Unidade Curricular:Código:
Diplomacia Política e Económica777DPEC
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaCiência Política e Relações Internacionais6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
A unidade curricular visa a introdução dos alunos ao conhecimento dos princípios da diplomacia política e económica como instrumento de política internacional; visa a compreensão dos diferentes interesses e estratégias dos Estados em que assentam os processos diplomáticos e o desenvolvimento e aplicação de estudos de caso sobre a atualidade internacional; pretende informar os alunos das relações comerciais internacionais como contexto privilegiado da diplomacia económica, expondo os instrumentos e as estratégias de política comercial que dão seguimento a interesses nacionais.
Conteúdos Programáticos:
Introdução à diplomacia política. Evolução e caracterização do Sistema Internacional. Da sociedade internacional à comunidade internacional? Instrumentos de Política Internacional. Actores de direito internacional. Princípios e objetivos da diplomacia política. Convenções internacionais. O serviço diplomático em Portugal e na União Europeia. Diplomacia económica e relações comerciais internacionais. O recurso a instrumentos protecionistas. As estratégias e os argumentos justificativos do protecionismo.
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Capítulo I – Com a apresentação dos conceitos fundamentais de diplomacia política pretende-se informar os alunos para o substrato teórico e conceptual inerente à compreensão dos fenómenos diplomáticos contemporâneos.
Capítulo II – Tendo por base o contexto das negociações de comércio internacional, e a possibilidade de os países introduzirem restrições à liberalização comercial, pretende-se que os alunos compreendam o desfasamento entre o objetivo geral da multilateralização das trocas e as medidas protecionistas que obedecem a interesses nacionais.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Para a componente de diplomacia política, um teste de avaliação de conhecimentos (40%) e um estudo de caso (2 elementos) apresentado em sala de aula (10%). Para a componente de diplomacia económica, um teste de avaliação de conhecimentos (50%).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Exposição teórica de conteúdos; debates em grupo; integrar conceitos, teorias e conhecimentos da área científica; desenvolver competências de interação em sala de aula; capacidade de comunicação oral e escrita dos conteúdos; selecionar métodos de gestão de informação.
Bibliografia:
CORDEN, W. (1997). Trade Policy and Economic Welfare. 2ed., Oxford: Oxford University Press.
ELBARADEI, M. (2011). A Era da Mentira, A verdade escondida sobre os grandes conflitos internacionais. Lisboa: Matéria-Prima Edições.
MALTEZ, J. A. (2002). Curso de Relações Internacionais. Lisboa: Principia.
MEDEIROS, E. (2013). Economia Internacional: Comércio e Finanças. 9.ª ed., Lisboa: Escolar Editora.
MENDES, N. C. e COUTINHO, F. P. (org.) (2014). Enciclopédia das Relações Internacionais, Alfragide: D. Quixote.
KISSINGER, H. (2007). Diplomacia, 3ª ed., Lisboa: Gradiva.
NYE, J. S. (2011). Compreender os conflitos internacionais. Uma Introdução à Teoria e à História. 2ª Ed., Lisboa: Gradiva.
PORTO, M. (2009). Teoria da Integração e Políticas Comunitárias. 4.ª ed., Coimbra: Almedina.
SOUSA, Fernando e MENDES, Pedro (coord)(2014). Dicionário de Relações Internacionais, 3ªed., Porto, Ed. Afrontamento.
Docente (* Responsável):
Isabel Costa Leite (icleite@ufp.edu.pt)
Paulo Vila Maior (pvm@ufp.edu.pt)