Unidade Curricular:Código:
Psicopatologia, Psicodiagnóstico e Psicofarmacologia991PDFA
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoPsicologia Clínica e da Saúde8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês104
Objectivos de Aprendizagem:
1) Aquisição, desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos recentes em psicodiagnóstico, psicopatologia e psicofarmacologia com conhecimento dos princípios gerais da psicopatologia, do psicodiagnóstico e da farmacologia: farmacocinética e farmacodinâmica.
2) Integração de métodos, técnicas, conceitos, modelos e teorias biopsicossociais relacionados com a investigação, o diagnóstico e a intervenção psicológica e farmacológica na psicopatologia; Estudo dos principais fármacos com acção no SNC e o seu papel no tratamento de algumas patologias com interesse na área da psicologia.
3) Aquis
Conteúdos Programáticos:
A unidade curricular consiste na apresentação teórico-prática da psicopatologia, do psicodiagnóstico e da psicofarmacologia de modo a promover o aprofundamento de conhecimentos nos grandes quadros nosológicos em psicopatologia, em técnicas e instrumentos da avaliação clínica e transdiagnóstica e em modalidades de intervenção psicológica e psicofarmacológica. Introduz aos princípios gerais da farmacologia, ao ciclo geral e mecanismos de acção de fármacos no organismo e no SNC e às diversas categorias de fármacos utilizados em doenças degenerativas e psiquiátricas. Promove a reflexão sobre questões epistemológicas e metodológicas inerentes à psicopatologia, psicodiagnóstico e psicofarmacologia, assim como às modalidades de investigação e de intervenção clínicas e terapêuticas.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
1ª Unidade: Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de matérias da área da psicopatologia e do psicodiagnóstico permitindo deste modo atingir os objectivos da unidade curricular, nomeadamente: possuir conhecimentos e compreensão relativos à investigação e intervenção em psicopatologia e psicodiagnóstico ; saber aplicar os conhecimentos e compreensão da intervenção na avaliação de casos clínicos. Desenvolver e saber aplicar uma atitude crítica, deontológica e ética na profissão de psicólogo clínico.
2ª Unidade: Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de matérias teóricas e aplicadas da psicofarmacologia, atingindo os objectivos de aquisição, desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos e de capacidades de avaliação da intervenção psicofarmacológica na psicopatologia. Apresenta objectivos de integração dos conhecimentos relacionados com a investigação e intervenção na psicofarmacologia, desenvolvendo uma atitude crítica e ética.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
contínua com 1 trabalho escrito, 1 prova oral, 2 testes escritos, desempenho e participação na sala de aula
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
1.ª Unidade letiva: Exposição teórica de conteúdos caracterizadores da área; Análise e apresentação de artigos científicos, obras e autores relativos à psicopatologia e ao psicodiagnóstico; Debate individual e em grupo com o objectivo de desenvolver e aprofundar os conhecimentos da área e e a aquisição e desenvolvimento de competências de investigação e de intervenção clínica, incluindo a formulação de casos clínicos, o diagnóstico e a planificação da intervenção, o transdiagnóstico e a avaliação dos processos de mudança na psicopatologia. 2.ª Unidade letiva: Exposição teórica de conteúdos caracterizadores da área da psicofarmacologia; Pesquisa, leitura e discussão de bibliografia especializada para aquisição, desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos e de capacidades de avaliação e de intervenção psicofarmacológica na psicopatologia. Articulação de conhecimentos biomédicos e da clínica psicológica relacionados com o trabalho multidisciplinar em equipa, a intervenção e a investigação, desenvolvendo uma atitude crítica e adoptando valores éticos.
Bibliografia:
Adams, H.E. & Sutker, P.B. (Edts.) 2001. Comprehensive Handbook of Psychopathology. Third Edition. NY: Kluwer Academic/Plenum Publishers.
APA. 2013. Highlights of Changes from DSM-IV-TR to DSM-5.USA:APA.
Barlow, D.H. (Ed.) 2011. The Oxford Handbook of Clinical Psychology. NY: Oxford University Press.
Brune, M. 2016. Textbook of Evolutionary Psychopathology & Psychosomatic Medicine. The origins of psychopathology.UK: Oxford University Press.
Cunha, J.A. 2002. Psicodiagnóstico - V. 5ª ed. Porto Alegre : Artmed.
DSM-V. 2013. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders – Fith Edition. USA: American Psychiatric Association.
Kellerman, H. & Burry, A. 2007. Handbook of Psychodiagnostic Testing. NY: Springer.
Trzepacz, P.T.; Baker, R. W. 2001. Exame Psiquiátrico do Estado Mental.
Docente (* Responsável):
Rosa Begonha (rosabeg@ufp.edu.pt)
Sónia Caridade (soniac@ufp.edu.pt)