Unidade Curricular:Código:
Métodos Instrumentais de Análise1019MIA
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaAnálises Clínicas e Saúde Pública4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
Os procedimentos analíticos atualmente usados nas ciências da saúde, em bioquímica, química alimentar, ciências ambientais e em numerosas áreas industriais, têm por base os métodos instrumentais de análise. Com efeito, a determinação de espécies pelos métodos tradicionais, tornou-se menos relevante porque lhes falta seletividade, sensibilidade, são demorados e a sua precisão é facilmente alterada.
O objetivo desta unidade curricular é descrever algumas das metodologias analíticas que hoje em dia têm maior utilização, de um modo conciso, simples e preciso, transmitindo aos alunos os conhecimentos essenciais para o uso e manipulação corretos destes equipamentos em laboratório.
Conteúdos Programáticos:
1. Introdução aos Métodos Instrumentais de Análise
2. Aspetos quantitativos das medições espetroquímicas
3. Espetrofotometria de ultravioleta-visível
4. Espetroscopia atómica
5. Potenciometria
6. Aspetos gerais das separações cromatográficas
7. Cromatografia Líquida
8. Cromatografia Gasosa
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os procedimentos analíticos empregues nas ciências da saúde e em numerosas áreas industriais, têm por base os chamados métodos instrumentais de análise. De facto, a maioria das análises em bioquímica clínica, hematologia, imunoquímica e microbiologia são, hoje em dia, baseadas em metodologias espetrofotométricas, potenciométricas e em diversas cromatografias.
O programa da unidade curricular procura fornecer uma sólida formação teórica sobre os princípios fundamentais referentes a estas técnicas. Esta formação é complementada com a prática laboratorial em que se executam análises relevantes na área da química contemporânea, utilizando todo o equipamento alvo de estudo prévio. Assim são desenvolvidas competências que permitem obter resultados de qualidade e avaliar de forma crítica de resultados experimentais.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Metodologias (M): (M1) Nas aulas teóricas procede-se à exposição e debate dos conceitos teóricos relevantes e orientação do estudo autónomo. Recorrendo a gráficos e imagens apresentam-se os vários equipamentos de uso comum em laboratórios. (M2) Estes conteúdos são consolidados em aulas práticas dedicadas à resolução de questões de resposta objetiva e problemas numéricos que permitem o esclarecimento de dúvidas e aprofundamento de temas específicos. (M3) Participação ativa do aluno no processo de ensino-aprendizagem através da execução de um conjunto de trabalhos laboratoriais.
Avaliação: a aquisição de conhecimentos da componente teórica é validada através da realização de duas provas escritas (70% na nota final). A avaliação à componente prática (30% na nota final) será baseada no desempenho laboratorial, na qualidade das fichas de resultados entregues (50%) e em duas provas escritas (50%). A classificação final só será atribuída, quando ambas as componentes estiverem aprovadas.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
No final desta unidade curricular, os alunos deverão ter a capacidade de reconhecer e descrever as mais importantes ferramentas analíticas usadas na análise quantitativa contemporânea. Deverão conhecer os fundamentos básicos de operação das várias metodologias, ser capazes de descrever os principais componentes de cada instrumento e as suas características. O conhecimento de cada equipamento permitirá entender as suas limitações/especificidades e controlar cuidadosa e rigorosamente todos os parâmetros que, em cada caso, condicionam a qualidade da análise. O tratamento dos dados experimentais obtidos deverá ser plenamente compreendido para que seja possível efetuar um adequado processamento dos mesmos, com vista à obtenção de resultados com adequada precisão e exatidão. Neste sentido, a unidade curricular de Métodos Instrumentais de Análise encontra-se dividida em componentes essenciais. Na componente teórica são ministrados os conceitos inerentes aos fenómenos físicos e químicos envolvidos numa análise instrumental, e que vão desde a eletrónica, à eletroquímica, passando pela ótica. Na componente prática laboratorial, o estudante vai ser chamado a realizar análises quantitativas usando métodos espetrofotométricos, potenciométricos e cromatográficos tendo oportunidade de aprender a trabalhar com o equipamento usado para esse efeito.
Bibliografia:
Christian, G. D., Dasgupta, P. K. e Schug, A., Analytical Chemistry, 7ª ed, Wiley, 2013. ISBN: 978-0470887578.
Skoog, D. A., Holler, F. J. e Crouch, S. R., Principles of Instrumental Analysis, 7ª ed, Cengage Learning, 2017. ISBN: 978-1305577213.
Harris, D. C. e Lucy C. A. Quantitative Chemical Analysis, 10ª ed., W. H. Freeman, 2019. ISBN: 978-1319164300.
Skoog D. A., West D. M., Holler, F. J. e Crouch S. R. Fundamentals of Analytical Chemistry, 9ª ed, Cengage Learning, 2013. ISBN: 978-0495558286.
Docente (* Responsável):
Renata Souto (rsouto@ufp.edu.pt)