Unidade Curricular:Código:
Antropologia, Comunicação e Documentarismo150ACD
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaEstudos Culturais5 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês65
Objectivos de Aprendizagem:
obtenção de formação base quanto ao lugar do registo e arte cinematográficos na ciência e intervenção social; problematizar de modo reflexivo a utilização e produção deste meio de registo. Competências a Adquirir capacidade de análise crítica do registo cinematográfico documental
Conteúdos Programáticos:
UL1
1. Cultura como sentidos partilhados
2.A arte cinematográfica: a câmara e a representação do real
2.1.sistemas de representação e tecnologias de registo visual
2.1.1.o poder da imagem: susan Sontag e Roland Barthes
3.ficção vs documentário – problematização

UL2
2.o documentário social:raízes (estilos, objectivos, narrativas e públicos)
2.1. os grandes sistemas coloniais
2.2. a tradição ‘documentarizante’
2.2.1. O cinema soviético: Eiseinstein e Vertov
2.2.2.A Alemanha Nacional Socialista: Leni Riefenstahl
2.2.O realismo romântico
Robert Flaherty
2.3. o realismo social
o documentarismo britânico
John Grierson e a Empire Marketing Board/General Post Office
2.4.O cinema observacional
o documentarismo antropológico
Jean Rouch
UL3
3.1. o documentarismo português: passado e presente
3.2. o documentarismo social na actualidade

3.2. o documentarismo social na actualidade
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Análise do papel do registo cinematográfico nas ciências e intervenção social; O registo cinematográfico: evolução técnica e correntes estéticas. O documentarismo. O filmar o 'real': a questão da autenticidade e da autoria.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Ensino com base aulas teóricas de caráter expositivo
dois testes escritos (50% + 50%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A natureza da Unidade Curricular é eminentemente teórica o que se coaduna com o tipo de aulas e com as capacidades de análise e compreensão a desenvolver.
Bibliografia:
BARNOW, Erik, (1983), Documentary- A history of the non-fictional film, (1974), Oxford University Press, 1983
COSTA, Catarina Alves (2015) “Dos dispositivos de resposta à experiência etnográfica”, Barbosa, Andrea et al (eds.) A Experiência da Imagem na Etnografia, São Paulo: Coleção Antropologia Hoje, Ed. Terceiro Nome. pp 325-333
COSTA, Catarina Alves (2015) “Perspectivas, caminhos e políticas de futuro para a antropologia visual” em Peixoto, C. E Copque, B. (orgs.) Etnografias Visuais. Análises Contemporâneas. Ed. Garamond, Rio de Janeiro. pp. 181-189.
HOCKINGS, Paul, (ed), (1976), Principles of Visual Anthropology, Mouton Publishers, 1976
LOIZOS, Peter, (1993), Innovation in Ethnographic Film : From Innocence to Self-Consciousness, 1955-85, University of Chicago Press, 1993
PENAFRIA, Manuela (org), (2016) Propostas para a Teoria do Cinema - Teoria dos cineastas, Covilhã: Livros Labcom.IFP
Docente (* Responsável):
Paula Mota Santos (pmsantos@ufp.edu.pt)