Unidade Curricular:Código:
Bioquímica Clínica I1019BCL1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
2LicenciaturaAnálises Clínicas e Saúde Pública6 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Primeiro SemestrePortuguês/Inglês78
Objectivos de Aprendizagem:
Os testes bioquímicos são usados no diagnóstico, prognóstico, monitorização e despiste de doenças. Toda a informação recolhida terá valor quando obtida com o rigor necessário desde a colheita até à emissão de um boletim analítico. Assim, pretende-se com esta disciplina que o aluno consiga compreender, executar e interpretar de forma adequada qualquer determinação bioquímica; enquadrá-la, nos limites das suas funções, ao perfil analítico geral e informação clínica disponível do doente em causa.
Conteúdos Programáticos:
1. Testes bioquímicos em Análises Clínicas, teoria de valores de referência.e Controlo de qualidade (conceitos básicos.).Tipos de amostras biológicas ,colheitas, transporte e conservação
2. Equilíbrio ácido-base. Noções, distúrbios no equilíbrio ácido-base: acidose e alcalose metabólica e respiratória - mecanismos de compensação
3.Hidratos de Carbono (HC)
Diabetes mellitus: Técnicas e critérios de diagnóstico e classificação, patogénese
4.Proteínas plasmáticas
Classificação e Metabolismo das principais proteínas plasmáticas
5. Vitaminas. Definição, classificação e Funções
6.Enzimologia clínica : Classificação das enzimas e enzimas com valor diagnóstico.
7.Lipidos e lipoproteínas (LP): Metabolismo lipídico e Dislipidemias primárias e secundárias.
8. Equilibrio hídrico
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Nesta UC os alunos adquirem conhecimentos teóricos e teórico-práticos em sala de aula que serão o suporte a aulas práticas onde aprenderão a executar técnicas básicas de analises clinicas (manuais e automatizadas). Iniciarão as técnicas de obtenção, separação e preservação de produtos biológicos. desde a colheita ao cálculo e interpretação crítica de resultados.
Por fim farão a interpretação de resultados analíticos e casos clínicos.
Aprenderão também regras de postura, segurança, hierarquia, respeito e a confidencialidade exigidas não só pela profissão como pela legislação em vigor.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
Os conhecimentos adquiridos serão avaliados de forma contínua (aulas PL) e periódica (aulas T).
Na avaliação contínua realizada nas aulas PL, contribuem parâmetros como assiduidade, participação responsável e preparação prévia dos trabalhos. A ponderação será de 50%. Os alunos também deverão apresentar fichas de trabalho sobre os trabalhos práticos. A média das fichas corresponderá aos restantes 50% da avaliação contínua PL.
Na avaliação periódica realizada nas aulas T, ocorrerão dois momentos de avaliação escrita cuja ponderação será de 50% + 50%. A nota final será o resultado da média ponderada da classificação PL (40%) e T (60%). Para o cálculo da nota final o aluno terá de obter uma classificação mínima de 9,5 em cada componente letiva (PL e T).
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
A Qualidade dos serviços de saúde depende tanto das pessoas como de sistemas e técnicas apropriadas. Neste contexto os profissionais de saúde devem desempenhar um papel ativo suportado na ética, no rigor e em conhecimentos teórico-práticos adequados aos desafios e necessidades que se lhes deparam. Todos somos a favor da Qualidade em tudo o que nos rodeia, e hoje é um imperativo em qualquer serviço ou instituição credível particularmente na saúde.
Bibliografia:
Clinical Chemistry, W. J. Marshall, Mosby.
Gaw, A. et al (2013). “Clinical Biochemistry – An illustrated colour text”. 5th Ed. Elsevier
Clinical Chemistry –Theory, Analysis and Correlation, L. Kaplan, A. Pesce, The C.V. Mosby Company.
Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, J. B. Henry, W.B. Saunders Company.
Tietz: Text Book of Clinical Chemistry, Ed. C.A. Burtis, E.R. Ashwood, W.B. Saunders
Docente (* Responsável):
Cristina Almeida (calmeida@ufp.edu.pt)