Unidade Curricular:Código:
Neurologia e Patologias Neuromotoras1023NEPN
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaTerapêutica da Fala6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
O1 –Adquirir conhecimentos básicos sobre Neurologia e saber efetuar algumas provas do exame neurológico, com realce para a avaliação das funções linguísticas e fonatórias; O2 -Reconhecer e interpretar as alterações semiológicas; O3 -Compreender o movimento, reconhecendo a importância da experiência na condução à mudança e progressão na complexidade do mesmo, com referenciação ao desenvolvimento típico; O4 –Adquirir conhecimentos e desenvolver competências a nível da avaliação, diagnóstico e intervenção/reabilitação de perturbações nas funções estomatognáticas, motricidade oral, fala, linguagem e comunicação que tenham como causa lesões do SNC; O5 –Analisar e refletir sobre a aplicabilidade dos conhecimentos a situações específicas (exemplos de casos clínicos); O6 -Reconhecer as doenças neurológicas e saber enfrentá-las adequadamente no seu campo de atuação individual e como membro de uma equipa, reconhecendo a importância da complementaridade de papéis para uma reabilitação integrador
Conteúdos Programáticos:
CP 1.Anatomofisiologia do Sistema nervoso; principais síndromes; doenças neurológicas
CP 2.D. vascular cerebrail
CP 3.D. inflamatórias e desmielinizantes
CP4.D. neurodegenerativas do SNC
CP5.Epilepsia
CP 6.D. neuromusculares
CP 7.Distúrbios da Comunicação Humana: Alterações Neuromotoras da Fala e da Linguagem
CP 8.D. desenvolvimento
8.1.Noções de embriologia do SN
8.2.D. desenvolvimento e síndromes malformativos
8.3.Paralisia cerebral: conceito, causas, classificações, quadros clínicos, perturbações associadas
CP9.Movimento e desenvolvimento sensório-motor
9.1.Relação entre desenvolvimento global e oro-motor (típico vs atípico)
9.2.Componentes do movimento, padrões de movimento e controlo postural
9.3.Movimento/funções/atividades
CP10.Avaliação e intervenção nas Patologias Neuromotoras
10.1.Linhas orientadoras de atuação
10.2.Metodologias de avaliação e intervenção
10.3.Instrumentos e estratégias
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos (CP) foram delineados em função dos objetivos de aprendizagem (O) da unidade curricular, no sentido de promover junto dos alunos a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de competências que lhes permitam compreender, analisar e refletir sobre a aplicabilidade da teoria neurológica à prática profissional do terapeuta da fala, promovendo a construção de um raciocínio estruturado e adequado para a abordagem às Patologias Neuromotoras. Assim:
CP1 - O1 e O2
CP2, CP3, CP4, CP5, CP6, CP7, CP8 - O2, O5, O6
CP9 - O3, O4
CP10 - O4, O5, O6
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Aulas teóricas
Metodologia predominantemente expositiva, mas com recurso à utilização de imagens e vídeos ilustrativos dos conceitos abordados. Apresentação, análise e discussão dos temas nas aulas, com orientação nas reflexões críticas e na pesquisa e leitura de bibliografia específica.
Aulas teórico-práticas
Metodologia expositiva e participativa, centrada na análise e discussão dos conteúdos do programa com desenvolvimento de dinâmicas práticas, estudo de casos e exploração de instrumentos. Orientação nas reflexões críticas e análise de situações específicas (apoio em registos videográficos). Experimentação de técnicas específicas em dinâmicas desenvolvidas em pequeno grupo.
Avaliação
Componente Teórica (50%) - 1 frequência escrita (30%) e trabalho escrito individual (20%)
Componente Teórico-prática (50%) - frequência escrita TP1 (15%), frequência escrita TP2 (20%) e participação e envolvimento nas dinâmicas em aula (15%)
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A metodologia utilizada nas aulas teóricas (predominantemente expositiva, mas com recurso à utilização de imagens e vídeos ilustrativos dos conceitos abordados, apresentação, análise e discussão de temáticas nas aulas, bem como orientação em reflexões críticas e na pesquisa e leitura de bibliografia específica), permite obter junto dos alunos a aquisição de conhecimentos, a sua compreensão, fomentando a discussão sobre os conteúdos abordados, promovendo a integração de conceitos, a capacidade de pesquisa, análise e reflexão crítica. As aulas teórico-práticas, caracterizadas por metodologias expositivas mas também pelo desenvolvimento de dinâmicas de caráter mais participativo, facilitam o relacionamento de conceitos e reforçam a aplicabilidade dos conhecimentos no âmbito de atuação do terapeuta da fala, nomeadamente ao nível da identificação, avaliação e intervenção, promovendo o desenvolvimento de competências relacionadas com a construção de um raciocínio adequado e estruturado, com ligação à prática profissional. Deste modo, considera-se que as metodologias de ensino adotadas para esta unidade curricular são coerentes com os objetivos definidos para a mesma.
Bibliografia:
1.Vanderah T. and Gould DJ (2015) Nolte's The Human Brain: An Introduction to its Functional Anatomy, 7th ed. Elsevier.
2. Sá MJ (Coord.). Neurologia Clínica. Compreender as Doenças Neurológicas. 2ª edição. Ed. UFP, 2014.
3. Brust CM. Current Diagnosis &Treatment – Neurology. Ed. McGraw-Hill, 2007.
4.Maia, F. & Nunes, H. A abordagem terapêutica em Paralisia cerebral, in Peixoto, V. & Rocha, J. Metodologias de intervenção em Terapia da fala, 1º volume. Ed. UFP, 2009.
5.Finnie, N. O Manuseio em Casa da Criança com Paralisia Cerebral. 3ª edição. São Paulo: Manole,2000.
6.Owens JR, R.E. (2018). Early language intervention for infants, toddlers and preschoolers. New York: Pearson. - ISBN 978-0-13-461890-6.