Unidade Curricular:Código:
Ética e Deontologia em Psicologia784EDPS
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaPsicologia6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
(i) Compreender o contexto ético-cultural no qual estão enquadrados.
(ii) Saber aplicar os conhecimentos ético-deontológicos adquiridos, de forma a evidenciar uma abordagem profissional ética ao trabalho desenvolvido na sua área da psicologia;
(iii) Saber recolher, selecionar e interpretar a informação relevante, particularmente na sua área de formação, que os habilite a fundamentarem eticamente as soluções que preconizam e os juízos que emitem;
(iv) Saber resolver problemas ético-deontológicos no âmbito da sua área de formação e saber construir e fundamentar a sua própria argumentação ético-deontológica
Conteúdos Programáticos:
(Prof. Teresa Toldy)
1ª Unidade - Conceitos fundamentais para o desenvolvimento do raciocínio ético e bioético: 1. Definições gerais de “ética”; 2. Definições gerais de “bioética”; 3. Definições gerais de “deontologia”; 4. A regra de ouro da ética e o respeito pelo sofrimento do outro. 5. Os quatro princípios prima facie: 5.1. Beneficência; 5.2. Não-maleficência; 5.3. Justiça; 5.4. Autonomia; Declaração de Helsínquia.
(Prof. Susana Marinho)
2ª Unidade – A Ética e a Deontologia no Domínio da Psicologia: 1. Processo de tomada de decisão ética; 2. Código Deontológico da Ordem dos Psicólogos Portugueses: 2.1 Princípios gerais; 2.2. Princípios específicos; 3. Estudos de caso.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Unidade 1 - Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de matérias teóricas específicas da ética, permitindo, deste modo atingir os objectivos da unidade curricular, isto é: integrar conhecimentos, competências e capacidades para uma actuação ética;
Unidade 2 - Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento da aplicação teórico-prática dos conhecimentos no domínio da deontologia, permitindo atingir os objectivos da unidade curricular, isto é: saber aplicar os conhecimentos ético-deontológicos adquiridos, de forma a evidenciar uma abordagem profissional ética ao trabalho desenvolvido na sua área da psicologia; saber recolher, selecionar e interpretar a informação relevante, particularmente na sua área de formação, que os habilite a fundamentarem eticamente as soluções que preconizam e os juízos que emitem; saber resolver problemas ético-deontológicos no âmbito da sua área de formação e saber construir e fundamentar a sua própria argumentação ético-deontológica.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino incluirá exposição teórica, pesquisa, leitura e discussão de bibliografia específica bem como debates temáticos e reflexões críticas. A avaliação será contínua, baseando-se na realização da uma prova escrita de avaliação (50% da nota final), relativa à 1ª unidade, e um trabalho escrito com discussão oral (50% da nota final), relativa à 2ª unidade.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Unidade I: Exposição teórica dos conceitos de ética, deontologia e moral, bem como da relação e diferença entre todos eles. Exposição teórica sobre a relevância do reconhecimento do sofrimentos do outro e do respeito pelo outro. Exposição teórica sobre os quatro princípios prima facie enfatizando a sua relevância para o exercício profissional dos psicólogos. Exposição da Declaração de Helsínquia enfatizando a sua relevância para a investigação e para as questões relacionadas com o consentimento informado. Os alunos fazem leituras individuais, discutidas em sala de aula, sobre as temáticas exploradas neste capítulo. Unidade 2 - Exposição da estrutura e etapas do processo de tomada de decisão ética. Apresentação da estrutura, princípios gerais, princípios específicos e diversas secções do código deontológico da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Execução de trabalhos sobre os fundamentos da deontologia na psicologia . Exercícios de consolidação dos conhecimentos adquiridos (resolução de casos deontológico na área da psicologia).
Bibliografia:
Bento, R., “Questões éticas e deontológicas na investigação em psicologia social”: http://www.psicologia.com.pt/artigos/textos/A0328.pdf
Bersoff, D. (20084). Ethical Conflicts in Psychology (2nd ed.). Washington: APA
Bucher-Maluschke, J. (2006), “Ética e responsabilidade na pesquisa em psicologia: considerações preliminares”, in: Revista de Humanidades, nº1, 7-10.
Chiattoni, H. B.; Sebastiani, R. W. (2002), “Ética e Bioética em Psicologia da Saúde”, in: Univ. Psychol. Bogotá (Colombia) 1 (2): 11-19, julio-diciembre de 2002, pp. 11-19. http://sparta.javeriana.edu.co/psicologia/publicaciones/actualizarrevista/archivos/V1N201etica.pdf
Damásio, A. (2017). A estranha ordem das coisas. Temas e debates: Lx, cap. 12
Fidalgo, A. (2014). Ética Mínima. Gradiva: Lx
Monteiro, K.C.C. (2007), “O consentimento informado na pesquisa em psicologia hospitalar”, in: Revista Epistemo-Somática, 1 (IV), 84-92
Ricou, M. (2014). A Ética e a Deontologia no exercício da Psicologia. Lx: OPP
Docente (* Responsável):
Susana Marinho (smarinho@ufp.edu.pt)
Teresa Toldy (toldy@ufp.edu.pt)