais da UC. O fornecimento de informação e de conhecimentos científicos e técnicos previstos nos objetivos será desenvolvido no início de cada assunto a abordar, nas aulas teórico-práticas, onde será estabelecida a relação com o conhecimento prévio dos alunos. Nestas sessões pretender-se-á desenvolver as competências dos alunos e sensibilizá-los para a importância dos temas abordados no contexto real atual, contribuindo-se para um melhor enquadramento e também maior facilidade na perceção dos objetivos que se pretendem alcançar. Será estimulado um processo de diálogo em que todos participem, através da sua própria experiência e saber levando à partilha do conhecimento, dúvidas e questões, de modo a beneficiar uma aprendizagem motivadora e significativa onde conhecimentos adquiridos, podem ser aplicados em diferentes contextos e variáveis. O trabalho prático de grupo exigido aos alunos terá um importante contributo para a realização dos objetivos definidos para a UC, proporcionando a compreensão e a aplicação das temáticas em estudo, assim como a partilha de conhecimentos entre os elementos do grupo. - O desenvolvimento dos módulos segue uma metodologia teórico-prática, com espaços de aprendizagem e de formação. Análise de situações práticas;(estudo e análise de casos);Desenvolvimento e pesquisa de material científico;
Bibliografia:
Correia, L. M. (2003). Inclusão e necessidades educativas especiais: um guia para educadores e professores. Porto:Porto Editora.
Correia, L. M. (2008). A Escola Contemporânea e a inclusão de alunos com NEE. Porto: Porto Editora.
Ministério da Educação (2008). Educação especial: manual de apoio à prática. Lisboa: DGIDC.
Morgado, J. (2009). Educação inclusiva nas escolas actuais: contributo para a reflexão. Actas do X Congresso Internacional Galego Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, 2009 ISBN- 978-972-8746-71-1.
Sanches-Ferreira, M. (2007). Educação Especial Educação Regular, Uma História de Separação. Afrontamento: Porto
Silva, M. (2011). Gestão das Aprendizagens na sala de aula inclusiva. Lisboa, Edições Universitárias Lusófonas.
Silva, M. (2009). Da Exclusão à Inclusão: Concepções e Práticas. Revista Lusófona de Educação, 13, 135-153.
Legislação de Referência
Docente (* Responsável):
Fatima Coelho (fcoelho@ufp.edu.pt)