Unidade Curricular:Código:
Dilemas Éticos na Ação Humanitária1153DEAH
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1DoutoramentoEstudos Políticos e Humanitários11 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês143
Objectivos de Aprendizagem:
a) Incentivar o entendimento global sobre a ação humanitária, compreendendo os contextos geopolíticos e dilemas éticos que estes poderão potenciar;
b) Promover a análise de dilemas éticos na ação humanitária numa perspetiva intersecional;
c) Desenvolver respostas a questões humanitárias, considerando as diferentes dimensões políticas e institucionais, educacionais, culturais, religiosas, de acesso à justiça, combate às desigualdades económicas e sociais e diferentes formas de exclusão;
d) Desenvolver a investigação autónoma na pesquisa e seleção de fontes primárias e fontes de informação científica;
e)Desenvolver competências de comunicação científica, mormente pela publicação e apresentação de trabalhos de investigação em congressos da especialidade;
f)Desenvolver competências interpessoais de trabalho em equipa;
g) Ser capaz de aplicar, com rigor e sentido ético, os conhecimentos adquiridos.
Conteúdos Programáticos:
I. Questões metodológicas: 1. Abordagem interseccional; 2. Abordagens contextualizadas; 3. Dilemas éticos e respeito pelos Direitos Humanos; 4. Dilemas éticos e relevância de abordagens pós-coloniais.
II. Dilemas éticos: 1. Processos de tomada de decisão ética; 2. Vulnerabilidades em contexto de catástrofe; 3. Ação humanitária, dependência ou empowerment das populações afetadas; 4. Interação das ONGs com as populações e problemas de representação; 5. Avaliação da eficácia da intervenção humanitária; 6. Superação da figura do humanitário e da ação humanitária standardizada.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos fornecem aos alunos instrumentos para uma análise crítica das ações humanitária, bem como do papel das ONGD neste domínio, o que permite compreender a necessidade da tradução cultural, contribuir para equacionar a mudança de paradigma na qual a ação humanitária se enquadra e adquirir um enquadramento teórico dos principais problemas a considerar na mesma, quer no plano académico, quer no plano da prática de terreno.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino incluirá exposição teórica, pesquisa, leitura e discussão de bibliografia específica bem como debates temáticos e reflexões críticas. A avaliação será contínua, baseando-se na apresentação crítica de recensões de textos relativos à unidade I dos conteúdos programáticos (40%), da apresentação oral e escrita um trabalho prático individual (50%) sobre a unidade II. Este trabalho será apresentado e discutido em sala de aula. A participação do aluno em tarefas teórico-práticas em sala de aula e em actividades científicas fora de aula (participação em seminários, conferências na Universidade) corresponde a 10% da nota final.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Explicação da problemática subjacente à acção humanitária, nomeadamente no que diz respeito aos debates em torno da validade universal dos direitos humanos, da contestação à mesma e da existência de propostas que procuram conciliar direitos humanos com respeito pelas diferentes expressões culturais de respeito pela dignidade humana (relevância do conceito de tradução cultural). Enquadramento das organizações internacionais na promoção da acção humanitária à luz da temática dos direitos humanos. Apresentação crítica das potencialidades e limitações destas organizações. Seleção de estudos de caso: análise da missão e da intervenção de ONGD à luz dos instrumentos críticos fornecidos ao longo do semestre. A leitura e discussão de bibliografia/documentação treinará competências de análise descritiva e crítica de materiais informativos e interpretativos. A introdução de casos de acção humanitária no quadro de organizações internacionais ilustrará a teoria com análises mais próximas do terreno. Os debates de grupo em sala de aula proporcionarão uma visão crítica da acção humanitária em contexto. A avaliação corresponderá à realização ponderada de uma reflexão teórica sobre os temas abordados.
Bibliografia:
Delgado, C. & Kherbiche, L. (2019). Ethics Training for Humanitarian Interpreters Working in Conflict and Post-Conflict Settings, Journal of War & Culture Studies, 12(3), 251-267
Eggert,L. (2018). Harming the Beneficiaries of Humanitarian Intervention. Ethical Theory and Moral Practice 21:1035–1050
Lidén, K. (2019). The Protection of Civilians and ethics of humanitarian governance: beyond intervention and resilience Disasters, 43(S2): S210-S229
McDonald, F. et al (2020). Facemask use for community protection from air pollution disasters: An ethical overview and framework to guide agency decision making. International Journal of Disaster Risk Reduction 43.
Pawinski,M. (2018). Going beyond Human Terrain System: Exploring Ethical Dilemmas. Journal of Military Ethics 17(2–3): 122–139
Toldy,T. (2016), Carol Gilligan: Cuidar numa voz diferente, in Ferreira e Henriques (org.), Marginalidade e Alternativa: vinte e seis FILÓSOFAS para o século XXI. Lisboa: Edições Colibri, 133-142
Docente (* Responsável):
Teresa Toldy (toldy@ufp.edu.pt)