Unidade Curricular:Código:
Neurologia e Patologias Neuromotoras1023NEPN
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaTerapêutica da Fala6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
O1 –Adquirir conhecimentos básicos sobre Neurologia e saber efetuar algumas provas do exame neurológico, com realce para a avaliação das funções linguísticas e fonatórias; O2 -Reconhecer e interpretar as alterações semiológicas; O3 -Compreender o movimento, reconhecendo a importância da experiência na condução à mudança e progressão na complexidade do mesmo, com referenciação ao desenvolvimento típico; O4 –Adquirir conhecimentos e desenvolver competências a nível da avaliação, diagnóstico e intervenção/reabilitação de perturbações nas funções estomatognáticas, motricidade oral, fala, linguagem e comunicação que tenham como causa lesões do SNC; O5 –Analisar e refletir sobre a aplicabilidade dos conhecimentos a situações específicas (exemplos de casos clínicos); O6 -Reconhecer as doenças neurológicas e saber enfrentá-las adequadamente no seu campo de atuação individual e como membro de uma equipa, reconhecendo a importância da complementaridade de papéis para uma reabilitação integrador
Conteúdos Programáticos:
CP 1.Anatomofisiologia do Sistema nervoso; exame neurológico e principais síndromes; doenças neurológicas
CP 2.D. vasculares cerebrais
CP 3.D. infecciosas, inflamatórias e desmielinizantes
CP4.D. neurodegenerativas do SNC
CP5.Epilepsia
CP 6.D. neuromusculares
CP 7.Distúrbios da Comunicação Humana: Alterações Neuromotoras da Fala e da Linguagem
CP 8.D. desenvolvimento
8.1.Noções de embriologia do SN
8.2.D. desenvolvimento e síndromes malformativos
8.3.Paralisia cerebral: conceito, causas, classificações, quadros clínicos, perturbações associadas
CP9.Movimento e desenvolvimento sensório-motor
9.1.Relação entre desenvolvimento global e oro-motor (típico vs atípico)
9.2.Componentes do movimento, padrões de movimento e controlo postural
9.3.Movimento/funções/atividades
CP10.Avaliação e intervenção nas Patologias Neuromotoras
10.1.Linhas orientadoras de atuação
10.2.Metodologias de avaliação e intervenção
10.3.Instrumentos e estratégias
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos (CP) foram delineados em função dos objetivos de aprendizagem (O) da unidade curricular, no sentido de promover junto dos alunos a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de competências que lhes permitam compreender, analisar e refletir sobre a aplicabilidade da teoria neurológica à prática profissional do terapeuta da fala, promovendo a construção de um raciocínio estruturado e adequado para a abordagem às Patologias Neuromotoras. Assim:
CP1 - O1 e O2
CP2, CP3, CP4, CP5, CP6, CP7, CP8 - O2, O5, O6
CP9 - O3, O4
CP10 - O4, O5, O6
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Aulas teóricas
Metodologia predominantemente expositiva, mas com recurso à utilização de imagens e vídeos ilustrativos dos conceitos abordados. Apresentação, análise e discussão dos temas nas aulas, com orientação nas reflexões críticas e na pesquisa e leitura de bibliografia específica.
Aulas teórico-práticas
Metodologia expositiva e participativa, centrada na análise e discussão dos conteúdos do programa com desenvolvimento de dinâmicas práticas, estudo de casos e exploração de instrumentos. Orientação nas reflexões críticas e análise de situações específicas (apoio em registos videográficos). Experimentação de técnicas específicas em dinâmicas desenvolvidas em pequeno grupo.
Avaliação
Componente Teórica (50%) - 1 frequência escrita (60%) e trabalho escrito individual (40%)
Componente Teórico-prática (50%) - frequência escrita TP1 (30%), frequência escrita TP2 (60%) e participação e envolvimento nas aulas (10%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A metodologia utilizada nas aulas teóricas (predominantemente expositiva, mas com recurso à utilização de imagens e vídeos ilustrativos dos conceitos abordados, apresentação, análise e discussão de temáticas nas aulas, bem como orientação em reflexões críticas e na pesquisa e leitura de bibliografia específica), permite obter junto dos alunos a aquisição de conhecimentos, a sua compreensão, fomentando a discussão sobre os conteúdos abordados, promovendo a integração de conceitos, a capacidade de pesquisa, análise e reflexão crítica. As aulas teórico-práticas, caracterizadas por metodologias expositivas mas também pelo desenvolvimento de dinâmicas de caráter mais participativo, facilitam o relacionamento de conceitos e reforçam a aplicabilidade dos conhecimentos no âmbito de atuação do terapeuta da fala, nomeadamente ao nível da identificação, avaliação e intervenção, promovendo o desenvolvimento de competências relacionadas com a construção de um raciocínio adequado e estruturado, com ligação à prática profissional. Deste modo, considera-se que as metodologias de ensino adotadas para esta unidade curricular são coerentes com os objetivos definidos para a mesma.
Bibliografia:
1. Nolte J. The Human Brain. An Introduction to Its Functional Anatomy. Ed. Mosby, 2009. 2. Sá MJ (Coord.). Neurologia Clínica. Compreender as Doenças Neurológicas. 2ª edição. Ed. UFP, 2014. 3. Brust CM. Current Diagnosis &Treatment – Neurology. Ed. McGraw-Hill, 2007. 4.Maia, F. & Nunes, H. A abordagem terapêutica em Paralisia cerebral, in Peixoto, V. & Rocha, J. Metodologias de intervenção em Terapia da fala, 1º volume. Ed. UFP, 2009. 5.Finnie, N. O Manuseio em Casa da Criança com Paralisia Cerebral. 3ª edição. São Paulo: Manole,2000.