Unidade Curricular:Código:
Enfermagem de Saúde Materna I853EMT1
Ano:Nível:Curso:Créditos:
3LicenciaturaEnfermagem4 ects
Período Lectivo:Língua de Instrução:Nº Horas:
Segundo SemestrePortuguês/Inglês52
Objectivos de Aprendizagem:
- Demonstrar conhecimentos, aptidões e atitudes para aplicação do processo de enfermagem promoção de saúde da mulher ao longo do ciclo vital;
- Compreender a aplicação da teoria dos sistemas integrados no âmbito da saúde sexual e reprodutiva e da adaptação à vida extrauterina do recém-nascido saudável;
- Desenvolver competências que permitam a prestação de cuidados à grávida, à puérpera e ao recém-nascido saudável;
- Compreender o papel do enfermeiro no âmbito da promoção da saúde sexual e reprodutiva, da transição para a parentalidade e da adaptação à vida extrauterina do recém-nascido saudável
- Demonstrar conhecimentos, aptidões e competências relacionadas com a aplicação do processo de enfermagem no âmbito da promoção da saúde sexual e reprodutiva, da transição para a parentalidade e da adaptação à vida extrauterina do recém-nascido saudável.
Conteúdos Programáticos:
1. Teoria dos sistemas integrados: psiconeuroendocrinoimunologia (PNEI) aplicada à saúde sexual e reprodutiva
2. Saúde sexual e reprodutiva
-Perspetiva histórica e antropológica
-Papel do enfermeiro de cuidados gerais e do enfermeiro especialista em saúde materna e obstétrica
-Recursos da comunidade
3. Sexualidade e Fertilidade
-Anatomofisiologia do sistema reprodutor
-Ciclo fértil
-Vivência saudável da sexualidade
-Processo de enfermagem
4. Planeamento familiar
-Contraceção
-Planeamento da gravidez
- Processo de enfermagem
5. Gravidez e Parto
-Anatomofisiologia relacionada com a gravidez e o parto
-Autocuidado na gravidez e após o parto
-Processo de enfermagem e práticas laboratoriais
6. Recém-nascido saudável
-Adaptação do recém-nascido à vida extrauterina
-Cuidados de higiene, conforto e segurança
-Amamentação
-Alimentação suplementar por biberão, copo, finger feeding e sistema de nutrição suplementar
-Processo de enfermagem e práticas laboratoriais
Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objectivos da Unidade Curricular:
Os conteúdos programáticos foram selecionados e organizados entre si de forma integrada, com o intuito de facilitar a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de aptidões e competências relacionados com o processo de enfermagem centrado na saúde sexual e reprodutiva da pessoa humana e na adaptação do recém-nascido à vida extrauterina. Para todas as temáticas desenvolvidas será oferecida ao aluno a oportunidade de aprender e refletir ativamente sobre o papel do enfermeiro de cuidados gerais e a aplicação do processo de enfermagem em diferentes contextos de prática clínica.
Metodologias de Ensino (Avaliação Incluída):
A unidade curricular desenvolve-se em horas de contacto e no tempo de trabalho autónomo do estudante. Para os objetivos pretendidos recorre-se a metodologias de ensino expositivas, interrogativas, role play, estudos de caso e simulação. As aulas teóricas são essencialmente expositivas e de interação. As aulas teórico-práticas são destinadas a aprofundar as temáticas lecionadas com auxílio de material didático adequado (simuladores, modelos, vídeos) e para a demonstração, execução de técnicas e procedimentos que serão, posteriormente, desenvolvidas pelos estudantes em práticas simuladas, sob orientação e supervisão de docente. O regime de avaliação contínua é composto por um momento de prova escrita (80%) e as avaliações das teórico-práticas (20%). Em todos os itens aplica-se Regulamento Pedagógico da UFP.
Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objectivos de Aprendizagem da Unidade Curricular:
Os alunos são convidados ao envolvimento no processo de aprendizagem. As sessões teóricas, onde predomina o método expositivo, interrogativo e brainstorming, alternam com sessões teórico-práticas, que incluem adicionalmente trabalhos em pequenos grupos, estudos de caso e visualização de filmes. Nas sessões de prática laboratorial será utilizado o método demonstrativo. O envolvimento do aluno no processo de aprendizagem é realizado no sentido de o motivar e promover uma aquisição mais sustentável de conhecimentos, aptidões e competências. Com vista à operacionalização de procedimentos de enfermagem e a aquisição de atitudes critico-reflexivas, utilizou-se o método demonstrativo para o desenvolvimento de competências manuais/ psicomotoras, o role play para o desenvolvimento de competências de comunicação e de diagnóstico e a discussão em painel, na reflexão da integração dos conteúdos teóricos nas práticas laboratoriais.
Bibliografia:
- Direção Geral de Saúde (2015). Programa Nacional de Saúde Reprodutiva. Lisboa: DGS. Disponível em: file:///C:/Users/Isabel%20Ferreira/Downloads/i010371.pdf
- Direção Geral de Saúde (2016). Programa Nacional para a Vigilância da Gravidez de Baixo Risco. Disponível em: http://www.saudereprodutiva.dgs.pt/novo-saude-materna/saude-materna.aspx
- Direção Geral de Saúde. (n.d.). Saúde Sexual e Reprodutiva. http://www.saudereprodutiva.dgs.pt/
- González, C. (2008). Manual prático do aleitamento materno. Parede: Mama Máter Associação
- Internacional Council of Nurses (2016). Classificação Internacional para a Prática da Enfermagem (CIPE®) Versão 2015.
- Levy, L. & Bértolo, H. (2012). Manual do Aleitamento Materno. 2ª Edição. Lisboa: Comité Português para a Unicef/Comissão Nacional Iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés
- McKinney, E., James, S., Murray, S., Nelson, K. & Ashwill, J. (2017). Maternal-Child Nursing. (5ª ed). Elsevier. ISBN 9780323401708