Unidade Curricular:Código:
Gestão de Conflitos e de Catástrofes789GCCA
Ano:Nível:Curso:Créditos:
1MestradoAcção Humanitária, Cooperação e Desenvolvimento8 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês104
Objectivos de Aprendizagem:
(i) Proporcionar aos discentes, através de um debate sobre o sentido e papel dos conflitos e desastres no mundo actual, as capacidades para compreender e serem actuantes nas situações de conflito e de catástrofes, tanto naturais como políticos e sociais.
(ii) Integrar métodos, técnicas, conceitos, modelos, teorias e conhecimentos na área das ciências sociais e dos estudos humanitários.
(iii) Redefinir os conceitos de conflito e de Catástrofe.
(iv) Potenciar os desafios colocados pelas situações de conflito e de desastre para o desenvolvimento das comunidades.
Conteúdos Programáticos:
1ª Unidade – Introdução à Gestão de Conflitos e Catástrofes: Da sociedade de risco à sociedade de catástrofe. 1.Gestão de Conflitos e de Catástrofes. Contextos e Conceitos. 1.1. Uma história da gestão dos conflitos e ONGs; 1.2. Os conceitos de Conflito, de Catástrofe e de Gestão e de Prevenção; 1.3. Uma antropologia das catástrofes a partir de uma antropologia do desenvolvimento. O sentido da participação; 1.4. Tipologias de conflitos; tipologias de catástrofes naturais e não naturais; 1.5. Previsibilidade e imprevisibilidade das catástrofes e conflitos; 1.6. O “Sistema Humanitário Internacional”.
2ª Unidade – Principais questões levantadas em situação de Catástrofe. 2.1.Doenças e serviços sanitários; 2.2. Impactos físicos e socioeconómicos das catástrofes; 2.3. Impactos emocionais; 2.4. Grupos vulneráveis em caso de conflito e catástrofes.
3.ª Unidade – Ciclo da Gestão de Catástrofes. As diferentes Fases. 3.1. Atenuação; Prevenção; Intervenção e Retoma; 3.2. O processo de interligação
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Unidade 1 - Os conteúdos programáticos privilegiam o aprofundamento de matérias teóricas específicas na área das ciências sociais e de intervenção humanitária. Isso permite aos discentes adquirir os conceitos básicos e o campo de reflexão que lhes permite abordar noutros campos disciplinares a problemática da violência e dos desastres.
Unidade 2 – Os conteúdos programáticos desenvolvem as grandes questões das situações de desastre e conflito.
Unidade 3 – Os conteúdos programáticos tratados nesta parte são os que transmitem aos discentes os principais problemas e desafios que enfrenta a sociedade contemporânea na gestão das situações de catástrofe.
Unidade 4 – Os conteúdos programáticos tratados nesta parte são os que transmitem aos discentes entender como as situações de desastre são também uma oportunidade de desenvolvimento das comunidades.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A metodologia de ensino incluirá exposição teórica, pesquisa, leitura e discussão de bibliografia específica bem como debates temáticos e reflexões críticas. A avaliação será contínua, baseando-se na realização da uma prova escrita de avaliação, na execução de um trabalho prático, na apresentação e discussão oral desse trabalho, assim como na pontualidade e a assiduidade do aluno.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Unidade 1- Exposição teórica de conteúdos caracterizadores da área de trabalho; Debate individual e em grupo de casos para distintas problemáticas teóricas sobre desastres e conflitos.. Unidade 2 - Exposição teórica de conteúdos para caracterização de cada temática. Discussão e apresentação oral de fichas de leitura. Integrar exemplos e situações que esclareçam os assuntos em análise. Revelar capacidade de comunicação oral e escrita dos conteúdos trabalhados Unidade 3 – Exposição teórica de conteúdos para caracterização de cada temática. Discussão e apresentação oral de fichas de leitura. Integrar exemplos e situações que esclareçam os assuntos em análise. Revelar capacidade de comunicação oral e escrita dos conteúdos trabalhados. Unidade 4 – Exposição teórica de conteúdos para caracterização de cada temática. Discussão e apresentação oral de fichas de leitura. Integrar exemplos e situações que esclareçam os assuntos em análise. Revelar capacidade de comunicação oral e escrita dos conteúdos trabalhados.
Bibliografia:
• Abélès, M. (2006). Politique de la survie, Paris, Flammarion.
• Bankoff, G., (2002) Cultures of Disaster: Society and Natural Hazards in the Philippines. Routledge, London.
• Berg, R. J. (1987), Non-governmental Organizations: new Force in Third World Development and Politics, East Lansing, Michigan State University, Center for Advanced Study of Interna- tional Development.
• Chatterjee, D. (ed.), (2004). The Ethics of Assistance: Morality and the distant Needy, Cambridge, Cambridge University Press.
• Cordell, K. and Wolff, S. (2009) Ethnic Conflict: Causes — Consequence – Responses. Cambridge: Polity.
• Doherty. G. W. (1999), Cross-cultural counselling In Disaster Settings, Retrieved on, Nov.14th 2007, from:
• "http://www.massey.ac.nz/~trauma/issues/1999-2/doherty.htm"
• Ehrenreich J H (2001) A Guidebook to Psychosocial Intervention. Centre for psychology and Society, State University of New York: Old Westbury, NY.
• ESCAP (1995). Rapport de l’Asie-Pacifique sur les risques d
Docente (* Responsável):
Álvaro Campelo (campelo@ufp.edu.pt)