Unidade Curricular:Código:
Perspetivas Biológicas e Psicológicas do Crime780PBPC
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1LicenciaturaCriminologia6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
1. Possuir conhecimentos e capacidade de compreensão de conceitos, teorias e investigação na área das perspectivas biológicas e psicológicas do crime.
2. Saber aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão adquiridos, de forma a permitir uma correcta avaliação de problemáticas específicas relativas a perspectivas biológicas e psicológicas do crime.
3. Desenvolver capacidades para fundamentar soluções e juízos aquando da análise de aspectos sociais, científicos e éticos da biologia e da psicologia do crime.
4. Aperfeiçoar competências no âmbito da comunicação escrita e oral.
5. Des
Conteúdos Programáticos:
A unidade curricular introduz os conhecimentos recentes da biologia e da psicologia do crime, considerando os seus aspectos históricos e epistemológicos. O comportamento criminoso será contextualizado na evolução biológica dos comportamentos, na contribuição genética estimada, na neurobiologia, endocrinologia e bioquímica do crime, na teoria androgénica da dominância e da agressão, que faz a ligação com a psicologia evolutiva do comportamento criminoso. A psicologia do crime considerará os factores de desenvolvimento, a psicodinâmica, as teorias comportamentais e cognitivas do crime. A aprendizagem social, os media e sua relação com a violência serão abordados, assim como as questões do QI e da psicopatologia. A psicopatia será abordada a partir da biologia e a psicologia do crime
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
1ª Unidade letiva: Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de matérias teóricas específicas da área da biologia do crime permitindo deste modo atingir os objectivos da unidade curricular, nomeadamente: possuir conhecimentos e capacidade de compreensão para o estudo biológico do crime; saber aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão adquiridos na avaliação de casos em que o crime poderá ser interpretado sob uma vertente biológica.
2ª Unidade letiva: Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de modelos e matérias teóricas das perspectivas psicológicas do crime, atingindo os objectivos de aquisição, desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos e de capacidades de avaliação psicológica dos comportamentos criminosos. Apresenta objectivos de integração dos conhecimentos biológicos e psicológicos relacionados com a investigação e intervenção na biologia e psicologia do crime, desenvolvendo uma atitude crítica e ética.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
mini-teste de resposta múltipla e participação em aula (10%), teste final (60%) e trabalho prático escrito e oral (10%+20%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
1.ª Unidade letiva: Exposição teórica de conteúdos caracterizadores da área; Apresentação de artigos, obras e autores relativos à biologia do crime; Debate individual e em grupo com o objectivo de desenvolver e aprofundar os conhecimentos de biologia do crime e a aquisição e desenvolvimento de competências de investigação e de intervenção, incluindo a redação de textos científicos. 2.ª Unidade letiva: Exposição teórica de conteúdos caracterizadores da área de psicologia do crime; Pesquisa, leitura e discussão de bibliografia especializada para aquisição, desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos e de capacidades de avaliação e intervenção psicológicas no crime. Integração de conhecimentos biológicos e psicológicos relacionados com a investigação e intervenção, desenvolvendo uma atitude crítica e adoptando valores éticos.
Bibliografia:
Akers, R., Sellers, C, (2009) Theories of Crime. NY: Oxford University Press.
Anderson, G. S. (2007). Biological Influences on Criminal Behavior. Simon Fraser Un. Publ.: CRC Press.
Duntley, J.D. & Shakelford, T.K. (2008). Evolutionary Forensic Psychology. Darwinian Foundations of Crime and Law. Oxf. Un. Press.
Ellis, L., Beaver, K. & Wright, J. (2009). Handbook of Crime Correlates. Biological Factors. Acad. Press.
Gonçalves, R. A. (2008). Delinquência, crime e adaptação à prisão. ª 3 Edição Coimbra: Quarteto Editora.
Pakes F. & Winstone, J. (2007). Psychology and Crime.UK: Willan Publ.
Putwain, D. & Sammons, A. (2002). Psychology and Crime. USA: Routledge
Raine, A. (1993). The Psychopathology of Crime: Criminal Behavior as a Clinical Disorder. USA: Acad. Press.
Raine, A. (2013). A
Docente (* Responsável):
Enrique Vázquez-Justo (ejusto@ufp.edu.pt)